Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/21981
Título: Qualidade da água mineral em garrafões de 20l no comércio varejista de Natal, Brasil
Título(s) alternativo(s): Quality of mineral water in 20l bottles at trade retailer in Natal, Brazil
Autor(es): Medeiros, Fernando Antonio Carneiro de
Palavras-chave: Água envasada;Água mineral natural;Água mineral em garrafões de 20l;Coliformes totais;Coliformes fecais
Data do documento: 28-Jul-2016
Citação: MEDEIROS, Fernando Antonio Carneiro de. Qualidade da água mineral em garrafões de 20l no comércio varejista de Natal, Brasil. 2016. 31f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Sanitária) - Centro de Tecnologia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2016.
Resumo: The uncontrolled growth of urban areas, the consequent problems arising from contamination of public drinking water supply sources, people’s concernof a healthier lifestyle, triggering the consumption of consuming less caloric and more natural products led to changes in habits that resulted in a significant and increasing consumption of bottled water around the world. However, in recent decades, many studies began to find cases off bottled mineral water contamination by coliform and other bacteria, as well as changes in physical-chemical properties, resulting in noncompliance with the standards of potability and recommendations fromregulatory bodies, endangering the health of consumers. With that in mind, this study aimed to evaluate the quality of natural mineral water bottled in 20-liter containers, offered by retailers to the population of Natal, RN, Brazil. 64 random samples were taken by stratification in the four administrative regions of the city, considering the official points of salelist and contamination levels for total coliforms found in the pilot sample. The results of more prominent found contamination by total coliforms in 32.81% (± 11.8%) of bottles. Statistical tests of Pearson's coefficient and chi-square association applied found no correlation between total coliforms presence and: distance between points of sale and manufacturers; time of bottling; bottle age; municipal administrative region or storage mode. The comparison of information with another work done in 2015 allowed us to infer that there is an important route of contamination of fecal coliforms between the point of sale in retail and the glass of consumers.
metadata.dc.description.resumo: O crescimento desordenado dos espaços urbanos, os consequentes problemas decorrentes da contaminação dos mananciais de abastecimento público, a preocupação das pessoas com uma vida mais saudável por meio do consumo de produtos menos calóricos e mais naturais levaram a mudanças de hábitos que resultaram em um expressivo e crescente consumo de água mineral em todo o mundo. Entretanto, nas últimas décadas, vários estudos constataram casos de contaminação das águas minerais envasadas por coliformes e outras bactérias, e alterações nas propriedades físico-químicas, resultando na desconformidade com os padrões de potabilidade e recomendações dos órgãos de controle, colocando em risco a saude dos consumidores. Dentro desta problemática, o objetivo deste trabalho foi avaliar a qualidade das águas minerais naturais envasadas em recipientes de 20 litros, oferecida pelo comércio varejista à população do Município de Natal, RN, Brasil. Foram colhidas aleatoriamente 64 amostras de recipientes de 20 litros, mediante estratificação, nas quatro regiões administrativas do município, considerando a listagem oficial de pontos de venda e os níveis de contaminação por coliformes totais encontrados em amostra piloto. Os resultados de mais destaque constataram a presença Coliformes Totais acima de 1,1 NMP/100mL em 32,81% (±11,8%) dos garrafões. Aplicados os testes estatísticos de coeficiente de Pearson e de associação qui-quadrado, não foram encontradas relações entre a contaminação por Coliformes Totais e: distância do ponto comercial à indústria; tempo de envase; idade do garrafão; região administrativa municipal e modo de estocagem. O confronto das informações com outro trabalho realizado em 2015 permitiu inferir que existe uma importante via de contaminação de coliformes fecais entre o ponto de venda no varejo e o copo dos consumidores.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/21981
Aparece nas coleções:PPGES - Mestrado em Engenharia Sanitária

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
FernandoAntonioCarneiroDeMedeiros_DISSERT.pdf2,92 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.