Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/21679
Título: Programa minha casa, minha vida em municípios de pequeno porte: efeitos na microrregião de Baixa Verde-RN
Autor(es): Barreto, Márcio Pereira
Palavras-chave: Microrregião de Baixa Verde;Rio Grande do Norte;Política habitacional;Política urbana;Programa Minha Casa, Minha Vida
Data do documento: 15-Jul-2016
Citação: BARRETO, Márcio Pereira. Programa minha casa, minha vida em municípios de pequeno porte: efeitos na microrregião de Baixa Verde-RN. 2016. 170f. Dissertação (Mestrado em Arquitetura e Urbanismo) - Centro de Tecnologia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2016.
Resumo: It is intended to bring out the effects of the Programa Minha casa, Minha Vida in small cities with less than 50,000 inhabitants in the micro-region of Baixa Verde, in the state of Rio Grande do Norte. The launch of the Program, established by the federal government in 2009, was surrounded by expectations and with many challenges in view, with the purpose of reducing the housing deficit in the country, especially for families with income of up to 3 minimum wages. Based on field research added to the bibliographical and documentary study of information sources dealing with inherent issues both to the housing policy and for the effects of this at the municipal level / micro-regional and upon cartographic construction and application of research forms, sought to answer the main effects that the implementation of PMCMV has brought to the towns of micro-region of Baixa Verde/ RN. It was aimed to evaluate the impacts of the Programa Minha casa, Minha Vida specifically in the refer micro region, analyzing the social, economic and political effects of the program in the local spaces, identifying who are the beneficiaries of micro-regional level by checking the degree of satisfaction and Evaluation of the residents in relation to Housing Projects of this micro-region program, checking if the construction of these houses has promoted the socio-spatial segregation this population. The concept of territory, city, social interest habitation, urban politic and the dialog between different authors are used as methodological analysis capabilities. As results, it was noted the access of the population share of lower purchasing power to local housing policy and the integration of housing and urbanity projects. However the segregation is also present, although in distinguished scales of seizure, not having correlation between the urban and housing policy form of mitigation of this phenomenon. This research brings a certain advancement regarding the contributions to the analysis relating to social housing, opening the possibility of new investigations relating to housing policy, small towns and how is the territorial effects of government actions in this space.
metadata.dc.description.resumo: Pretende-se trazer à tona os efeitos do Programa Minha Casa, Minha Vida em pequenos municípios com menos de 50 mil habitantes na Microrregião de Baixa Verde, no estado do Rio Grande do Norte. O lançamento do Programa, instituído pelo Governo federal em 2009, foi cercado de expectativas e com muitos desafios em vista, tendo o propósito de diminuir o déficit habitacional no país, principalmente para as famílias com renda de até 3 salários mínimos. Com base na pesquisa de campo somada ao estudo bibliográfico-documental de fontes de informações que tratam de questões inerentes tanto à política habitacional quanto aos efeitos desta em nível municipal/microrregional e mediante construções cartográficas e aplicação de formulários de pesquisa, buscou-se responder quais os principais efeitos que a implementação do PMCMV vem trazendo para as cidades da microrregião de Baixa Verde/RN. Objetivou-se avaliar os impactos do Programa Minha Casa, Minha Vida especificamente na referida microrregião, analisando os efeitos sociais, econômicos políticos e territoriais do programa nos espaços locais, identificando quem são os beneficiários em nível microrregional, verificando o grau de satisfação e a avaliação dos moradores em relação aos empreendimentos habitacionais do programa nessa microrregião, averiguando se a construção dessas moradias tem promovido à segregação sócioespacial dessa população. Os conceitos de território, cidade, habitação de interesse social, política urbana e o diálogo entre diferentes autores são utilizados como recursos metodológicos de análise. Como resultados obtidos, notou-se o acesso da parcela populacional de menor poder aquisitivo a política habitacional local, bem como a integração dos empreendimentos habitacionais a urbanidade. Contudo a segregação também é presente, mesmo que em distintas escalas de apreensão, não havendo correlação entre a política urbana e habitacional com forma de amenização de tal fenômeno. Essa pesquisa traz como certo avanço no que se refere as contribuições às análises referentes a habitação de interesse social, abrindo a possibilidade de novas investigações referentes a política habitacional, as pequenas cidades e como se dá os efeitos territoriais destas ações governamentais nesse espaço.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/21679
Aparece nas coleções:PPGAU - Mestrado em Arquitetura e Urbanismo

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
MarcioPereiraBarreto_DISSERT.pdf2,37 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.