Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/22136
Título: Coragem da verdade e estética da existência em Tatuagem, o filme: uma leitura cínico-queer
Autor(es): Paiva, André Luiz dos Santos
Palavras-chave: Filosofia cínica;Estudos Queer;Performatividade;Tatuagem, o filme
Data do documento: 5-Dez-2016
Citação: PAIVA, André Luiz dos Santos. Coragem da verdade e estética da existência em Tatuagem, o filme: uma leitura cínico-queer. 2016. 102f. Dissertação (Mestrado em Estudos da Mídia) - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2016.
Resumo: This work is an analysis of Tatuagem, o filme (Hilton Lacerda, 2013) from the concepts of courage of truth and aesthetics of existence discussed by Foucault. It focuses on the cynical form of the courage of truth and in queer policies and studies as theoretical analysis tools creating a dialogue between these two theoretical currents of thought that, with the analyzed film, exercise even a form of parresía in academic discourse. The methodological framework is based on Foucault's discourse analysis perspective, highlighting the genealogical period of this author introducing in the process some epistemological disobedience from Queer Studies. Focusing on the presentation of the fictitious group of the film, Chão de Estrelas, this work presents an analysis of the production of performativities and bodies as expressions of the courage of truth in the Tatuagem filmic discourse concluding that the film establishes itself as a counter discourse that is articulated with social practices of questioning normativities, subversion of identities and utopian production of bodies.
metadata.dc.description.resumo: Na presente dissertação de mestrado realiza-se a análise de Tatuagem, o filme (Hilton Lacerda, 2013) a partir dos conceitos de coragem da verdade e estética da existência discutidos por Michel Foucault. Para isso focaliza-se na modalidade cínica da coragem da verdade e nas políticas e estudos queer como ferramentas teóricas de análise, criando um diálogo entre essas duas correntes teóricas do pensamento que, ao encontrarem-se com o filme analisado, exercitam elas mesmo uma forma de parresía no discurso acadêmico. No que tange aos aspectos metodológicos parte-se da perspectiva de análise de discurso foucaultiana, com destaque para o período genealógico desse autor, inserindo nesse processo algumas desobediências epistemológicas a partir dos Estudos Queer. Com foco nas cenas de apresentações do grupo fictício do filme, Chão de Estrelas, a pesquisa analisou a produção das performatividades e dos corpos como expressões da coragem da verdade no discurso fílmico de Tatuagem, concluindo que o discurso do filme se institui como um contra discurso que se articula com práticas sociais de questionamento das normatividades, subversão das identidades e produção utópica dos corpos.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/22136
Aparece nas coleções:PPGEM - Mestrado em Estudos da Mídia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
AndreLuizDosSantosPaiva_DISSERT.pdf5,06 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.