Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/22098
Título: Representações sociais de licenciandos do curso de Pedagogia da UFRN acerca da prática educativa
Autor(es): Xavier, Maria das Dores Dutra
Palavras-chave: Representações sociais;Formação inicial de professores;Saberes docentes;Prática educativa
Data do documento: 20-Jul-2016
Citação: XAVIER, Maria das Dores Dutra. Representações sociais de licenciandos do curso de Pedagogia da UFRN acerca da prática educativa. 2016. 156f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Centro de Educação, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2016.
Resumo: This study is included in the line research Education, Curriculum and Pedagogical Practices, linked to the Graduate Program in Education of the Federal University of Rio Grande do Norte (UFRN). This is a qualitative research, where the focus of interest was to analyze the social representations of undergraduates of UFRN Course of Pedagogy regarding the educational practice. In order to reach this purpose, we use the theoretical support: the Theory of Social Representations (MOSCOVICI, 2012; 2003; JODELET, 2001), based on knowledge arising both from everyday experience, as to take back senses historically refreshed. For this purpose we use it, since our view sought achieve knowledge about the teaching practice that undergraduates have built on a daily basis. Also we make use of dialogue with prominent people who study and research about the themes: teacher training, identity and teaching knowledge, to teaching and educational practice; as references we highlight PIMENTA E LIMA (2012), PAULO FREIRE (1996), TARDIF (2000, 2013), GUIMARÃES (2006), DUBAR (1997), and NÓVOA (2009), with the purpose to understand in depth the object studied. As procedures for getting information and analysis of the wrapped data in this object, use the research tools: Technical Words Association Test (TALP), and a semi-structured questionnaire, with students enrolled in the Course of Pedagogy Classroom, UFRN, distributed in periods 1, 5, 6, 7, 8, 9 and 10 of the course, students of adding two shifts, afternoon and evening, comprising a total of 209 students. The criteria for selection of these semesters as sample was due to the proposition that these represent the educational practice in a different manner, since they lived through in previous semesters experiences of pedagogical and practice type. With regard the analysis of the information earned, we use Content Analysis, Bardin (2011). We seek before the found data collection; have been able to answer our initial question: What social representations undergraduates of UFRN Course of Pedagogy share about educational practice? The study and theoretical dialogue alongside the analytical path about the arising sense of semantic fields, categories and themes showed us signs of a social representation of educational practice directed to the classroom, heavily permeated by emotional issue, theoretical and technical that it has ruled in didactic and pedagogical aspects of teaching practice: planning, transmission and evaluation. We realize also that the social representation of educational practice presents anchored on the idea that there is no teaching practice excluded from technical knowledge, experiential and area even excluded from the dialogue with the emotional, social and political, much less separate from those materializing the process of teaching and learning, teacher and student. The undergraduates embody the educational practice in the real sense of doing, doing contextualized, teaching activities committed to the teaching and learning processes.
metadata.dc.description.resumo: O presente estudo se insere na linha de pesquisa Educação, Currículo e Práticas Pedagógicas, vinculada ao Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Trata-se de uma investigação de cunho qualitativo, em que o foco de interesse voltou-se a analisar as representações sociais de licenciandos do Curso de Pedagogia da UFRN acerca da prática educativa. Para alcançarmos tal intento, recorremos ao aporte teórico: a Teoria da Representações Sociais (MOSCOVICI, 2012; 2003; JODELET, 2001), a qual tem o seu olhar debruçado para o conhecimento advindo da experiência cotidiana, como pelas reapropiações de sentidos historicamente revigorados. Por esse efeito a utilizamos, já que a nossa visão perspectivou alcançar o conhecimento a respeito da prática docente que os licenciandos cotidianamente construíram. Valemo-nos também do diálogo com expoentes que estudam e pesquisam acerca das temáticas: formação de professores, identidade e saberes docente, fazer pedagógico e prática educativa; como referências destacamos PIMENTA E LIMA (2012), PAULO FREIRE (1996), TARDIF (2000, 2013), GUIMARÃES (2006), DUBAR (1997), e NÓVOA (2009), com a finalidade de compreender de forma aprofundada o objeto estudado. Como procedimentos para obtenção de informações e análise dos dados envoltos nesse objeto, utilizamos os instrumentos de pesquisa: a Técnica de Associação Livre de Palavras (TALP) e um questionário semiaberto, com os discentes matriculados no Curso de Pedagogia Presencial, da UFRN, distribuídos nos períodos 1º, 5º, 6º, 7º, 8º, 9º e 10º do curso, somando discentes dos dois turnos, vespertino e noturno, compreendendo o total de 209 discentes. O critério de seleção desses períodos como amostra se deu em virtude da proposição de que esses representariam a prática educativa de maneira diferenciada, já que vivenciaram em períodos anteriores experiências de cunhagem pedagógica e prática. No que se refere a análise das informações auferidas, empregamos a Análise de Conteúdo, BARDIN (2011). Buscamos, diante do acervo de dados encontrados, ter conseguido responder nossa questão de partida: Que representações sociais os licenciandos do Curso de Pedagogia da UFRN partilham a respeito da prática educativa? O estudo e diálogo teórico juntamente com o percurso analítico a respeito dos sentidos advindos dos campos semânticos, categorias e temas revelaram-nos indícios de uma representação social de prática educativa voltada para sala de aula, atravessada fortemente pela questão afetiva, teórica e técnica que se apresenta pautada em aspectos didático-pedagógicos do fazer docente: planejamento, transmissão e avaliação. Percebemos ainda, que a representação social de prática educativa se apresenta ancorada na ideia de que não existe fazer docente excluído do saber técnico, experiencial e de área, sequer excluso do diálogo com as dimensões afetiva, social e política e, muito menos, separado daqueles que materializam o processo de ensino-aprendizagem, professor e aluno. Os discentes corporificam a prática educativa no real sentido do fazer, fazer situado, ação docente comprometida com os processos de ensino e aprendizagem.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/22098
Aparece nas coleções:PPGED - Mestrado em Educação

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
MariaDasDoresDutraXavier_DISSERT.pdf1,4 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.