Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/21969
Título: Governança de projetos de segurança à luz da governamentalidade: lições da Copa do Mundo FIFA 2014 em Natal/RN
Autor(es): Costa, André Dias
Palavras-chave: Copa do Mundo FIFA 2014;Gerenciamento de projetos;Governamentalidade;Governança;Lições aprendidas;Segurança pública
Data do documento: 30-Jun-2016
Citação: COSTA, André Dias. Governança de projetos de segurança à luz da governamentalidade: lições da Copa do Mundo FIFA 2014 em Natal/RN. 2016. 98f. Dissertação (Mestrado em Administração) - Centro de Ciências Sociais Aplicadas, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2016.
Resumo: In 2014, Brazil hosted the 20ª edition of FIFA World Cup, which took place simultaneously in 12 host cities, among them Natal/RN. The event employed more than 177,000 men and invested R $ 1.1 billion only in the security area. The numbers’ magnitude sets FIFA World Cup 2014 as an important reference for those working in the project management field, due to its complexity and relevance. The Federal Police (PF) was responsible for five areas (borders, immigration, federal and transnational crimes, dignitaries and terrorism) and managed its actions through a program based on its own project management methodology, developed from the Project Management Body of Knowledge (PMBOK).This work aims to analyze, from the perspective of governmentality, the lessons learned in the FIFA World Cup 2014 security program in charge of the Federal Police in the city of Natal/RN. Governmentality proposes to make the autossupervisão become reflexive through spontaneous submission and the employee commitment, which makes external sources of unnecessary surveillance. The approach demanded by the object is qualitative and constitutes a descriptive research that uses documentary analysis as general method to study the lessons learned by the PF in the event, which were later submitted to content analysis aided by the Atlas.ti software. The dissertation addresses the development of its own project management methodology by the Federal Police, based on the Project Management Base of Knowledge and describes the state of the art in governance and governmentality, relating its contents to project management. Having as "corpus" the documented records of the lessons learned by the 21 operational coordinators, the results reveal a mismatch between the formally adopted governance model, internal and organic, consistent with the governmentality theory, and the one effectively used in the event, which was external and mechanicist. The results also helped to identify the common elements between the governance of the event security project and governmentality literature, which were Coherence, Deconcentration, Self-Regulation and Engagement. Finally, this study has identified specific governmentality solutions for the governance of future mega events security projects.
metadata.dc.description.resumo: Em 2014, o Brasil sediou a 20ª edição da Copa do Mundo de Futebol, que ocorreu simultaneamente em 12 cidades-sede, dentre elas Natal/RN. Mais de 177 mil homens e R$ 1,1 bilhão foram empregados somente na área de segurança. A magnitude desses números configura a Copa do Mundo FIFA 2014 como um marco importante para quem atua no campo de gerenciamento de projetos, por sua complexidade e relevância. A Polícia Federal (PF) foi responsável por cinco áreas (fronteiras, imigração, crimes federais e transnacionais, dignitários e terrorismo) e gerenciou suas ações por meio de um programa baseado em uma metodologia de gerenciamento de projetos própria, desenvolvida a partir do guia “Project Management Body of Knowledge” (PMBOK). Este trabalho visa analisar, sob a ótica da teoria da governamentalidade, as lições aprendidas durante a execução do programa de segurança da Copa do Mundo FIFA 2014, a cargo da Polícia Federal, na cidade do Natal/RN. A governamentalidade se propõe a fazer com que a autossupervisão se torne reflexiva por meio da submissão e comprometimento espontâneos do colaborador, o que torna as fontes externas de vigilância desnecessárias. A abordagem demandada pelo objeto é qualitativa, constituindo uma pesquisa descritiva que utiliza a análise documental como método geral para estudar as lições aprendidas pela PF no evento, as quais foram, posteriormente, submetidas à análise de conteúdo auxiliada pelo software Atlas.ti. Os resultados descrevem a metodologia própria de gerenciamento de projetos por parte da PF, baseada no PMBOK, bem como o estado da arte em governança e governamentalidade, relacionando seus conteúdos ao gerenciamento de projetos. Tendo como “corpus” os registros documentados das lições aprendidas pelos 21 coordenadores operacionais, os resultados revelam que há descompasso entre o modelo de governança formalmente adotado, interno e orgânico, compatível com a teoria da governamentalidade, e o efetivamente utilizado no evento, que foi externo e mecanicista. Os resultados também permitiram identificar os elementos comuns entre a governança do projeto de segurança do evento e a literatura de governamentalidade, os quais foram a Coerência, a Desconcentração a Autorregulação e o Engajamento. Por fim, este estudo identificou soluções específicas de governamentalidade para a governança de futuros projetos de segurança de grandes eventos.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/21969
Aparece nas coleções:PPGA - Mestrado em Administração

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
AndreDiasCosta_DISSERT.pdf2,34 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.