Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/21810
Título: Obtenção de compósito Al2O3 / W a partir da redução aluminotérmica do Al + APT, com ignição a plasma
Autor(es): Souza, Eraldo Câmara de
Palavras-chave: Tocha de plasma;Redução aluminotérmica;Paratungstato de amônia e alumínio
Data do documento: 22-Jul-2016
Citação: SOUZA, Eraldo Câmara de. Obtenção de compósito Al2O3 / W a partir da redução aluminotérmica do Al + APT, com ignição a plasma. 2016. 107f. Tese (Doutorado em Engenharia Mecânica) - Centro de Tecnologia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2016.
Resumo: In this work composite alumina – tungsten (Al2O3 – W) was obtained from the aluminothermic reaction of ammonium paratungstate (APT) and aluminum powders, mixed and grounded in high-energy mill. So the powder obtained was inserted in a plasma torch feeder, driven by a flux of argon, and when interacted with the plasma, was abruptly heated to the aluminum ignition temperature, reacts exothermically. The product of this reaction was deposited on a brass substrate. The influence of variation ignition/powder feeding as well as the distance from torch until substrate were analysed. Alternatively a confinement device for the plasma jet was attached in order to adjust the substrate dimensions. Chemical composition, phases and phase distribution of these composite materials were characterized. The X – ray diffraction was used to analyze the existent phases; the Scanning Electron Microscopy (SEM) was used to perform the morphological aspect of the powder; and finally the Energy Dispersive Spectroscopy (EDS) was used for analyzing the chemical composition. The composites obtained by using confined plasma flux showed greater percentage reduction from the amount of W mainly when the feed/injection flow of 5 l/min and 40 mm of distance away torch-substrate were set up.
metadata.dc.description.resumo: Neste trabalho foram obtidos compósitos alumina - tungstênio (Al2O3 – W), a partir da reação aluminotérmica dos pós de paratungstato de amônia (APT) e alumínio, misturados e moídos em moinho de alta energia. O pó obtido na moagem foi inserido numa tocha de plasma, impulsionado por um jato de argônio, e ao interagir com o plasma, foi aquecido abruptamente até a temperatura de ignição do alumínio, reagindo exotérmicamente. O produto da reação foi depositado sobre um substrato metálico confeccionado em latão. Foram analisadas a influência da variação do fluxo de ignição/alimentação e das distâncias tocha - substrato. Alternativamente, foi acoplado à tocha, um dispositivo de confinamento do jato de plasma para as dimensões do substrato. Os compósitos foram caracterizados quanto à composição, fases e distribuição de fases. A caracterização das fases foi obtida por difração de raios X, a análise morfológica, através de microscopia eletrônica de varredura - MEV e a análise química, através de espectroscopia de energia dispersiva - EDS. Os compósitos obtidos com o fluxo de plasma confinado apresentaram maior percentual de redução em relação a quantidade de W obtido, principalmente, com o fluxo de alimentação/ignição de 5,0 l/min e 40mm de distância tocha-substrato.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/21810
Aparece nas coleções:PPGEM - Doutorado em Engenharia Mecânica

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
EraldoCamaraDeSouza_TESE.pdf1,92 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.