Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/21302
Título: Aproveitamento de lodo de esgoto e Concha de Liliu (Anomalocardia brasiliana) em argamassa
Autor(es): Souto, Kelly Ribeiro de Souza
Palavras-chave: Uso de resíduos;Argamassa;Viabilidade técnica;Lodo de Esgoto;Pó de conchas
Data do documento: 18-Mar-2016
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: SOUTO, Kelly Ribeiro de Souza. Aproveitamento de lodo de esgoto e Concha de Liliu (Anomalocardia brasiliana) em argamassa. 2016. 93f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Sanitária) - Centro de Tecnologia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2016.
Resumo: Sewage sludge is the by-product generated in the Sewage Treatment Plants (STP) and Liliu shells are solid by-products generated in fishing this mollusk in Lagoon Guaraíras, RN. Given the importance of waste management to maintain the quality of the environment, there is the possibility of using these materials as a component in the raw material mortar. The objective of this study was to analyze the technical feasibility of incorporating powdered waste (sewage sludge and Liliu shells) mortar. It was used predominantly domestic sludge from the STP Baldo – Natal, RN and Liliu of shells from the municipalities of Arês, RN and Senador Georgino Avelino, RN. In the first step the residues were ground and characterized by physical, chemical, mineralogical and morphological analysis. In the second step these residues were applied to the different mortars and compared to the cement mortar, lime and sand (1:1:7) and the cement mortar and sand (1:7) and were then evaluated and compared in the fresh state (consistency, entrained air content, mass density and water retention), and in the hardened state (compressive strength, tensile strength in bending, capillarity, mass density, tensile bond strength). Given the reviews, it was found that the experiment with sewage sludge, in the proportions used and without the removal of organic matter, has not achieved satisfactory results, because this material dramatically reduce strength and react with the other components of the mortar, releasing a very strong and unpleasant odor, making the manufacture of mortar one inadvisable activity. In another sense, it was found that there are technical and practical feasibility of using the powder of the shells, due to this material increase strength and improve other properties of the mortar.
metadata.dc.description.resumo: O lodo de esgoto é o subproduto gerado nas Estações de Tratamento de Esgoto (ETE) e as conchas de Liliu são os subprodutos sólidos gerados na pesca desse marisco na Lagoa Guaraíras/RN. Devido à importância do manejo dos resíduos para a manutenção da qualidade do meio ambiente, surge a possibilidade de utilizar esses materiais como componente na matéria-prima da argamassa. Assim, o objetivo deste trabalho foi analisar a viabilidade técnica da incorporação de resíduos em pó (lodo de esgoto e conchas de Liliu) na argamassa. Foi utilizado o lodo predominantemente doméstico, proveniente da ETE do Baldo - Natal/RN e as conchas do Liliu proveniente dos municípios de Arês/RN e Senador Georgino Avelino/RN. Os resíduos foram moídos e caracterizados através de análises físicas, química, mineralógica e morfológica. Na segunda etapa estes resíduos foram aplicados à diferentes argamassas, sendo comparadas à argamassa de cimento, areia e cal (1:1:7) e à argamassa de cimento e areia (1:7) e então foram avaliadas e comparadas no estado fresco (consistência, teor de ar incorporado, densidade de massa e retenção de água) e no estado endurecido (resistência à compressão, resistência à tração na flexão, capilaridade, densidade de massa e resistência de aderência à tração). Diante das avaliações, constatou-se que não há possibilidade de utilizar o lodo de esgoto sem remover a matéria orgânica, devido este material diminuir drasticamente a resistência e reagir com os outros componentes da argamassa, liberando um odor muito forte e desagradável, tornando a fabricação da argamassa uma atividade desagradável e inviável e que há possibilidade de utilizar o pó das conchas, devido este material aumentar a resistência e melhorar outras propriedades da argamassa.
URI: http://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/21302
Aparece nas coleções:PPGES - Mestrado em Engenharia Sanitária

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
KellyRibeiroDeSouzaSouto_DISSERT.pdf5,53 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.