Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/21123
Título: Efeito anti-inflamatório e antioxidante do extrato hidroalcóolico de Turnera subulata na colite ulcerativa induzida por ácido acético em ratos
Autor(es): Amarante, Maria do Socorro Medeiros
Palavras-chave: Turnera subulata;Colite ulcerativa;Histopatologia
Data do documento: 15-Dez-2015
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: AMARANTE, Maria do Socorro Medeiros. Efeito anti-inflamatório e antioxidante do extrato hidroalcóolico de Turnera subulata na colite ulcerativa induzida por ácido acético em ratos. 2015. 60f. Dissertação (Mestrado em Biologia Estrutural e Funcional) - Centro de Biociências, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2015.
Resumo: Inflammatory bowel diseases is composed by a set of chronic and inflammatory disorders, among them is ulcerative colitis (UC). UC treatment is based on anti-inflammatory administration; however, this group of drugs clearly leads to development of undesirable side effects, what stimulate the search for new therapies alternatives. The aim of this study was to evaluate the effect of hydroalcholic Turnera subulata extract on acetic acid-induced acute UC in rats. UC was induced by 1 mL injection of 4% acetic acid via rectal in Wistar mouse. 42 animals were distributed among 6 experimental groups: Control, UC, Sulfasalazine 500 mg/Kg/day (SSZ), T. subulata 50mg/Kg/day (TS 50), T. subulata 100mg/Kg/day (TS 100), T. subulata 200mg/Kg/day (TS 200). Throughout the experiment, body weight, food and water ingestion was daily evaluated. At the end of the experiment, the animals were euthanized and a colon fragment was observed by macroscopic analysis. Colon fragments were also collected for microscopic analysis and oxidative stress evaluation. The means from each group was compared by ANOVA test with a significance level of 5% (p<0.05) using GraphPad Prism Software. As results, we can clearly observe that SSZ group had the greater body weight decrease among the groups throughout the experiments, 14.78%, as well as, the lowest food intake, 6.23 g of food/day. The animals treated with T. subulata extracts showed no important body weight loss when compared to control. UC group showed the highest tissue damage macroscope score, 6.5, while TS 50 showed the lowest tissue damage score: 1. Microscope evaluation showed the presence of edema, haemorraghia and ulceration in all group of animals, except for Control. Nevertheless, TS 50 showed the lowest inflammatory damage among all groups. Oxidative stress analysis revealed that T. subulata treatment modulate catalase and superoxide dismutase activity, we also observed a decrease in protein and lipid peroxidation in response to extract administration. Taken together, these results shows that T. subulata extract exerts anti-inflammatory and anti-oxidant effects on experimental UC.
metadata.dc.description.resumo: As doenças inflamatórias intestinais abrangem um conjunto de desordens crônicasinflamatórias, entre elas a colite ulcerativa (CU). O tratamento da CU se baseia no usode anti-inflamatórios, porém estes fármacos podem apresentam efeitos colaterais, o queestimula a busca de novas terapias. O objetivo desse trabalho foi avaliar o efeito doextrato hidroalcoólico de Turnera subulata na colite ulcerativa aguda induzida por ácidoacético em ratos. CU foi induzida em ratos Wistar com a instilação de 1ml de ácidoacético 4% via retal. 42 animais foram distribuídos em 6 grupos experimentais: GrupoControle, Grupo Colítico, Grupo Sulfasalazina 500mg/Kg/dia (SSZ), Grupo T. subulata50mg/Kg/dia (TS 50mg), Grupo T. subulata 100mg/Kg/dia (TS 100mg), Grupo T.subulata 200mg/Kg/dia (TS 200mg). Durante o experimento foram avaliadosdiariamente, o consumo alimentar, ingestão hídrica e peso dos animais. Os animaisforam eutanasiados e o colón foi exposto para análise macroscópica. Fragmentos docólon foram utilizados para análise microscópica e avaliação do estresse oxidativo. Adiferença entre as médias foi analisada por ANOVA a um nível de significância de 5%(p<0,05) com o auxílio do Software GraphPad Prism. A análise dos resultadosdemonstrou que o Grupo Sulfassalazina teve a maior perda de peso ao longo doexperimento, 14,78% e o menor consumo alimentar de 6,23g de ração ao dia, os grupostratados com o extrato de T. subulata não apresentaram perda de peso significativaquando comparados com o Grupo Controle. O Grupo Colítico apresentou o maiorescore macroscópico 6,5; enquanto o Grupo TS 50mg teve um menor escore 1,0. Aavaliação microscópica mostrou a presença de edema, hemorragia, ulceração em todosos grupos experimentais, exceto o Controle. No entanto, o Grupo TS 50mg apresentou oprocesso inflamatório em menor intensidade. A avaliação do estresse oxidativo revelouque os grupos tratados com o extrato de T. subulata modularam a atividade das enzimascatalase e superóxido desmutase. Observou-se ainda redução na peroxidação lipídica eprotéica. Assim, é possível concluir que o extrato hidroalcóolico de T. subulata teveação anti- inflamatória e antioxidante na colite ulcerativa experimental.
URI: http://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/21123
Aparece nas coleções:PGBIOEF - Mestrado em Biologia Estrutural e Funcional

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
MariaDoSocorroMedeirosAmarante_DISSERT.pdf4,17 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.