Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/21313
Título: Ecologia do movimento de machos cantores de baleia jubarte (Megaptera Novaeangliae) no sítio reprodutivo de Abrolhos-BA
Autor(es): Honda, Laura Kyoko
Palavras-chave: Ecologia do movimento;Ecologia comportamental;Análise de máxima verossimilhança;Megaptera novaeangliae
Data do documento: 3-Mar-2016
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: HONDA, Laura Kyoko. Ecologia do movimento de machos cantores de baleia jubarte (Megaptera Novaeangliae) no sítio reprodutivo de Abrolhos-BA. 2016. 62f. Dissertação (Mestrado em Psicobiologia) - Centro de Biociências, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2016.
Resumo: Studies on movement may provide various types of information on the ecology of different animal groups, from perception and habitat use to inferences on behavioral states. This study aims to characterize movement patterns in thin range of male humpback singers at a reproductive site and to detect effects of singing males abundancy and presence of vessels. Additionally, we verified if it is possible the inference of different behavioral states of singer males through their trajectory. Data collection was done using arrangements of autonomous acoustic recorders developed by the Bioacoustics Research Program of Cornell University – EUA. The study was conducted at the reproductive site of the humpback whales from the Western South Pacific, located at the Abrolhos Bank, state of Bahia, Brazil, during the reproductive season of 2005. Singing humpback males were identified through the detection of their sounds by visual inspection of the recording spectrograms. Singers positions were estimated through location of each sound identified with good quality in at least three of five audio channels through a custom algorithm in a MATLAB environment. Detection of vessels events was done the same way. Trajectories were built from location points after using the Kalman filter. Trajectories were arranged in categories such as singers abundancy (low = up to two singers and high = from three singers on) and vessel presence (presence and absence). Functions of probability distribution were built for us to test, by likelihood analysis, which distribution adjusts better to our data. A selection of competing models was done, including as models analysis categories (abundancy and presence of vessels) and distribution functions adjusted to our data. The predictor variable used was speed of each step. The best model was selected with Akaike’s Information Criterion corrected for small samples (AICc). Movement patterns described differed from previous studies. Our analysis categories were not good to explain data variation, but models were capable of identifying two distinct movement patterns of humpback male singers: slow and constant steps characterizing an exploratory behavioral state interpolated by rare fast steps which characterize a directional movement. Motivations for variation between different behavioral states probably involve different reproductive strategies. Our results showed that trajectory based on acoustic data can be used to infer distinct behavioral states o humpback whales through the analysis of movement patterns.
metadata.dc.description.resumo: Estudos sobre movimentação podem fornecer diversos tipos de informações sobre a ecologia de diferentes grupos animais, desde padrões de uso de habitat até inferências sobre estados comportamentais. O presente trabalho tem como objetivo a caracterização dos padrões de movimentação em fina escala dos machos cantores de Jubarte em um sítio reprodutivo para detectar efeitos da abundância de machos cantores e da presença de embarcações. Adicionalmente, buscou-se verificar se é possível fazer inferências sobre os estados comportamentais dos cantores através das suas trajetórias. A coleta dos dados foi feita utilizando-se arranjos de gravadores acústicos autônomos desenvolvidos pelo Programa de Pesquisas em Bioacústica da Universidade de Cornell - EUA. O estudo foi realizado no sítio reprodutivo das baleias Jubarte do Pacífico Sul Ocidental localizado no Banco dos Abrolhos-BA durante a temporada reprodutiva de 2005. Os machos cantores de Jubarte foram identificados através da detecção dos seus sons por meio da inspeção visual dos espectrogramas das gravações. As posições dos cantores foram estimadas através da localização de cada som identificado com boa qualidade em pelo menos 3 dos 5 canais de áudio através de algoritmo customizado em ambiente MATLAB. Da mesma forma foi realizada a detecção dos eventos de embarcações. As trajetórias foram construídas a partir dos pontos de localização após uso do filtro Kalman. As trajetórias foram classificadas em categorias de abundância de cantores (baixa = até dois cantores e alta = a partir de três cantores) e de presença de barco (presença e ausência). Funções de distribuição de probabilidade foram construídas a fim de testarmos, por meio da análise de máxima verossimilhança, qual distribuição se ajustaria melhor aos nossos dados. Foi feita uma seleção de modelos concorrentes incluindo como modelos as categorias de análise (abundância e presença de barcos) e as funções de distribuição ajustadas aos dados. A variável preditora utilizada foi a velocidade. O melhor modelo foi escolhido com o Critério de Informação de Akaike corrigido para pequenas amostras (AICc). Os padrões de movimentação descritos diferiram de estudos prévios. Nossas categorias de análise não se mostraram boas para a explicar a variação dos dados, mas os modelos foram capazes de identificar dois padrões distintos de movimentação de machos cantores de jubarte: passos lentos e constantes caracterizando um estado comportamental exploratório intercalados por raros passos rápidos que caracterizam um movimento direcional. As motivações para a alternância entre os diferentes estados comportamentais provavelmente envolvem diferentes estratégias reprodutivas. Nossos resultados mostraram que trajetórias baseadas em dados acústicos podem ser utilizadas para a inferência de estados comportamentais distintos de baleias jubarte através da análise dos padrões de movimentação.
URI: http://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/21313
Aparece nas coleções:PPGPSICO - Mestrado em Psicobiologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
LauraKyokoHonda_DISSERT.pdf3,52 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.