Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/22132
Título: Confiabilidade inter e intraexaminador do diagnóstico de pontos-gatilho miofasciais e limiar de dor à pressão em músculos do ombro
Autor(es): Nascimento, José Diego Sales do
Palavras-chave: Síndromes da dor miofascial;Dor referida;Dor no ombro;Reprodutibilidade dos resultados
Data do documento: 10-Out-2016
Citação: NASCIMENTO, José Diego Sales do. Confiabilidade inter e intraexaminador do diagnóstico de pontos-gatilho miofasciais e limiar de dor à pressão em músculos do ombro. 2016. 72f. Dissertação (Mestrado em Fisioterapia) - Centro de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2016.
Resumo: Objectives: To verify the interrater and intrarater reliability of the diagnosis of myofascial trigger points (MTrPs) and pressure pain threshold (PPT) in the shoulder muscles in asymptomatic individuals and individuals with symptoms of unilateral subacromial impingement syndrome (SIS). Methods: This is a reliability study, composed to 52 individuals, 26 asymptomatic (12 men and 14 women; 33,8±12,02 years old; 23,99 kg/m2 of BMI) and 26 with symptoms of unilateral SIS (12 men and 14 women; 33,77±11,76 years old; 24,26 kg/m2 of BMI). All of the individuals were evaluated by two novice raters, independent and blinded to clinical condition of the individual. The procedures consisted of evaluation the shoulder muscles for identification and classification of MTrPs in six muscles (upper trapezius, lower trapezius, infraspinatus, supraspinatus, pectoralis minor, and middle deltoid) and PPT in also six muscles (upper trapezius, lower trapezius, infraspinatus, supraspinatus, middle deltoid, and tibialis anterior), evaluated in the same day. Results: The intrarater and interrater reliability of identification of MTrPs was, generally, moderated to almost perfect with percentages of agreements (PA) >70%, in both groups, in exception of three muscles in the intrarater reliability and four muscles in the interrater reliability that presented PA<70% and reliability between slight and fair. In the classification of MTrPs, the reliability of rater 1was slight and fair in four muscles, despite the PA>70% only in two muscles; and the rater 2 obtained PA> 70% in all muscles and reliability between good almost perfect. For the interrater reliability of the classification of MTrPs, this was between slight and moderate, with PA>70% in only one muscle. About the PPT, the intrarater reliability of both raters was good or almost perfect (ICC: 0.73 – 0.96) in asymptomatic and symptomatic individuals, the interrater reliability was almost perfect (ICC: 0.85 – 0.94) in asymptomatic individuals and between good or almost perfect (ICC: 0.77 – 0.91) in symptomatic individuals. Conclusion: This studyshowed acceptable intrarater and interrater reliability for clinical practicing to identification of MTrPs, independent of muscles evaluated, but variable between clinical conditions. About the PPT, the intrarater and interrater reliability presented proper to using in clinical studies and practice, providing reference values for PPT.
metadata.dc.description.resumo: Objetivo: verificar a confiabilidade inter e intraexaminador do diagnóstico de pontos-gatilho miofasciais (PGMs) e do limiar de dor a pressão (LDP) de músculos do ombro, em indivíduos assintomáticos e sintomáticos para síndrome do impacto subacromial (SIS) unilateral. Metodologia: Trata-se de um estudo de confiabilidade, composto por 52indivíduos, 26 assintomáticos (12 homens e 14 mulheres; 33,8±12,02 anos; IMC de 23,99 kg/m2) e 26 sintomáticos(12 homens e 14 mulheres; 33,77±11,76 anos; IMC de 24,26 kg/m2) para SIS unilateral. Todos os indivíduos foram avaliados bilateralmente por dois examinadores inexperientes, independentes e cegos quanto à condição clínica do indivíduo. Os procedimentos consistiram de avaliação dos músculos do ombro quanto à identificação e classificação de PGMs em seis músculos (trapézio superior e inferior, infraespinal, supraespinal, peitoral menor e deltóide médio) e LDP em seis músculos (trapézio superior e inferior, infraespinal, supraespinal, deltóide médio e tibial anterior), realizados no mesmo dia. Resultados: A confiabilidade intraexaminador e interexaminador de identificação de PGMs foi, de maneira geral, moderada a quase perfeita com porcentagem de concordância (PC) >70%, nos dois grupos, com exceção de três músculos na avaliação intraexaminador e quatro na interexaminador que apresentaram PC<70%, com confiabilidade entre fraca e razoável. Na classificação dos PGMs, a confiabilidade do examinador 1 foi fraca a razoável em 4 músculos, apesar do PC<70% em apenas dois músculos, e o examinador 2 obteve PC>70% em todos os músculos e confiabilidade entre boa a quase perfeita. Já a confiabilidade interexaminador de classificação de PGMs, esta variou entre fraca e moderada, com PC>70% em apenas um músculo. Para o LDP, a confiabilidade intraexaminador de ambos os examinadores foi boa ou quase perfeita (ICC: 0.73 – 0.96) para indivíduos assintomáticos e sintomáticos; a confiabilidade interexaminador foi quase perfeita (ICC: 0.85 – 0.94) para indivíduos assintomáticos e entre boa e quase perfeita em sintomáticos (ICC: 0.77 – 0.91). Conclusão: O estudo evidenciou uma confiabilidade intra e interexaminador aceitável na prática clínica para identificação de PGM, independente dos músculos avaliados, mas variável entre condições clínicas. Quanto ao LDP, a confiabilidade intra e interexaminador apresentou-se adequada para o uso em estudos clínicos e prática clínica, fornecendo valores de referência para o LDP.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/22132
Aparece nas coleções:PPGFS - Mestrado em Fisioterapia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
JoseDiegoSalesDoNascimento_DISSERT.pdf1,48 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.