Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/22231
Título: Estratégias para otimizar a conservação da biodiversidade e serviços ambientais em paisagens produtivas e urbanas: trazendo ecologia à gestão territorial
Autor(es): Bálsamo, Silvana Masciadri
Palavras-chave: Ecologia aplicada;Gestão ambiental;Paisagens produtivas;SIG;Política governamental;Conservação da biodiversidade;Ordenamento do território
Data do documento: 29-Ago-2016
Citação: BÁLSAMO, Silvana Masciadri. Estratégias para otimizar a conservação da biodiversidade e serviços ambientais em paisagens produtivas e urbanas: trazendo ecologia à gestão territorial. 2016. 101f. Tese (Doutorado em Ecologia) - Centro de Biociências, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2016.
Resumo: Increased production and land use intensification is one of the most important pressures on ecosystems and their goods and services, with great impact in Latin America in recent decades. Appropriate land management policies to balance production landscapes with biodiversity conservation contribute to achieve the goals of development and sustainability, also top of agendas in all countries of the region. Easily applicable tools are needed to find ways of rural and urban sustainability in the political system. Canelones department surrounds Montevideo –Uruguay’s capital— and has the highest concentration of farming areas compared to other departments. Accordingly, it is one of the departments with the greatest impact on natural ecosystems, due to anthropic activities and population growth, currently higher than national average figures. A state of environmental warning and strong pressures and threats to biodiversity was recognized, which currently extinct, endangered, or vulnerable species and several types of contamination detected. The need to bring ecology closer to land management is a key to achieve a sustainable approach, and a great challenge to settle agricultural production with the conservation of biodiversity and associated ecosystem services (EESS). This thesis therefore proposed the following objectives: 1. Develop a territorial management model for Canelones that maximizes biodiversity conservation in production landscapes, addressing different landscape scales, and proposing appropriate environmental political and administrative management; 2. To investigate whether the productive land uses proposed by the Project AGUT: Fitness General Land Use (2010), are in accordance with the model 10:20:40:30 (Ch. 1), and if it is aligned with the objectives of sustainable development set out in the environmental agendas of the country; 3. Test if land surface of EESS mapped in Soutullo et al (2012) matches with the model, and estimate through the sale value of the land in the market, the cost to optimize the conservation of biodiversity and EESS in three scenarios: the model 10:20:40:30, AGUT (2010), and land surface of EESS of high conservation priority. Chapter 1 compared the current land uses (OPP 2010) with the model proposed by Smith et al. (2013), which suggests a general framework to maximize the retention of biodiversity in an agricultural landscape: the 10:20:40:30 guide. A GIS was elaborated offering tools to apply in land planning at Canelones, in landscapes scales defined by political management boundaries. The natural cover showed significant values lower the model, reflecting the pressure on natural ecosystems that exists in all landscape scales analyzed. The urgent challenge is increasing the natural soil surface. The potential management at different scales allows each locality to apply their strategies to recover natural soil, using natural parks, artificial lakes restoration, recuperation of riparian forests and wetlands. It also provides a planning framework for public and administrative policies. Chapter 2 compared productive land use projected by AGUT (2010) reclassified on intensive, moderate, low and natural, and test if it fits the model (Ch. 1). A GIS was developed as a tool for land planning. The results showed that the projection AGUT ensures no sustainability at all. The differences between both were significant, and the minimum of natural soil needed to promote conservation of biodiversity and associated EESS are not preserved. It would increase pressure on water resources and biological corridors of fluvial forest and riparian wetlands, intensifying land use in the entire territory, leading to a homogenization of the productive landscape through intensive and moderate land uses, and eliminating the possibilities of damping and environmental restoration, since no low land uses are proposed and natural cover is taken to a minimum. With this intensive productive landscape proposal, the objectives of productive and sustainable development posed by AGUT project would not be achieved, nor the guidelines to the same purpose planned by departmental guidelines in Canelones, and also is not in line with the national legislation or national and international agreements that Uruguay has assumed as environmental targets to be attained in the millennium development goals. Chapter 3 contrasted if the land area of EESS, with high priority conservation (Soutullo et al. 2012) matches the 10 % of natural cover of the model (Ch. 1). Moreover, through the market value of the land for sale, an assessment of costs was made to achieve the objectives of conservation and sustainability for Canelones, recovering it from the current scenario (Ch. 1), from AGUT (2010) (Ch. 2) and from EESS land cover. In the compared scenarios, at the departmental level, the EESS soil is greater (16,2%) than natural cover of the model (10%), although the results was wide-ranging in the other land scales analyzed. The 10% conservation of natural soil could arise as a conservation objective in the short and medium time. Moreover, reaching the EESS land cover could be a long-term goal, implementing management measures of that high priority surface to conserve. Economic valuation of natural cover of EESS provides opportunities to internalize and display costs in the economy. Indeed, cost estimates of achieving the objectives of 10% natural soil from the current scenario (OPP 2010), are less than the costs to get from the scenario posed by AGUT (2010), although higher are those to achieve the objectives of EESS land conservation. The balance between productive and sustainable systems, conservation of biodiversity and water resources of Canelones, should consider including more precisely in territorial policies a balance between them. The model 10:20:40:30 proposed an optimization of production and conservation objectives, ensuring minimal natural cover, and a percentage of buffer land cover, as moderate and low, to maintain connectivity and reduce fragmentation (Ch. 1). Analyzed landscape scales also offer opportunities in regional planning from different administrative areas, providing more variety of occasions for management of natural and cultural heritage of Canelones. Moreover, the academic and social scenario is very favorable, and although there are usage conflicts and anthropic impacts, society is increasingly receptive to environmental issues. Their participation is provided as fundamental and necessary to achieve sustainability goals in the long term.
metadata.dc.description.resumo: O aumento da produção e da intensidade do uso da terra é uma das maiores pressões atuais sobre os ecossistemas e os serviços ecossistêmicos associados, especialmente com um forte crescimento na América Latina nas últimas décadas. Políticas de ordenamento territorial adequadas para equilibrar paisagens produtivas com a conservação da biodiversidade são necessárias para alcançar as metas de desenvolvimento e sustentabilidade, motivo de agenda em todos os países da região. O sistema político precisa de ferramentas de fácil aplicação, e de encontrar formas de sustentabilidade rural e urbana. Canelones é o Departamento uruguaio que abrange a capital de Montevidéu, e contem a maior concentração de áreas de exploração agrícola em relação a outros departamentos. Deste modo, é um dos departamentos com maior impacto sobre os ecossistemas naturais, devido às atividades antrópicas e ao crescimento populacional, atualmente com valores maiores à média nacional. Distinguiu se um estado de alerta ambiental com fortes pressões e ameaças à biodiversidade, espécies extintas, ameaçadas, vulneráveis , e vários tipos de poluição. A necessidade de trazer ecologia à gestão territorial é chave para alcançar a abordagem sustentável, e um grande desafio para conciliar a produção agrícola com a conservação da biodiversidade e os serviços ecossistêmicos (SSEE). Assim, este trabalho propôs os seguintes objetivos: 1. Gerar um modelo de gestão territorial para Canelones, que maximize a conservação da biodiversidade em paisagens de produção, abordando diferentes escalas de paisagem, e propondo ferramentas para a gestão ambiental, política e administrativa; 2. Indagar se a projeção de terra produtiva proposta pelo Projeto 1.6 AGUT: Aptidão Geral de Uso da Terra (2010), é consistente com o modelo 10:20:40:30 (Cap. 1), e está alinhada com os objetivos de desenvolvimento sustentável estabelecidos nas agendas ambientais do país; 3. Avaliar através do valor de venda do terreno no mercado imobiliário, os custos para obter a conservação da biodiversidade e serviços ambientais nos cenários do modelo 10:20:40:30, de AGUT (2010), e do solo de SSEE de alta prioridade para a conservação. O Capítulo 1 checou se os usos da terra atuais mapeados em OPP (2010) são consistentes com o modelo proposto por Smith et al. (2013), que concebem um quadro geral para maximizar a retenção da biodiversidade na paisagem produtiva agrícola-pecuária: as guias 10:20:40:30. Um SIG foi elaborado que permitiu a comparação dos usos do solo atual quanto ao modelo 10:20:40:30, oferecendo ferramentas aplicáveis ao planejamento territorial de Canelones, em escalas de paisagem definidas por limites políticos de gestão. O solo natural apresentou valores significativamente menores de 10%, refletindo a pressão sobre os ecossistemas naturais em todas as escalas de paisagem. O desafio urgente é o aumento da superfície natural do solo. A potencialidade de gestão em diferentes escalas permite que cada localidade possa aplicar suas estratégias para recuperar o solo natural, utilizando parques naturais, recuperação de lagos artificiais, ou recuperação de matas ciliares e áreas úmidas associadas. Também fornece quadro de ação para políticas territoriais e administrativas. O Capítulo 2 comparou os usos produtivos da terra propostos no projeto AGUT (2010) reclassificados em intensivo, moderado, leve e natural, e concorda com o modelo (Cap. 1). Elaborou se um SIG para o planejamento territorial. Os resultados mostraram que a projeção AGUT não assegura nenhuma sustentabilidade. As diferenças entre os dois modelos resultaram significativas, e o mínimo necessário de solo natural requerido para conservação da biodiversidade e dos SSEE associados não é preservado. Aumentaria a pressão sobre os recursos hídricos e os corredores biológicos da floresta fluvial e zonas úmidas ribeirinhas, intensificando o uso da terra em todo o território, levando a uma homogeneização da paisagem produtiva por meio do uso do solo intenso e moderado, e eliminando as possibilidades de amortecimento e restauração ambiental, uma vez que nenhum terreno proposto utiliza sistemas leves e minimiza o solo natural. Com esta proposta de paisagem produtiva intensiva não seriam atingidos os objetivos de desenvolvimento produtivo e sustentável colocados pelo próprio projeto AGUT, nem as orientações para alcançar o mesmo objetivo das diretrizes departamentais, nem está em linha com a legislação nacional ou acordos nacionais e internacionais que o Uruguai tem proposto como metas ambientais a serem alcançados nos objetivos do milênio. O Capítulo 3 teve a fim testar se a área de SSEE, de máxima e alta prioridade de conservação (Soutullo et al. 2012) concorda com o 10 % do modelo (Cap1.). Além disso, através do valor dos terrenos para venda no mercado, estimou se os custos para atingir os objetivos de conservação e sustentabilidade para Canelones, recuperando solo natural desde o cenário atual (Cap. 1), desde AGUT (2010) (Cap. 2), e de solo de SSEE. Nos cenários comparados, ao nível do estado, o solo de SSEE foi maior (16,2 %) que o 10% de solo natural, embora resultassem com variações nas outras escalas territoriais consideradas. A conservação de 10% de solo natural poderia surgir como um objetivo de conservação a curto e médio prazo. Além disso, atingir o solo de SSEE poderia ser um objetivo em longo prazo, aplicando medidas de manejo desse território de alta prioridade de conservação. A avaliação econômica de solo natural de SSEE oferece oportunidades para internalizar e exibir os custos na economia. O custos estimado para atingir o 10% de solo natural a partir do cenário atual (OPP 2010), é menor que o custo que desde o cenário de AGUT (2010), embora mais elevado que aquele para alcançar os objetivos de conservação do solo de SSEE. O equilíbrio entre os sistemas produtivos e sustentáveis, a conservação da biodiversidade e dos recursos hídricos em Canelones, deve considerar a inclusão mais precisa nas políticas territoriais um equilíbrio entre estes. O modelo 10:20:40:30 propor uma otimização dos objetivos de produção e de conservação, garantindo o mínimo de solo natural, e uma percentagem de amortecimento do solo, moderada e leve, para manter a conectividade e reduzir a fragmentação (Cap.1). As escalas de paisagem analisadas oferecem oportunidades no planejamento territorial em diferentes áreas administrativas, oferecendo mais variedade de situações para a gestão do patrimônio natural e cultural de Canelones. O cenário acadêmico e social é muito favorável, e apesar de existirem conflitos de uso e impacto antrópico, a sociedade está cada vez mais receptiva às questões ambientais. A sua participação aparece como uma oportunidade fundamental e necessária para atingir as metas de sustentabilidade de longo prazo.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/22231
Aparece nas coleções:PPGE - Doutorado em Ecologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
SilvanaMasciadriBalsamo_TESE.pdf6 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.