Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/22037
Title: Procedimentos legais e protocolos sobre a sistemática de aquisição de cadáveres na Universidade Federal do Rio Grande Do Norte para o ensino de anatomia humana
Authors: Camara, Celcimar Alves
Keywords: Aquisição de cadáveres;Ensino;Anatomia humana
Issue Date: 10-Apr-2015
Citation: CAMARA, Celcimar Alves. Procedimentos legais e protocolos sobre a sistemática de aquisição de cadáveres na Universidade Federal do Rio Grande do Norte para o ensino de anatomia humana. 2015. 53f. Dissertação (Mestrado Profissional em Ensino na Saúde) - Centro de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2015.
Portuguese Abstract: A disponibilidade de cadáveres para estudo e pesquisa vinha sendo feita tradicionalmenteutilizando-se corpos não reclamados sem grandes formalidades. Com a complexidadejurídica, social, ética e moral dos tempos atuais, o simples encaminhamento dessescorpos ao Departamento de Morfologia da Universidade Federal do Rio Grande do Norte,passou a ser temido com o receio de transgredir a legislação penal. Isso desencadeouuma redução no número de cadáveres para as aulas práticas de Anatomia. Essarealidade levou o Departamento de Morfologia da Universidade Federal do Rio Grande doNorte a pesquisar mecanismos legais que solucionassem a escassez de cadáveres parao estudo e pesquisa. A metodologia utilizada constou de reuniões de discussão eapresentação de protocolos de aquisição de cadáveres com base na legislação vigente.Os resultados obtidos foram: (1) Publicação do provimento 093/2012 da CorregedoriaGeral da Justiça do Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Norte, que dispõesobre o registro de óbito dos cadáveres destinados às escolas de Medicina para fins deensino e pesquisa; (2) Elaboração de protocolos para aquisição de cadáveres nãoreclamados junto às instituições; (3) Programa de doadores voluntários na UniversidadeFederal do Rio Grande do Norte.Por fim, concluímos que o conhecimento das atribuiçõespor parte das instituições públicas e privada, bem como o programa de doação voluntáriaaumentaram a oferta de cadáveres para o ensino da Anatomia Humana na UniversidadeFederal do Rio Grande do Norte.
Abstract: A disponibilidade de cadáveres para estudo e pesquisa vinha sendo feita tradicionalmenteutilizando-se corpos não reclamados sem grandes formalidades. Com a complexidadejurídica, social, ética e moral dos tempos atuais, o simples encaminhamento dessescorpos ao Departamento de Morfologia da Universidade Federal do Rio Grande do Norte,passou a ser temido com o receio de transgredir a legislação penal. Isso desencadeouuma redução no número de cadáveres para as aulas práticas de Anatomia. Essarealidade levou o Departamento de Morfologia da Universidade Federal do Rio Grande doNorte a pesquisar mecanismos legais que solucionassem a escassez de cadáveres parao estudo e pesquisa. A metodologia utilizada constou de reuniões de discussão eapresentação de protocolos de aquisição de cadáveres com base na legislação vigente.Os resultados obtidos foram: (1) Publicação do provimento 093/2012 da CorregedoriaGeral da Justiça do Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Norte, que dispõesobre o registro de óbito dos cadáveres destinados às escolas de Medicina para fins deensino e pesquisa; (2) Elaboração de protocolos para aquisição de cadáveres nãoreclamados junto às instituições; (3) Programa de doadores voluntários na UniversidadeFederal do Rio Grande do Norte.Por fim, concluímos que o conhecimento das atribuiçõespor parte das instituições públicas e privada, bem como o programa de doação voluntáriaaumentaram a oferta de cadáveres para o ensino da Anatomia Humana na UniversidadeFederal do Rio Grande do Norte.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/22037
Appears in Collections:MPEENSA - Mestrado Profissional em Ensino na Saúde

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CelcimarAlvesCamara_DISSERT.pdf2,5 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.