Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/22196
Title: Influência de macro e micro fatores na adoção de práticas de TI verde em instituições de ensino superior brasileiras: uma pesquisa à luz da teoria da crença-ação-resultado
Authors: Dias, Gabriela Figueiredo
Keywords: TI Verde;Crença-ação-resultado;Gestores de TI;Instituições de ensino superior
Issue Date: 2-Jul-2015
Citation: DIAS, Gabriela Figueiredo. Influência de macro e micro fatores na adoção de práticas de TI verde em instituições de ensino superior brasileiras: uma pesquisa à luz da teoria da crença-ação-resultado. 2015. 129f. Dissertação (Mestrado em Administração) - Centro de Ciências Sociais Aplicadas, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2015.
Portuguese Abstract: Este estudo tem como objetivo compreender como as crenças ambientais de gestores de TI associadas às pressões institucionais influenciam na adoção da TI Verde nas organizações. Para tanto, foi utilizado como aporte teórico o modelo Crença-Ação-Resultado, que tem como base a Teoria da Ação que visa explicar como um micro fator pode influenciar em um ambiente macro. A abordagem da pesquisa foi qualitativa. Para atingir o objetivo da pesquisa foram realizadas dez entrevistas semiestruturadas junto com aplicação de um questionário composto pelas 37 principais práticas de TI Verde mais adotadas no Brasil. A técnica utilizada para a análise de dados qualitativos foi a análise de conteúdo temática ou categorial com auxílio do software NVivo©, já os dados gerados através das respostas do questionário foram analisados por meio dos cálculos das frequências das respostas. Dentre os resultados obtidos verificou-se uma maior influência dos macro fatores: pressão mimética e fatores organizacionais. Todavia os outros macro fatores pesquisados, influência de normas, leis e regulamentos e opinião da comunidade acadêmica, foram citados com menor frequência pelos entrevistados. No que tange os micro fatores, apenas três gestores relataram iniciativas próprias associadas a adoção da TI Verde dentro do ambiente de trabalho. No que se refere à adoção das práticas de TI Verde, sete dentre as dez IES pesquisadas demonstraram uma maior frequência de adoção entre as práticas parcialmente e totalmente adotadas. Por fim, quando questionados sobre os benefícios percebidos, os dez entrevistados citaram benefícios organizacionais e oito relataram a existência de benefícios sociais. Em síntese, no que tange à comparação dos casos, os resultados das influências macro e micro foram heterogêneas, pois cada universidade mostrou uma combinação diferente de fatores de influência. Com base nos resultados encontrados pode-se sugerir que os órgãos públicos invistam em medidas mais consistentes de regulamentação para adoção de práticas sustentáveis associadas à TI, bem como as IES podem investir em campanhas de conscientização da comunidade acadêmica a fim de gerar uma maior participação no que se refere ao tema. Além disso, esse estudo promove a divulgação das práticas de TI Verde mais adotadas nas IES pesquisadas, servindo de exemplo para outras instituições e outros tipos de organizações.
Abstract: This study aims to understand how environmental beliefs of IT managers associated to institutional pressures influence the adoption of Green IT in organizations. For that, was used Belief-Action-Result model as theoretical support, which is based on the Theory of Action that aims to explain how micro factors influence a macro environment. The research approach was qualitative. To achieve research’ objective was conducted 10 semi-structured interviews with application of a checklist of the 37 practices of Green IT more adopted in Brazil. The technique used to analyze qualitative data was the thematic or categorical content analysis supported by the software Nvivo©. The data collected by questionnary were analyzed calculating the frequency of the answers. Among the results, there was a greater influence of the macro factors mimetic pressure and organizational factors. However, the others macro factors investigated, influence of rules, laws and regulations and opinion of the academic community were cited less often by IT managers. Regarding the micro factors, only three managers reported own initiatives related to the adoption of Green IT in workplace. Related to the adoption of green IT practices, seven of the ten institutions investigated demonstrated a higher frequency adoption in partial and full adopted practices. Finally, when asked about the perceived benefits the ten interviewees cited organizational benefits, and eight reported the existence of social benefits. In summary, regarding the comparison of the cases, the results of macro and micro influences was heterogeneous, as each university showed a different combination of factors of influence. Based on these results, it is suggested that public institutions invest more in consistent actions to regulate the adoption of sustainable practices associated with IT. Educational institutions also can invest in campaigns to generate higher participation of the academic community in relation to the subject. This study promotes the divulgation of the Green IT practices most adopted by surveyed universities, setting an example for other institutions and other types of organizations.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/22196
Appears in Collections:PPGA - Mestrado em Administração

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
InfluênciaMacroMicro_Dias_2015.pdf3,75 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.