Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/21563
Título: Obtenção de sistemas macroemulsionados a partir de óleos vegetais, para incorporar extrato seco de punica granatum
Autor(es): Abrantes, Antonio César Nobre de
Palavras-chave: Emulsões O/A;Extrato punica granatum;Óleo gergelim;Óleo linhaça e lecitina
Data do documento: 30-Jun-2016
Citação: ABRANTES, Antonio César Nobre de. Obtenção de sistemas macroemulsionados a partir de óleos vegetais, para incorporar extrato seco de punica granatum. 2016. 88f. Dissertação (Mestrado em Química) - Centro de Ciências Exatas e da Terra, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2016.
Resumo: Emulsions are formulations used in different industry segments, mainly in the food, pharmaceutical, cosmetic industry. The Linum usitatissimum and Sesamun indicum oils have anti-inflammatory properties, due to the presence of essential fatty acids and they can be applied in the preparation of drugs for the pharmacological potential. The aim of this study was to use the dried extract of Punica granatum to incorporate in the macro emulsified system, as active one, for herbal application. The emulsions were obtained from ternary diagram using distilled water as aqueous phase and Glycine max lecithin as surfactant. In preparing the two diagrams in the oil phase, the Linum usitatissimum and Sesamun indicum oils were used. In the diagrams obtained in the region of emulsion type O / A, they were selected six systems (three in the diagram) due to presenting greater stability. Preservatives added to systems were methylparaben (Nipagin®) and propylparaben (Nipazol®) and stabilizer of emulsions, hydrocolloid xanthan gum (xanthan gum). From peel Punica granatum plant, was obtained the aqueous extract, and then lyophilized. They have been defined three percentage (0.3%, 0.5% and 1.0%) of lyophilized extract in each system. These formulations were characterized by measuring pH techniques, viscosity, conductivity, accelerated stability and thermal stability. Before adding the bioactive was used the spectrophotometry in the ultravioleta and infrared to quantify the bioactive present in the pomegranate peel powder, and was also applied to the optical microscopy technique to determine the droplet size. The formulations with the addition of the dry extract of Punica granatum had their pH values decreased and viscosity increased as higher was the percentage of the extract in the medium. This happens because the extract has phenols of acid character and the largest amount of extract in the middle needs more molecules to hydrate this formulation, making the middle less free water.
metadata.dc.description.resumo: As emulsões são formulações empregadas em diferentes segmentos da indústria, principalmente na área alimentícia, terapêuticas, cosméticas. Os óleos de Linum usitatissimum e Sesamun indicum apresentam propriedades anti-inflamatórias, em razão da presença de ácidos graxos essenciais, podendo ter aplicação na preparação de medicamentos pelo potencial farmacológico. O objetivo desse trabalho foi usar as propriedades farmacológicas do Punica granatum, como ativo, em sistema emulsionado, para aplicação fitoterápica. As emulsões foram obtidas a partir de diagrama ternário utilizando a água destilada como fase aquosa e a lecitina de Glycine max como tensoativo. Na preparação dos dois diagramas, na fase oleosa, utilizou-se os óleos de Linum usitatissimum e Sesamun indicum. Nos diagramas obtidos, na região de emulsão do tipo O/A, foram escolhidos seis sistemas (três em cada diagrama) por apresentar maior estabilidade. Os conservantes adicionados aos sistemas foram metilparabeno (Nipargin) e propilparabeno (Nipazol) e o estabilizador de emulsões, hidrocolóide Xanthan Gum (goma xantana). Da casca do vegetal Punica granatum foi obtido extrato aquoso, e em seguida liofilizado. Foram definidos três percentuais (0,3%, 0,5% e 1,0%) de extrato liofilizado em cada sistema. Essas formulações foram caracterizadas através das técnicas de medida pH, viscosidade, condutividade, estabilidade acelerada e estabilidade térmica. Antes de adicionar o bioativo foi empregada a espectrofotometria no Ultravioleta para quantificar o bioativo presente no pó da casca da romã. A formulações com a adição do extrato tiveram seus valores de pH diminuídos e viscosidade aumentada quanto maior foi o percentual do extrato no meio. Isso se deve por que o extrato apresenta fenóis de caráter ácido e a quantidade maior de extrato no meio precisa de mais moléculas para hidratar esse extrato, tornando o meio com menos água livre.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/21563
Aparece nas coleções:PPGQ - Mestrado em Química

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
AntonioCesarNobreDeAbrantes_DISSERT.pdf2,72 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.