Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/21259
Título: Implementação da avaliação 360º do residente no programa de residência médica em cardiologia e clínica médica do Hospital Universitário Onofre Lopes (HUOL).
Autor(es): Sousa, Julio Cesar Vieira De
Palavras-chave: Avaliação;Residência Médica;Cardiologia;Competência
Data do documento: 4-Ago-2015
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: SOUSA, JULIO CESAR VIEIRA DE. Implementação da avaliação 360º do residente no programa de residência médica em cardiologia e clínica médica do Hospital Universitário Onofre Lopes (HUOL). 2015. 51f. Dissertação (Mestrado Profissional em Ensino na Saúde) - Centro de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2015.
Resumo: A residência médica é uma modalidade de ensino de pós-graduação destinada a médicos, funciona em instituições de saúde, sob a orientação de profissionais médicos de elevada qualificação ética e profissional, sendo considerada o “padrão ouro” para a formação do especialista. A utilização do método de avaliação 360 graus na residência médica visa a avaliação integral dos médicos residentes, preenchendo lacunas que a avaliação cognitiva isolada deixa, quando utilizada como método único. Essa avaliação proporciona uma avaliação mais global do médico residente, já que inclui sua autoavaliação, avaliação pelos pares, pacientes e equipe de saúde. O objetivo deste estudo foi definir instrumentos de avaliação para implementar a avaliação 360 graus no programa de residência médica em cardiologia da UFRN e capacitar os docentes e preceptores do citado programa para avaliação de desempenho clínico do residente. Trata-se de estudo exploratório, prospectivo e descritivo, envolvendo quatro médicos residentes do programa de residência médica de cardiologia e 20 de clínica médica, esses durante o rodízio de cardiologia do programa de residência médica (PRM) em Cardiologia do Hospital Universitário Onofre Lopes (HUOL), além de 13 preceptores/docentes do PRM em Cardiologia do HUOL. Para implementação do novo modelo avaliativo na residência médica foram programadas três etapas, sendo a primeira a elaboração dos instrumentos de avaliação para a avaliação 360 grus; a segunda, o planejamento e a capacitação dos preceptores do PRM em Cardiologia do HUOL; e a terceira, o início das avaliações 360 graus dos residentes do PRM em Cardiologia e Clínica Médica, durante o período de janeiro de 2014 a março de 2015. Foram avaliados, no total, 24 residentes até o momento, sendo quatro residentes da cardiologia (três residentes do primeiro ano e um residente do segundo ano) e vinte residentes da clínica médica (sendo doze residentes do primeiro ano e oito residentes do segundo ano). Foram realizadas autoavaliações por oito residentes, sendo essas consideradas difíceis pela maioria dos residentes. A avaliação por pares foi realizada por 6 residentes, sendo o desempenho dos pares considerado acima do esperado em todos os itens da avaliação. A avaliação pela equipe de preceptores e equipe multiprofissional com feedback ao final das avaliações mostrou que os residentes de clínica médica do primeiro ano apresentam desempenho acima do esperado em relação ao humanismo, ética e profissionalismo, enquanto os do segundo ano apresentaram desempenho abaixo do esperado no item referente ao exame físico. Quanto aos demais domínios da avaliação todos estiveram dentro do esperado. Dez pacientes avaliaram os oito residentes, sendo tais avaliações positivas no sentido da qualidade da assistência prestada e das informações fornecidas pelos residentes. O método de avaliação 360 graus foi implementado na residência de cardiologia do Hospital Universitário Onofre Lopes da UFRN, tendo sido realizada em quatro residentes. A maioria dos preceptores e equipe multiprofissional da residência estão capacitados para utilização do método de avaliação.
metadata.dc.description.resumo: A residência médica é uma modalidade de ensino de pós-graduação destinada a médicos, funciona em instituições de saúde, sob a orientação de profissionais médicos de elevada qualificação ética e profissional, sendo considerada o “padrão ouro” para a formação do especialista. A utilização do método de avaliação 360 graus na residência médica visa a avaliação integral dos médicos residentes, preenchendo lacunas que a avaliação cognitiva isolada deixa, quando utilizada como método único. Essa avaliação proporciona uma avaliação mais global do médico residente, já que inclui sua autoavaliação, avaliação pelos pares, pacientes e equipe de saúde. O objetivo deste estudo foi definir instrumentos de avaliação para implementar a avaliação 360 graus no programa de residência médica em cardiologia da UFRN e capacitar os docentes e preceptores do citado programa para avaliação de desempenho clínico do residente. Trata-se de estudo exploratório, prospectivo e descritivo, envolvendo quatro médicos residentes do programa de residência médica de cardiologia e 20 de clínica médica, esses durante o rodízio de cardiologia do programa de residência médica (PRM) em Cardiologia do Hospital Universitário Onofre Lopes (HUOL), além de 13 preceptores/docentes do PRM em Cardiologia do HUOL. Para implementação do novo modelo avaliativo na residência médica foram programadas três etapas, sendo a primeira a elaboração dos instrumentos de avaliação para a avaliação 360 grus; a segunda, o planejamento e a capacitação dos preceptores do PRM em Cardiologia do HUOL; e a terceira, o início das avaliações 360 graus dos residentes do PRM em Cardiologia e Clínica Médica, durante o período de janeiro de 2014 a março de 2015. Foram avaliados, no total, 24 residentes até o momento, sendo quatro residentes da cardiologia (três residentes do primeiro ano e um residente do segundo ano) e vinte residentes da clínica médica (sendo doze residentes do primeiro ano e oito residentes do segundo ano). Foram realizadas autoavaliações por oito residentes, sendo essas consideradas difíceis pela maioria dos residentes. A avaliação por pares foi realizada por 6 residentes, sendo o desempenho dos pares considerado acima do esperado em todos os itens da avaliação. A avaliação pela equipe de preceptores e equipe multiprofissional com feedback ao final das avaliações mostrou que os residentes de clínica médica do primeiro ano apresentam desempenho acima do esperado em relação ao humanismo, ética e profissionalismo, enquanto os do segundo ano apresentaram desempenho abaixo do esperado no item referente ao exame físico. Quanto aos demais domínios da avaliação todos estiveram dentro do esperado. Dez pacientes avaliaram os oito residentes, sendo tais avaliações positivas no sentido da qualidade da assistência prestada e das informações fornecidas pelos residentes. O método de avaliação 360 graus foi implementado na residência de cardiologia do Hospital Universitário Onofre Lopes da UFRN, tendo sido realizada em quatro residentes. A maioria dos preceptores e equipe multiprofissional da residência estão capacitados para utilização do método de avaliação.
URI: http://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/21259
Aparece nas coleções:MPEENSA - Mestrado Profissional em Ensino na Saúde

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
JulioCesarVieiraDeSousa_DISSERT.pdf4,23 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.