Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/22244
Título: A atuação dos consultórios na rua (CnaR) e a atenção à saúde da população em situação de rua
Autor(es): Matos, Anna Carolina Vidal
Palavras-chave: Consultório na rua;População em situação de rua;Questão social;Direito à saúde;Atenção básica
Data do documento: 12-Jul-2016
Citação: MATOS, Anna Carolina Vidal. A atuação dos consultórios na rua (CnaR) e a atenção à saúde da população em situação de rua. 2016. 198f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2016.
Resumo: This research took people under street condition as a manifestation of the Social Issue, implying a phenomenon generated from historical conditions, with the mediation of social, economic and political aspects. As a result of the organization and the struggles of the National Movement of People Under Street Condition, currently in Brazil this phenomenon is addressed by the State as a transversal issue for various areas of public administration. Thus, in 2011, arises the National Policy to the Population under Street Condition, from which the Street Clinics were created (CnaR). These are equipments of Primary Care focused on prevention and health promotion among the people under street condition. In this sense, this research aimed to understand the work of CnaR professionals in the city of Natal/RN. The general objective was to analyze the practices of CnaR teams toward the demands and health needs of the people under street condition of Natal/RN. More specifically, it sought to characterize the practices of CNAR professionals; problematize the limits and potential of this equipment in their relationship with the health network and the intersectorality and; discuss how the access to full health care of the population people under street condition takes place through CnaR practices. Aiming these objectives, semi-structured interviews were conducted with professional teams and, concomitantly, participant observation and records in field diaries from the observations of one of the teams. There are three teams CnaR in Natal/RN, located in two areas of the city, composed of 19 professionals and a coordinator. Seventeen professionals participated in the interviews. It was found that the demands that come to the teams are quite diverse, but related to lack of assistance profile and denial of rights that characterizes this population, which requires a critical and permanent education about the phenomenon, which was seen as incipient. Moreover, the work of professionals takes place in the direction of practices aiming the integration of users in the health system, such as matrx support, and facing immediate demands in the field, and the latter end up being prioritized because its volume. Integration with other network services has emerged as one of the most outstanding difficulties for the practices and, along with excess of activity, was presented as limitation for the effective integration of users in the network. It was also found that there is a need to encourage cooperation with main partners as NASF and MNPR. Finally, it is important to highlight that the understanding of the practices of CnaR allows greater understanding of the construction of social policies for the people under street condition, reduces the invisibility and promote the construction of the possibility of a change in the reality of this public.
metadata.dc.description.resumo: A presente pesquisa tomou como referência a população em situação de rua como uma manifestação da questão social, o que implica um fenômeno gerado a partir de condições históricas, com a mediação de aspectos sociais, econômicos e políticos. Em consequência da organização e das lutas do Movimento Nacional da População de Rua, atualmente, no Brasil, tal fenômeno é abordado pelo Estado como uma questão transversal a várias áreas da gestão pública. Assim, em 2011, surge a Política Nacional Para a População em Situação de Rua, em que foram criados os Consultórios na Rua (CnaR). Estes são equipamentos da atenção básica voltados para a prevenção e promoção de saúde junto à população em situação de rua. Nessa direção, esta pesquisa visou a entender a atuação dos profissionais dos CnaR no município do Natal/RN. O objetivo geral foi analisar a atuação das equipes do CnaR frente às demandas e necessidades de saúde da população em situação de rua do município de Natal/RN. De forma mais específica, pretendeu-se caracterizar as práticas dos profissionais do CnaR; problematizar os limites e as potencialidades desse equipamento na sua relação com a rede de saúde e com a intersetorialidade; e discutir como se dá o acesso ao cuidado integral à saúde da população em situação de rua, por meio das práticas do CnaR. Assim, foram feitas entrevistas semiestruturadas com os profissionais das equipes e, concomitantemente, observação participante e registros em diários de campo a partir do acompanhamento de uma das equipes. Em Natal/RN, existem três equipes do CnaR, localizadas em duas regiões da cidade, sendo elas compostas por 19 profissionais e um coordenador. Participaram das entrevistas 17 profissionais. Foi constatado que as demandas que chegam para as equipes são bastante diversificadas, mas ligadas ao perfil de desassistência e negação de direitos característico dessa população, o que exige uma educação crítica e permanente acerca do fenômeno, algo que foi visto como incipiente. Além disso, o trabalho dos profissionais se dá na direção das práticas voltadas para a inserção dos usuários na rede de saúde, como o matriciamento, e no atendimento às demandas apresentadas no campo – e essas últimas acabam sendo priorizadas por seu volume. A dificuldade de articulação com outros serviços da rede emergiu como uma das mais marcantes da atuação e, junto com o excesso de atividades, foi apresentada como limite para a efetiva inserção dos usuários na rede. Constatou-se também que há uma necessidade de estimular a articulação com parceiros centrais como o NASF e o MNPR. Por fim, é importante ressaltar que entender as práticas dos CnaR permite ampliar o entendimento da construção das políticas sociais para a população em situação de rua, diminuir a invisibilidade e promover a construção de possibilidade de uma transformação na realidade desse público.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/22244
Aparece nas coleções:PPGPSI - Mestrado em Psicologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
AnnaCarolinaVidalMatos_DISSERT.pdf2,28 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.