Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/21964
Título: Relações dialógicas em fanfictions: carnavalização na reescrita da saga Harry Potter na era da convergência
Autor(es): Santos, Gabrielle Leite dos
Palavras-chave: Enunciado concreto;Dialogismo;Carnavalização;Cultura de convergência;Fanfictions
Data do documento: 29-Jul-2016
Citação: SANTOS, Gabrielle Leite dos. Relações dialógicas em fanfictions: carnavalização na reescrita da saga Harry Potter na era da convergência. 2016. 186f. Dissertação (Mestrado em Estudos da Linguagem) - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2016.
Resumo: The forms of cultural consumption unfold in various ways. Currently, these forms have diversified immensely, making it a challenge to understand, not only the settings and ways in which various media converge, but mainly how it influences the culture and current production methods. Established in recent decades, fan culture is one of many contemporary forms of consumption. It united people interested in the same cultural products, allowing them to share their impressions, theories, expectations and frustrations, in regular meetings or on websites and social networks online. This type of consumption has raised a series of questions about the cultural market, from the moment these individuals begin to produce their own products based on the original narratives, of which they are fans, deconstructing and reworking the prevailing unilateral relationships of cultural production. Among these productions are the fanfiction. They are creative writing practices, immersed in a pre-existing universe fictional, in which their authors perform interventions of various kinds, filling gaps, inverting events or creating new ones, permiting additions and subtractions in this universe. This research aimed to analyze the dialogical relationships present in this discursive genre and in particular the movements of carnivalization in fanfiction Un, Deux, Trois, written by MB Writer. This investigation relies on the conceptions from the theory of convergence culture, participatory culture and fan culture (JENKINS, 2009), and the theoretical premise of the dialogical concept of language in accordance with the concepts of concrete utterance, dialogical relationships and carnivalization found in the Bakhtin Circle (2009, 2010, 2011, 2015) . From the analysis, it was conclud that discursive genre fanfiction refers to carnivalization view of the world, to present free and familiar contact language, resume boldness’ popular carnival, by foregrounding taboos, confronting them and deconstructing, ambivalently, questioning the stability and present social order. For this reason, it is opposed to forms of written production hegemonic while centripetal cultural force that ignores imposed official hierarchies, pointing to a future of cultural production fluid and open, populated by carnivals utopias.
metadata.dc.description.resumo: As formas de consumo cultural se desdobraram de diversas maneiras. Na atualidade, elas se diversificaram imensamente, tornando um desafio compreender, não apenas suas configurações e meios, em que várias mídias convergem, mas, principalmente, sua influência na cultura e nos modos de produção atual. Estabelecida nas últimas décadas, a cultura de fã é umas das formas contemporâneas de consumo. Ela reúne pessoas interessadas no mesmo produto cultural, possibilitando-as compartilhar suas impressões, teorias, expectativas e frustrações, em encontros periódicos e em sites e redes sociais online. Essa forma de consumo tem relativizado uma série de questões acerca do mercado cultural, a partir do momento em que esses indivíduos passam a produzir seus próprios produtos, baseados nas obras matrizes das quais são fãs, desconstruindo e reelaborando as relações unilaterais de produção cultural existentes até o momento. Dentre essas produções estão as fanfictions. Estas são práticas de escrita criativas, imersas em um universo ficcional pré-existente, nas quais seus autores realizam intervenções de ordem diversa, preenchendo lacunas, invertendo acontecimentos ou criando novos, podendo ocorrer acréscimos e subtrações nesse universo. Esta pesquisa objetivou analisar as relações dialógicas presentes nesse gênero discursivo e, em particular, os movimentos de carnavalização na fanfiction Un, Deux, Trois, escrita por MB Writer. Para a investigação, tomou-se como fundamento as concepções acerca da cultura de convergência, cultura participativa e cultura de fã (JENKINS, 2009) e, como pressuposto teórico-metodológico, a concepção dialógica de linguagem em consonância com as concepções de enunciado concreto, de relações dialógicas e de carnavalização advindas do Círculo de Bakhtin (2009, 2010, 2011, 2015). A partir da análise, concluiu-se que o gênero discursivo fanfiction remete à cosmovisão carnavalesca de mundo, por apresentar a linguagem de contato livre e familiar, por retomar as ousadias do carnaval popular, por tematizar tabus, confrontando-os e desconstruindo, ambivalentemente, questionando a estabilidade e a ordem social vigente. Por esta razão, ela se opõe às formas de produção escrita hegemônicas, enquanto força cultural centrípeta que ignora as hierarquias oficiais impostas, apontando para um futuro de produção cultural fluido e aberto, povoado pelas utopias carnavalescas.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/21964
Aparece nas coleções:PPGEL - Mestrado em Estudos da Linguagem

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
GabrielleLeiteDosSantos_DISSERT.pdf2,44 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.