Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/21394
Título: Estudo da associação dos genes TLR2, TLR4, MYD88 e de citocinas pró-inflamatórias com a nefropatia diabética em pacientes com diabetes tipo 1.
Autor(es): Ururahy, Marcela Abbott Galvão
Palavras-chave: Diabetes tipo 1;Nefropatia diabética;Expressão gênica;Polimorfismos;Exossomos urinários;WT-1
Data do documento: 17-Fev-2014
Citação: URURAHY, Marcela Abbott Galvão. Estudo da associação dos genes TLR2, TLR4, MYD88 e de citocinas pró-inflamatórias com a nefropatia diabética em pacientes com diabetes tipo 1. 2014. 88f. Tese (Doutorado em Ciências da Saúde) - Centro de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2014.
metadata.dc.description.resumo: Os objetivos do presente trabalho foram estudar a associação de polimorfismos e da expressão do mRNA dos genes TLR2, TLR4, MYD88, IL1B, IL6 e TNFA com a nefropatia diabética em crianças e adolescentes com Diabetes mellitus tipo 1 (DM1), assim como investigar o potencial papel do WT-1 nos exossomos urinários como um biomarcador sensível e não invasivo de dano glomerular nestes pacientes. No total, foram incluídos no estudo 144 crianças e adolescentes com DM1 e 173 indivíduos normoglicêmicos (NG) da mesma faixa etária. Foram pesquisados os polimorfismos dos genes IL6 (-634C>G e -174G>C), IL1B (3954C>T e -511C>T), TNFA (-308G>A) e TLR2 (1350T>C), determinadas as expressões gênicas de IL6, IL1B, TNFA, MYD88, TLR2 e TLR4, e quantificado o WT-1 em exossomos urinários. Além disso, foram avaliados o controle glicêmico, os lipídios séricos e parâmetros laboratoriais de função renal. Os indivíduos com DM1 apresentaram um controle glicêmico insatisfatório e valores aumentados de colesterol total, LDL-colesterol e da relação albumina:creatinina (RAC), quando comparados com os NG (p<0,05). O polimorfismo IL6 -174G>C foi associado com susceptibilidade ao DM1 (p<0,05). Estudando apenas os indivíduos com DM1, foi observado que os carreadores do genótipo IL6 -174CC apresentaram maiores concentrações de RAC, colesterol total e LDL-colesterol, no modelo recessivo (p<0,05); já os carreadores do genótipo TNFA -308AA apresentaram um aumento nas concentrações séricas de HDL-colesterol, também no modelo recessivo (p<0,05). A relação WT-1:creatinina apresentou-se significativamente aumentada nos indivíduos com DM1 e microalbuminúria quando comparados com ambos os grupos DM1 sem microalbuminúria e NG (p<0,05). Esses resultados sugerem que o polimorfismo IL6 -174G>C pode contribuir para o desenvolvimento do DM1 e da nefropatia diabética, que o TNFA -308G>A pode conferir proteção contra a doença renal induzida pelo DM1 e que o WT-1 nos exossomos urinários seria um indicador precoce de dano em podócitos.
URI: http://hdl.handle.net/123456789/21394
Aparece nas coleções:PPGCSA - Doutorado em Ciências da Saúde

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
MarcelaAbbottGalvaoUrurahy_TESE.pdf813,94 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.