Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/22135
Título: Correlações entre resultados de ensaios SPT e CPT para solo arenoso sedimentar
Título(s) alternativo(s): Coorelations between SPT and CPT test results for a sedmientary sandy soil
Autor(es): Cunha, Emanuel Erivan Silva da
Palavras-chave: Ensaio SPT;Ensaio CPT;Correlação;Variograma;Krigagem
Data do documento: 30-Mai-2016
Citação: CUNHA, Emanuel Erivan Silva da. Correlações entre resultados de ensaios SPT e CPT para solo arenoso sedimentar. 2016. 91f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Civil) - Centro de Tecnologia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2016.
Resumo: The standard penetration test (SPT) is the most commonly used in situ test for obtaining the required geotechnical parameters for foundation analysis and design in Brazil. Since in most situations only SPT data is available, the search for new SPT-CPT correlations is necessary. However, most of the available SPT-CPT correlations in Brazil have been established for soils of southern regions of the country. New local correlations for other soil types are therefore necessary. This study aims at determining correlations between the SPT resistance number (NSPT), and the CPT tip resistance (qc) and sleeve friction resistance (fs) for a silty sand deposit at the city of Natal, at the Northeast coast of Brazil. Using linear fittings and a simplified geostatistic approach, correlations were obtained for 88 SPT boreholes and eight CPT boreholes. The NSPT blowcount values where corrected for the energy of 60%. SPT-CPT correlations were devised using the following approaches: variogram analysis, inverse distance weighting (IDW) and ordinary kriging.
metadata.dc.description.resumo: O ensaio SPT é a ferramenta mais utilizada no Brasil para a obtenção de parâmetros geotécnicos para elaboração de projetos de fundação. Em contrapartida o CPTu ainda é pouco usual, fato explicado pelo pequeno número de empresas que o executam e pelo custo elevado. Logo, é justificada a busca por correlações para estimativa de parâmetros do ensaio CPTu através de dados do ensaio SPT. No entanto a grande maioria dos estudos realizados concentram-se no sul e sudeste do país, reforçando a necessidade da determinação de correlações em outras regiões, considerando as características dos solos locais. O objetivo desse trabalho é determinar correlações entre a resistência a penetração do ensaio SPT (𝑁𝑆𝑃𝑇) com a resistência de ponta (𝑞𝑐) e a resistência lateral (fs) do ensaio CPTu. Utilizando-se ajustes lineares e uma abordagem geoestatística simplificada, obtiveram-se correlações entre 88 sondagens SPT e oito ensaios CPTu para profundidades máximas de 22 m, em um depósito de areia siltosa na Cidade de Natal, no nordeste do Brasil. Os valores de NSPT utilizados nas correlações foram corrigidos para energia padrão internacional de 60%. A seleção dos dados utilizou critérios geoestatísticos, através do alcance do variograma para demarcação da zona de influência das sondagens, bem como aplicação de métodos como IDW e Krigagem ordinária.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/22135
Aparece nas coleções:PPEC - Mestrado em Engenharia Civil

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
EmanuelErivanSilvaDaCunha_DISSERT.pdf3,09 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.