Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/22225
Title: Estudo da expressão de CLIC4 e proteínas associadas em queilites actínicas e carcinomas de células escamosas de lábio inferior
Authors: Lima, Francisco Jadson
Keywords: Quelite Actínica;Carcinoma de células escamosas de lábio inferior;Etiopatogenia;CLIC4
Issue Date: 6-Oct-2016
Citation: LIMA, Francisco Jadson. Estudo da expressão de CLIC4 e proteínas associadas em queilites actínicas e carcinomas de células escamosas de lábio inferior. 2016. 76f. Tese (Doutorado em Patologia Oral) - Centro de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2016.
Portuguese Abstract: A carcinogênese de lábio inferior é induzida principalmente pela exposição crônica aos raios ultravioletas do sol, mas muitos dos aspectos moleculares envolvidos neste processo ainda não estão esclarecidos. A proteína canal de cloro intracelular 4 (CLIC4) é um canal de cloreto regulado pela proteína p53 e pelo fator de necrose tumoral α (TNF-α), que tem sido relacionada com aumento no nível do fator de crescimento transformante-β (TGF-β), com a carcinogênese de pele e diferenciação de fibroblastos em miofibroblastos. Assim, este estudo teve como objetivo analisar e comparar a expressão imuno-histoquímicade CLIC4, p53, TGF-b, TNF-a e a-actina de músculo liso (a-SMA) em queilitesactínicas (QA) e no front de invasão tumoral de carcinomas de células escamosas de lábio inferior (CCELI), bem como verificar a relação destas entre si e com características clínicas e morfológicas das lesões. A amostra foi composta de 50casos de QAs e 50de CCELIs com dados clínicos disponíveis, que inicialmente foram submetidos ao estudo morfológico para sua gradação do risco de transformação maligna (sistema binário) e do grau histológico de malignidade (Bryne, 1998), respectivamente.Todos os casos foram submetidos ao método da imunoperoxidase usando os anticorpos anti-CLIC4, anti-p53, anti-TGF-b, anti-TNF-a e anti-a-SMA, os quais foram submetidos à análise semiquantitativa, com exceção de p53, que inicialmente foi analisado de forma quantitativa.Comparações das imunomarcações nos parâmetros clínicos e morfológicos das lesões foram realizadas pelo teste U de Mann-Whitney e o coeficiente de Spearman foi calculdo para avaliar correlações entre as proteínas. O nível de significância de 5% foi adotado.A expressão nuclear da CLIC4 e TGF-βfoi estava aumentada em QAs de baixo risco, comparada ao grupo de alto risco (p<0.0001), enquanto CLIC4 citoplasmática, p53 e TNF-α exibiram maior expressão em QAs de alto risco (p<0.05). No que diz respeito às características clínicas e morfológicas dos CCELIs, a expressão de CLIC4 no citoplasma de células tumorais foi maior nos casos apresentando metástase linfonodal, casos com estágios clínicos mais avançados ou com alto grau de malignidade (p = 0,005; p = 0,029; p<0,0001). A expressão de p53 foi maior em CCELIs de alto grau de malignidade do que nos casos de baixo grau (p= 0,001) e a TGF-β diminuiu significativamente conforme o avanço do estágio clínico e do grau histológico dos tumores (p< 0,05).Não houve diferença significativa na expressão de α-SMA e TNF-α, quando comparando os parâmetros clínicos e gradação histológica de malignidade dos CCELIs.As QAs exibiram uma expressão aumentada de CLIC4 (no núcleo, ou núcleo e citoplasma) e TGF-β, comparadas aos CCELIs (p < 0,0001). Em contraste, houve aumento na marcação de CLIC4 citoplasmática e α-SMA nos casos de CCELI, quando comparados às QAs (p < 0,0001). Nas QAs observou-seuma correlação negativa entre a expressão de CLIC4 nuclear com CLIC4 citoplasmática (r = -0,554; p = <0,0001), e entre a marcação de TGF-β e α-SMA (r = -0,309; p = 0,029). Nos carcinomas, a expressão de p53 exibiu correlação positiva com TNF-α (r = 0,528; p = 0,0001) e α-SMA (r = 0,435; p = 0,002), enquanto as duas últimas proteínas exibiram uma fraca correlação direta entre si (r = 0,293; p = 0,039).Os nossos resultados sugerem que uma mudança no padrão de expressão nuclear para citoplasmática de CLIC4 está envolvida no processo de carcinogênese labial, acompanhada de alterações na expressão de p53, TGF-β, TNF-α e α-SMA, mas nem sempre estes achados se relacionam com os aspectos morfológicos e clínicos das QAs e CCELIs.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/22225
Appears in Collections:PPGPO- Doutorado em Patologia Oral

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
FranciscoJadsonLima_TESE.pdf2,79 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.