Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/21408
Título: Estudo crítico dos discursos na fanpage Claudia online: permanências ou rupturas?
Autor(es): Meira, Guianezza Mescherichia de Góis Saraiva
Palavras-chave: Análise crítica do discurso;Papéis femininos;Tradições;Mudanças sociais;Identidades
Data do documento: 19-Abr-2016
Citação: MEIRA, Guianezza Mescherichia de Góis Saraiva. Estudo crítico dos discursos na fanpage Claudia online: permanências ou rupturas?. 2016. 180f. Tese (Doutorado em Estudos da Linguagem) - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2016.
Resumo: The roles played by women in late modernity (MOITA LOPES, 2013) encouraged the interest of a great number of national and international researchers. The term emancipating in anyway has been of disagreement and controversy, taking into account the fact that the woman, even though has conquered the labor market, continues to play the roles imposed by society ─ of mother, wife and of housewife. At the same time, women's magazines, mainly Claudia magazine, have assumed the purpose to guide women in the performance of their multiple functions: how to educate their children, how to take care of their home, how to please their spouse, and even how to succeed in their professional careers. Circumscribed in this context, this thesis aims at investigating the permanence and the ruptures that are expressed in women's speeches posted in the fan page of Claudia magazine online, testifying how social roles and power relations influence the (trans)formation of female identities. Due to this scope, this research is based on the theoretical framework postulated by the Critical Discourse Analysis (CDA); specifically, in the Sociological and Communication of Discourse Approaches (ASCD) ─ that is being developed at the Universidade Federal do Rio Grande do Norte, in partnership with the Universidade Federal de Sergipe, coordinated by the PhD Profesor Cleide Emilia Faye Pedrosa (Pedrosa, 2012). This study is also based, during the investigation, on knowledge of Systemic Functional Linguistics (SFL); especially regarding to the Appraisal System; in Sociology for Social Change and Cultural Studies. Methodologically, the research is anchored in the qualitative-interpretative paradigm (MOITA LOPES, 2006), circumscribed to Human and Social Sciences, focusing on Applied Linguistics (LA). The data of this research is made up of twenty-four postings, divided into six recurring themes, in the fan page of Claudia Magazine online. The results show that the fan page Claudia online, in fact, discusses the roles that women play in our social context. It is also observed that some of these roles were solidified due to conservative parameters of society, perpetuating itself for many generations and being naturalized to female gender. The finding is, therefore, that there is a permanence of the imposed roles, and that, in late modernity, women have come to play so many other roles, deserving to highlight the fact that nowadays the woman works outside, invests in academic education, visits regularly the gym, drives a car, attends the school meetings of their children, frequents beauty salon, manages their own incomes, delegates household jobs to the housemaid; finally, she carries out many tasks simultaneously, establishing thus the accumulation of positions held by women, which justifies the label attributes of "wonder woman", and leads to disruption in patterns and in the implementation of women's roles.
metadata.dc.description.resumo: Os papéis assumidos pelas mulheres na modernidade recente (MOITA LOPES, 2013) despertaram o interesse de inúmeros pesquisadores nacionais e internacionais. O termo emancipação tem sido gerador de discordâncias e polêmicas, tendo-se em conta o fato de que a mulher, mesmo havendo ingressado no mercado de trabalho, continua a exercer os papéis socialmente impostos ─ o de mãe, esposa e dona de casa. Em paralelo, as revistas femininas, em especial a revista Claudia, assumiram o propósito de orientar as mulheres no desempenho de suas muitas funções: como educar os filhos, como cuidar do lar, como agradar o cônjuge, e até como ter sucesso na carreira profissional. Circunscrita nesse contexto, esta tese visa revelar as permanências e as rupturas que se manifestam nos discursos femininos registrados na fanpage Claudia online, testemunhando como os papéis sociais e as relações de poder influenciam na (trans)formação das identidades femininas. Em função desse alcance, buscou-se uma sustentação teórica nos postulados da Análise Crítica do Discurso (ACD); mais especificamente, na Abordagem Sociológica e Comunicacional do Discurso (ASCD) ─, que, por sua vez, está sendo desenvolvida na Universidade Federal do Rio Grande do Norte, em concomitância com a Universidade Federal de Sergipe, sob a coordenação da professora Dr.ª Cleide Emília Faye Pedrosa (PEDROSA, 2012). Também se fez ancoragem, neste percurso investigativo, em saberes da Linguística Sistêmico-Funcional (LSF); especialmente, no que concerne ao Sistema de Avaliatividade; na Sociologia para Mudança Social e nos Estudos Culturais. A ancoragem metodológica firma-se no paradigma qualitativo-interpretativista (MOITA LOPES, 2006), circunscrito às Ciências Humanas e Sociais, com foco na Linguística Aplicada (LA). O corpus compõe-se de vinte e quatro postagens, divididas em seis temáticas recorrentes na fanpage Claudia online. Os resultados indicam que a fanpage Claudia online discute, de fato, os papéis que as mulheres exercem em nosso meio social. Observa-se, ainda, que alguns desses papéis foram solidificados devido aos parâmetros conservadores da sociedade, perpetuando-se por muitas gerações e sendo naturalizados ao sexo feminino. A constatação é, pois, a de que há permanência dos papéis impostos, e de que, na modernidade recente, as mulheres passaram a exercer outros tantos papéis, merecendo destacar o fato de que, hoje, a mulher trabalha fora, investe na formação acadêmica, frequenta academia diariamente, dirige automóvel, participa das reuniões escolares dos filhos, vai ao salão de beleza, administra o próprio salário, delega funções à secretária doméstica; enfim, executa muitas tarefas concomitantemente, configurando-se, assim, o acúmulo de funções exercidas pelas mulheres, o que justifica a atribuição do rótulo de “mulher maravilha”, e leva à ruptura nos padrões e na execução dos papéis femininos.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/21408
Aparece nas coleções:PPGEL - Doutorado em Estudos da Linguagem

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
GuianezzaMescherichiaDeGoisSaraivaMeira_TESE.pdf2,75 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.