Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/21322
Título: Atividade biorremediadora de Chromobacterium violaceum a metais pesados em ambientes aquáticos no semiárido brasileiro: ações para vigilância ambiental e educação em saúde
Título(s) alternativo(s): The activity of Chromobacterium violaceum in bioremediation of heavy metals in aquatic environment in brazilian semiarid: actions for monitoring environmental and health education
Autor(es): Alencar, Feliphe Lacerda Souza de
Palavras-chave: Semiárido;Qualidade hídrica;Metais pesados;Resistência bacteriana;Biorremediação;Abordagem didática e Chromobacterium violaceum
Data do documento: 28-Jan-2016
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: ALENCAR, Feliphe Lacerda Souza de. Atividade biorremediadora de Chromobacterium violaceum a metais pesados em ambientes aquáticos no semiárido brasileiro: ações para vigilância ambiental e educação em saúde. 2016. 157f. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento e Meio Ambiente) - Centro de Biociências, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2016.
Resumo: The low water quality in the Brazilian Semiarid, in the most of cases is associated to human activities, such as the release of metallic waste from the mined industry. This study aims to compare and discuss the research evolution performed worldwide, which made use of the potential of C. violaceum for bioremediation of heavy metals; understand the bioremediation and phenotypic resistance patterns in wild and Standard strains (ATCC 12472) of heavy metals, iron (Fe), zinc (Zn) and manganese (Mn), in differents responce time, concentrations and metal interactions; evaluate the physicochemical and microbiological parameters in Engenheiro Armando Ribeiro Gonçalves reservoir, located in the county of Jucurutu (semiarid region of Rio Grande do Norte - RN); analyze the approach of the subject bioremediation in textbooks from elementary and high school appointed by 2014 and 2012 PNLD, respectively, as well as developing an educational product targeted to approaching the technical and scientific knowledge and the environment interface. The systematic review was limited to research published between 2001 to 2015, using LILACS, PubMed, and SciELO databases. The evaluation of C. violaceum resistance for heavy metals occurred in decreasing concentrations of Fe, Zn and Mn, at intervals of 24, 48 and 72 hours by a full factorial design 23; the isolation and microbiological identification were performed according to the methodology recommended by the Standard Methods for Examinations of Water and Wastewater; the evaluation the use of the potential of C. violaceum for bioremediation of heavy metals was performed by atomic absorption spectrophotometry (AAS), while the analysis of the reporting units was carried out from the adaptation of Bardin content analysis methodology (2004). The systematic survey showed that bioleaching technique was further discussed; gold was the bioremediated substrate most mentioned, and cyanidation was the prevalent phenotypic mechanism. Genetic mechanisms were mentioned in 29.4% of the publications, and among proteins transcribed by C. violaceum 18.3% were hypothetical. Whereas experimental data indicated that both strains of C. violaceum showed resistance to the metals tests on different scales concentrations, interactions and exposure intervals (p<10-5). However that wild showed a more efficient acute phase response compared to the standard, especially for metal concentrations from 80 to 480 g/100 mL x 10-3. The physicochemical water analysis revealed acceptable parameters as the current resolution, except for point five, as regards the analysis of pH, on this point was the isolation of C. violaceum, whose the use in bioremediation of Fe, Zn and Mn showed more efficient as the ATCC strain (p<10-5). Finally, the educational axis directed to the analysis of the textbooks showed that all of them, although they were recommended by PNLD, showed shortcomings regarding the subject bioremediation, making it necessary to develop educational materials aiming at to supply such an approach. The evaluated data demonstrated the fundamental importance of C. violaceum in bioremediation of heavy metals and highlights the importance of environmental monitoring, development and application of bioremediation in impacted environments and emphasizes the need to reworking the environmental education and biotechnology interface, in order to enable the teacher and high school and fundamental students to a critical reflection about the relationships involving environmental pollution and possible mitigation tools of this problem.
metadata.dc.description.resumo: A baixa qualidade hídrica no semiárido brasileiro, em grande parte associa-se a ação antrópica, tal como o lançamento de resíduos metálicos oriundos da indústria minerada. O presente estudo objetiva comparar e discutir a evolução das pesquisas realizadas em âmbito mundial, as quais fizeram uso do potencial biorremediador da Chromobacterium violaceum a metais pesados; compreender a capacidade biorremediadora e avaliar os padrões fenotípicos de resistência em cepas selvagens e padrões (ATCC 12472) de C. violaceum diante dos metais pesados, Ferro, Zinco e Manganês, em diferentes concentrações e interações metálicas; analisar os parâmetros físico-químicos e microbiológicos do reservatório Engenheiro Armando Ribeiro Gonçalves, situado do município de Jucurutu (região semiárida do Rio Grande do Norte - RN); verificar a abordagem da temática biorremediação em livros didáticos do ensino fundamental e médio indicados pelo PNLD 2014 e 2012, respectivamente, assim como desenvolver um produto didático direcionado à contextualização da interface conhecimento técnico-científico e meio ambiente. A revisão sistemática foi limitada a trabalhos publicados entre 2001 e 2014, utilizando-se dos bancos de dados LILACS, PubMed e SciELO. A avaliação da resistência de C. violaceum aos metais pesados ocorreu em concentrações decrescentes de Fe, Mn e Zn, durante intervalos de 24, 48 e 72 horas por planejamento fatorial completo 23; o isolamento e a identificação microbiológica foram realizados conforme metodologia preconizada pelo Standard Methods for Examinations of Water and Wastewater; a avaliação da capacidade biorremediadora de C. violaceum por espectrofotometria de absorção atômica (EAA), enquanto que a análise das unidades de registro a partir da adaptação da metodologia de análise de conteúdo de Bardin (2004). A biolixiviação foi a técnica mais discutida; o ouro o substrato biorremediado mais citado e a cianetação o mecanismo fenotípico prevalente. Mecanismos genéticos foram citados em 29,4% das publicações e entre as proteínas transcritas por C. violaceum 18,3% eram ditas hipotéticas. Ambas as cepas de C. violaceum apresentaram resistência aos metais testes em diferentes escalas de concentrações, interações e intervalos de exposição. No entanto aquelas selvagens apresentaram uma resposta de fase aguda mais eficiente comparadas às padrões, sobretudo para as concentrações de 80 a 480 g/100ml x 10-3. A análise físico-química da água revelou parâmetros aceitáveis, conforme a resolução vigente, exceto para o ponto 5, no que tange a análise do pH, nesse ponto ocorreu o isolamento da C. violaceum, cuja capacidade biorremediadora aos elementos Fe, Mn e Zn mostrou-se mais eficiente quanto às cepas ATCC. Todos os livros didáticos analisados, embora tenham sido recomendados pelo PNLD, apresentaram carências quanto à temática biorremediação, fazendo-se necessário o desenvolvimento de materiais didáticos que visem suprir tal abordagem. Os dados avaliados demonstram a fundamental importância da C. violaceum como microorganismo biorremediador de metais pesados e evidencia a importância do monitoramento ambiental, desenvolvimento e aplicação da biorremediação em ambientes impactados, bem como destaca a necessidade da reformulação da interface educação ambiental e biotecnologia, com a finalidade de possibilitar ao docente e ao estudante de ensino médio e fundamental uma reflexão mais crítica sobre as relações que envolvem a poluição ambiental e as possíveis ferramentas mitigadoras dessa problemática.
URI: http://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/21322
Aparece nas coleções:PRODEMA - Mestrado em Desenvolvimento e Meio Ambiente

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
FelipheLacerdaSouzaDeAlencar_DISSERT.pdf4,71 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.