Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/21704
Título: Repensando a socialização na educação infantil: o entendimento e as práticas na formação docente do curso de pedagogia
Autor(es): Oliveira, Maria Patrícia Costa de
Palavras-chave: Educação infantil;Sociologia da infância;Curso de Pedagogia;Imagem de infância;Criança e educação;Socialização escolar infantil
Data do documento: 26-Jul-2016
Citação: OLIVEIRA, Maria Patrícia Costa de. Repensando a socialização na educação infantil: o entendimento e as práticas na formação docente do curso de pedagogia. 2016. 150f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Centro de Educação, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2016.
Resumo: Cette étude a comme thématique les contributions critiques et pédagogiques de la Sociologie de l’Enfance (SE) pour la formation et la pratique de l’enseignant en l’Éducation Infantile (EI), spécialement dans ler rapport entre socialisation infantile et apprentissage scolaire dans la formation de pédagogie. Sous la perspective de la SE on a investigué comment la socialisation de l’enfant dans l’EI est vue pendant la formation en pédagogie, y compris une réflexion critique de leurs fondements et les expériences des stages dans cettes institutions d’enseignement. Avec un approche qualitative et compréhensif on a focalisé comme locus de recherche le champ de formation de pédagogie à l’UFRN-Universidade Federal do Rio Grande do Norte, campus central, ayant comme sujets les étudiants avec expérience dans le stage curriculaire de l’EI. Comme objectif général on a cherché a contribuer sur la formation des enseignants qui pourront travailler avec des enfants, analysant les conceptions et les pratiques éducatives associées aux formes de socialisation scolaire de l’enfance. Comme objectifs spécifiques on a examiné les changements, du Moyen Age aux temps contemporains, de la configuration des images de l’enfant, enfance et éducation; également on a révisé les théories pour la socialization infantile d’orientation adultocentrique et les critiques que lui sont posées par les orientations interactionistes. A partir des paroles des stagiaires on a perçu certaines de leurs perceptions sur la socialisation des enfants à l’EI: on comprend qu’on doit respecter les expressions de l’individualité et de l’auto-organisation des enfants, pourtant on donne moins d’importance à leurs formes de socialisation dans les activités controlées par les enseignantes; la médiation des apprentissages ne vise pas le développement de l’autonomie des enfants, parce que ce qu’est cherché est la conformité des expériences infantiles aux objectifs pédagogiques des enseignantes; la majorité des stagiaires considère que le rôle le plus important des actions des enseignantes est le contrôle social du groupe, cependant ils ont reconnu que parallèlement ce qui plus se dégageait dans la socialisation scolaire était l’interaction entre les enfants eux-mêmes. En conclusion, on peut déduire que pour les futurs pédagogues, par l’insuffisance de leurs connaissances sociologiques de formation, serait difficile qu’ils intégrassent dans leurs pratiques pédagogiques la perspective des enfants sur leur propre socialisation scolaire. Alors, sous la condition de ne pas devenir davantage une autre champ disciplinaire théoriciste et bureaucratique, la Sociologie de l’Enfance apporterait beaucoup de contributions à la formation et à l’action pédagogique des enseignants de l’Éducation Infantile.
metadata.dc.description.resumo: Este estudo tem como temática as contribuições críticas e pedagógicas da SI-Sociologia da Infância para a formação e a prática docente na EI-Educação Infantil especialmente na relação entre socialização infantil e aprendizagem escolar, na formação do curso de pedagogia. Com a perspectiva da SI, se investigou como socialização da criança na EI é vista durante a formação em pedagogia. incluindo uma reflexão crítica dos seus fundamentos e as experiências dos estágios nessas instituições de ensino. Com uma abordagem qualitativa e compreensiva, se focou como locus de pesquisa o campo de formação no curso de Pedagogia da UFRN­ Universidade Federal do Rio Grande do Norte, campus central, tendo como sujeitos os estudantes com experiência no estáqio curricular da EI. Como objetivo geral, buscou-se contribuir na formação dos professores que poderão trabalhar com crianças, analisando as concepções e as práticas educativas relacionas às formas de socialização escolar da infância. Como objetivos específicos, se examinou as mudanças, da Idade Média até os tempos contemporâneos, na configuração das imagens de criança, infância e educação; também se revisou as teorias para a socialização infantil de orientação adultocêntrica e as críticas que lhe são feitas pelas orientações interacionistas. A partir das falas dos estagiários, percebeu-se algumas de suas percepções sobre a socialização das crianças na EI: compreende­ se e que se deve respeitar as expressões da individualidade e da auto-organização das crianças, mas se dá menos importância a suas formas de socialização nas atividades controladas pelas professoras; a mediação das aprendizagens não visa desenvolver a autonomia das crianças, pois o que se busca é a conformidade das experiências infantis aos objetivos pedagógicos das professoras; a maioria dos estagiários considerava que o papel mais importante das ações de professoras é o controle social do grupo, porém, reconheceram que paralelamente o que mais se destacava na socialização escolar era a interação entre as próprias crianças. Concluindo, se poderia deduzir que para os futuros pedagogos, pela insuficiência dos seus conhecimentos sociológicos de formação, seria difícil que eles integrassem nas suas práticas pedagógicas a perspectiva das crianças sobre a própria socialização escolar. Então, desde que não se tornasse mais um campo disciplinar teoricista e burocrático, a Sociologia da Infância traria muitas contribuições na formação e para a ação pedagógica dos professores da Educação Infantil.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/21704
Aparece nas coleções:PPGED - Mestrado em Educação

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
MariaPatriciaCostaDeOliveira_DISSERT.pdf1,55 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.