Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/22237
Title: Conhecimento ecológico local sobre espécies de anfíbios anuros e biocontrole de insetos pragas em sistemas agrícolas de região semiárida brasileira: subsídios à etnoconservação
Other Titles: Local ecological knowledge about species of amphibians and insect pest biocontrol in agricultural systems of brazilian semiarid region: subsidies etnoconservation
Authors: Oliveira, Iaponira Sales de
Keywords: Anfíbios anuros da caatinga;Etnobiologia;Biocontrole de pragas agrícolas;Sustentabilidade
Issue Date: 30-Jun-2016
Citation: OLIVEIRA, Iaponira Sales de. Conhecimento ecológico local sobre espécies de anfíbios anuros e biocontrole de insetos pragas em sistemas agrícolas de região semiárida brasileira: subsídios à etnoconservação. 2016. 67f. Tese (Doutorado em Desenvolvimento e Meio Ambiente) - Centro de Biociências, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2016.
Abstract: Historically, agriculture in the semiarid region of northeastern Brazil is nomadic, traveling or migration ; farmers deforestation, burn, fertilize the soil, plant for a short period and migrate to other areas where repeat the same practice , and use significant amounts of pesticides for combating pests. This activity has caused significant loss of quality of life and local biodiversity. In the context of biodiversity, Amphibian Anura stand out, which include frogs, toads and jewelry, are relevant in chains and ecological webs, especially because they are bio-indicators of environmental quality and biocontrol of insect populations, establishing a natural control pests in agricultural areas. Despite their importance in the last two decades there has been decline and disappearance of some species of Anura in Brazil and around the world; since they are sensitive to environmental changes, reducing species may be due to human activities related to the devastation of natural areas for use of agricultural land, mining or pasture. In this context, there are no studies that address on the interactions and recognition of agricultural communities and amphibians, especially in semi-arid region of northeastern Brazil, like those under the influence of River Basin San Francisco, where communities living from agriculture and livestock as main economic activities using the water of this river for irrigation. Itaparica region and their agricultural systems are part of a broad research project and binational, Brazil - Germany (INNOVATE Project), which has the objective to identify the multiple reservoir water uses and analyze innovations for the management of resources water and land, and whose subproject, SP-4 - Biodiversity and Ecosystem Services, this thesis is integral. In this scenario and context, the general objective of this thesis was to record, describe and qualitatively analyze the knowledge of local communities on the species of amphibians and their biology, aimed at recognizing these as insect biocontrol pests in agricultural systems in place to agrochemicals, to promote the conservation of frogs and improve the quality of life of local farmers for sustainability. The communities studied, Petrolândia and Itacuruba, are situated to the average margins São Francisco River, State of Pernambuco, where the fieldwork was carried out for four trips, two to each of the cities studied, between the months from November / 2012 to April / 2013. A total of 369 male farmers were interviewed, whose ages ranged from 18 to 65 years old.They were asked about agricultural practices and biology of species of amphibians. For the identification of the species, they were initially made visual stimuli, with the help of photographs of common species in areas of caatinga. This method served to guide respondents contextually, ensuring that the interviews were directed to the same object (anurans) in order to collect accurate data ethnobiological. Later, the species of amphibians most mentioned in the interviews were collected by active search throughout the agricultural areas and Caatinga surrounding (part of secondary data from Project Innovate). To characterize the breeding sites and development of anurans in agricultural areas were prepared oral maps obtained from conducted tours to farmers who cited the existence of breeding sites in their areas of cultivation, which were georeferenced. Local farmers recognized and named eight ethnospecies, which correspond to 13 species of amphibians, as well as major sites of reproduction and development. From this information, we were prepared two georeferenced maps, mainly related to breeding sites, which show 13 breeding sites in Itacuruba six in Petrolândia / PE. The responses of farmers also possible to identify the values assigned to amphibians in the agricultural areas, through knowledge about their eating habits, to cite that amphibians eat mostly insects (65% of farmers Petrolândia, n = 238; 58% in Itacuruba, n = 131), demonstrating knowledge of the participation of these animals in the environmental balance and can control agricultural pests. Not found-site design differences, the importance of amphibians in pest control, between irrigated and non-irrigated systems. Farmers Petrolândia (83%, n = 238) and Itacuruba (78%, n = 131) reported having identified by observations on the spot that amphibians feed on local agricultural pests, making it possible to infer that are biocontrol of these pests. They were also quite emphatic in stating that amphibians should be preserved (78%, n = 238 in Petrolândia, 73%, n = 131 in Itacuruba), mainly feed on insect pests, and not pose a threat to agricultural communities. These responses allowed for the creation of an illustrated booklet in Cordel literature, which will be distributed and disseminated in schools, agricultural cooperatives and community associations of municipalities studied, such as the Science popularization instrument on the importance of amphibians in biocontrol of agricultural pests, replacing the use of agrochemicals. However, although local farmers stress the importance of Amphibian and its preservation to control insect pests, they do not accept them as allies in natural pest control to replace agrochemicals. The popularization of science through the Cordel Illustrated is the first step towards sustainability by sustainable agricultural and viable alternatives practices aimed at the conservation of species and local activities.
Portuguese Abstract: Historicamente, a agricultura praticada na região semiárida do nordeste brasileiro é nômade, itinerante ou migratória; os agricultores desmatam, queimam, fertilizam o solo, plantam por um curto período e migram para outras áreas, onde repetem a mesma prática, além de utilizarem uma quantidade significativa de agroquímicos para o combate de pragas. Esta atividade tem provocado perda significativa de qualidade de vida e da biodiversidade local. No contexto da biodiversidade, destacam-se os Anfíbios Anuros, que compreendem os sapos, rãs, pererecas e jias, são relevantes nas cadeias e teias ecológicas, especialmente por serem bioindicadores de qualidade ambiental e biocontroladores de populações de insetos, estabelecendo um controle natural de pragas em áreas agrícolas. Apesar de suas importâncias, nas duas últimas décadas têm ocorrido declínio e desaparecimento de algumas espécies de Anuros no Brasil e em todo o mundo, por seres sensíveis; uma vez que são sensíveis a mudanças ambientais. A redução de espécies pode ser decorrente de ações antrópicas relacionadas à devastação de áreas naturais para utilização agrícola, garimpos ou pastagens. Nesse contexto, inexistem estudos que abordem as interações e reconhecimento de comunidades agrícolas e os anfíbios anuros, em especial em região semiárida do nordeste brasileiro, a exemplo daquelas sob influência da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco, onde comunidades vivem da agricultura e pecuária como principais atividades econômicas, utilizando a água daquele rio para irrigação. A região de Itaparica e respectivos sistemas agrícolas constituem parte de um projeto de pesquisa amplo e binacional, Brasil – Alemanha (INNOVATE Project), o qual tem por objetivo geral identificar os múltiplos usos da água do reservatório e analisar as inovações referentes ao manejo dos recursos aquáticos e terrestres, e de cujo subprojeto, SP-4 - Biodiversidade e Serviços do Ecossistema, esta tese é decorrente. Neste cenário e contexto, o objetivo geral desta tese foi registrar, descrever e analisar qualitativamente o conhecimento de comunidades locais sobre as espécies de anfíbios anuros e sua biologia, visando o reconhecimento destes como biocontroladores de insetos pragas nos sistemas agrícolas, em substituição aos agroquímicos, a fim de promover a conservação dos anuros e melhorar a qualidade de vida dos agricultores locais, em prol da sustentabilidade. As comunidades estudadas, Petrolândia e Itacuruba, estão situadas às margens do médio Rio São Francisco, Estado de Pernambuco, onde o trabalho de campo foi efetuado durante quatro excursões, duas a cada um dos municípios estudados, entre os meses de novembro/2012 a abril/2013. Foram entrevistados 369 agricultores, com idades entre 18 e 65 anos, todos do sexo masculino, sobre as práticas agrícolas e biologia das espécies de anfíbios anuros. Para a identificação das espécies de anfíbios anuros, foram inicialmente realizados estímulos visuais, com o auxílio de fotografias de espécies comuns em áreas de caatinga. Este método serviu para nortear os entrevistados contextualmente, assegurando que as entrevistas fossem direcionadas ao mesmo objeto (espécies de anfíbios anuros), a fim de coletar dados etnobiológicos precisos. Posteriormente, as espécies de anfíbios anuros mais citadas nas entrevistas foram coletadas através de busca ativa ao longo das áreas agrícolas e Caatinga circunvizinha (parte dos dados secundários do Innovate Project). Para caracterizar os locais de reprodução e desenvolvimento dos anfíbios anuros nas áreas agrícolas, foram elaborados mapas orais, obtidos a partir de turnês guiadas com os agricultores que citaram a existência de sítios reprodutivos em suas áreas de cultivo, os quais foram georreferenciados. Os agricultores reconheceram e nomearam oito etnoespécies, que correspondem a 13 espécies de anfíbios anuros, bem como seus principais locais de reprodução e desenvolvimento. A partir destas informações, foram elaborados dois mapas georreferenciados, relacionados principalmente aos locais de reprodução, os quais demonstram 13 sítios de reprodução em Itacuruba e seis em Petrolândia/PE. As respostas dos agricultores também possibilitaram identificar os valores atribuídos aos anfíbios nas áreas agrícolas, por meio do conhecimento acerca dos seus hábitos alimentares, ao citarem que os anfíbios comem principalmente insetos (65% dos agricultores de Petrolândia, n=238; 58% em Itacuruba, n=131), demonstrando conhecimento acerca da participação destes animais no equilíbrio ambiental e possível controle de pragas agrícolas. Não se constataram diferenças de concepção local, quanto à importância dos anfíbios no controle de pragas, entre sistemas irrigados e não irrigados. Os agricultores de Petrolândia (83%, n=238) e de Itacuruba (78%, n=131) relataram ter identificado, por observações in loco, que os anfíbios se alimentam de pragas agrícolas locais, possibilitando inferir que são biocontroladores dessas pragas. Também foram bastante enfáticos ao afirmarem que os anfíbios devem ser preservados (78%, n=238 em Petrolândia; 73%, n=131 em Itacuruba), principalmente por se alimentarem de insetos pragas, e por não constituir ameaça às comunidades agrícolas. Estas respostas possibilitaram a elaboração de uma cartilha ilustrada, em literatura de Cordel, a qual será distribuída e divulgada em escolas, cooperativas agrícolas e associações comunitárias dos municípios estudados, como instrumento de popularização da Ciência sobre a importância dos anfíbios no biocontrole de pragas agrícolas, em substituição ao uso de Agroquímicos. Entretanto, apesar de os agricultores locais destacarem a importância dos anfíbios e de sua preservação para controle de insetos pragas, ainda não os aceitam como aliados no controle natural de pragas em substituição aos agroquímicos. A popularização da Ciência por meio do Cordel Ilustrado é o primeiro passo em prol da sustentabilidade por meio de alternativas viáveis e práticas agrícolas sustentáveis, que visem à conservação das espécies e das atividades locais.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/22237
Appears in Collections:PRODEMA - Doutorado em Desenvolvimento e Meio Ambiente

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
IaponiraSalesDeOliveira_TESE.pdf7,25 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.