Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/21220
Título: Análise das LER/DORT notificadas no Rio Grande do Norte de 2010 a 2014
Autor(es): Pandolphi, João Luiz de Alencar
Palavras-chave: Saúde do trabalhador;Transtornos traumáticos cumulativos;Doenças profissionais;Sistemas de informação em saúde
Data do documento: 30-Jul-2015
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: PANDOLPHI, João Luiz de Alencar. Análise das LER/DORT notificadas no Rio Grande do Norte de 2010 a 2014. 2015. 52f. Dissertação (Mestrado em Saúde Coletiva) - Centro de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2015.
Resumo: The increasing prevalence of Repetitive Strain Injury / Work-Related Musculoskeletal Disorders (RSI / MSDs) has been explained by changes in the work that has been characterized by setting goals and productivity. This fact does not take into account the psycho-physiological characteristics of workers who become ill as a result of professional activities engaged in and also the adverse conditions in which his work was done. This study aimed to analyze the RSI / MSDs reported in the state of Rio Grande do Norte, Brazil, 2010-2014 compared to the profile of the population, epidemiological aspects and features of these diseases. It is a descriptive epidemiological cross-sectional study using secondary data obtained in the Notifiable Diseases Information System (SINAN) in May 2015 was used as the area covered by the Rio Grande do Norte. Data were collected regarding the grievances of work-related RSI / MSDs, assigned by the Worker's Health Reference Center (CEREST) of the State Health Department. Data were processed with the help of Microsoft Excel® 2013 and presented in tables in absolute frequency (n) and relative frequency (%). The results showed a total of 403 notifications of RSI / MSDs, where the vast majority 72% (290) was recorded in Natal. Regarding the profile of notified employees, 88.59% (357) have aged between 25 and 54 years, 62.78% (253) were female, and in relation to education, 31.51% (127) had high school complete. The most affected occupations were seamstresses (the clothing industry) with 24.97% (97), followed by masons, construction with 3.23% (13) and cashiers with 2.99% (12). About the work situation, 75.93% (306) had a formal contract, however, were sent to Communications Occupational accidents (CAT) only 67% (270) of the cases. Regarding the signs and symptoms, pain and limitation of movement were the most mentioned respectively with 98.01% (395) and 95.04% (383) of notifications. Notifications, 94.29% (380) showed exposure to repetitive movements in their workplace. The most frequent specific diagnoses were synovitis and tenosynovitis (CID F 65), with 30.02% (121) of notifications, followed by back pain (CID F 54) to 19.35% (78) and shoulder injuries (ICD M 75) with 15.88% (64). They were away from work 81.64% (329) of workers reported with RSI / MSDs. Evolution more prevalent among cases was temporary disability with 75.68% (305). It was concluded that the SINAN is a database of potential to characterize the profile of RSI / MSDs, requiring, however, an improvement in the coverage of records and data quality. In addition, this study reflects the need to implement protection strategies to workers by companies, signaling promotion, prevention and rehabilitation aimed at reducing these injuries and the improvement of occupational health indicators in Rio Grande do Norte.
metadata.dc.description.resumo: A alta prevalência das Lesões por esforço repetitivo e Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho (LER/DORT) tem sido explicada por transformações do trabalho e das empresas cuja organização tem se caracterizado pelo estabelecimento de metas e produtividade, considerando suas necessidades, particularmente de qualidade dos produtos e serviços e aumento da competitividade de mercado, sem levar em conta os trabalhadores e seus limites físicos e psicossociais. Diferentemente do que ocorre com doenças não ocupacionais, as doenças relacionadas ao trabalho têm implicações legais que atingem a vida dos pacientes e das empresas. Esse estudo teve como objetivo descrever o perfil das LER/DORT notificados no estado do Rio Grande do Norte, Brasil, de 2010 a 2014. Trata-se de um estudo epidemiológico descritivo, do tipo transversal e retrospectivo, que utilizou como área de abrangência o Estado do Rio Grande do Norte. A fonte de dados foi o Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN), através do Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (CEREST) e a coleta dos dados secundários ocorreu em maio de 2015. Os resultados apresentaram um total de 403 notificações de LER/DORT, onde a grande maioria (72%) foi notificada no município de Natal. Com relação ao perfil dos trabalhadores notificados, 36,2% possuem idade entre 35 e 44 anos, 62,78% eram do feminino, e em relação a escolaridade, 31,51% tinham ensino médio completo. As ocupações mais acometidas foram entre os trabalhadores da indústria de confecção, com 30,8%, seguido de pedreiros, da construção civil com 3,23% e de operadores de caixa com 2,99%. Sobre a situação de trabalho, 75,93% tinham carteira assinada, entretanto, foram emitidas a CAT somente em 67,0% dos casos. Em relação aos sinais e sintomas, a dor foi apontada em 98,01% das notificações, seguido de limitação dos movimentos, com 95,04%. Das notificações, 94,29% apontaram exposição a movimentos repetitivos em seu local de trabalho. O diagnóstico específico de maior ocorrência foram as Sinovites e tenossinovite (CID M 65), com 30,02% das notificações, seguido de Dorsalgias (CID M 54) com 19,35% e Lesões no ombro (CID M 75) com 15,88%. Foram afastados do trabalho 81,64% dos trabalhadores notificados com LER/DORT, com duração do afastamento mais prevalente em dias (43,67%). A evolução que mais predominou entre os casos com este agravo foi a incapacidade temporária (75,68%). Concluiu-se que o SINAN representa uma ótima base de dados para caracterizar o perfil das LER/DORT, porém necessitando de uma melhora nos registros tanto de cobertura quanto na qualidade dos dados para o alcance de um melhor monitoramento sistemático e um maior planejamento das ações em Saúde do Trabalhador.
URI: http://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/21220
Aparece nas coleções:PPGSCOL - Mestrado em Saúde Coletiva

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
JoãoLuizAlencarPandolphi_DISSERT_2015.pdf1,11 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.