Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/22362
Título: Psicologia e formação generalista: do currículo mínimo às diretrizes curriculares
Autor(es): Fernandes, Sarah Ruth Ferreira
Palavras-chave: Generalismo;Competências;Formação do psicólogo;Currículo;Ênfases curriculares
Data do documento: 29-Jul-2016
Citação: FERNANDES, Sarah Ruth Ferreira. Psicologia e formação generalista: do currículo mínimo às diretrizes curriculares. 2016. 149f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2016.
Resumo: Since its regulation as a profession in Brazil, training in Psychology has been built over the idea of a generalist course. The change from Minimum Curriculum to National Curricular Guidelines (NCG) included a series of discussions and generalist training remained a consensus, but with new meanings. The objective of this study was to investigate the concepts and current strategies on generalist training in psychology courses in the city of Natal-RN. Therefore, we analyzed the Pedagogical Projects of the Courses (PPCs) and conducted interviews with coordinators and professors who participated in the creation of the curriculum. The research included four participating courses, of which three provided their PPCs and the four courses participated in interviews. Data was grouped into categories created a posteriori. We noticed a uniform discourse around the defense of a generalist training. The curricula are conteudists, show predominance of the clinical area and have little emphasis on the study of philosophical and historical foundations, generalist training is related to a diverse curriculum in theories and professional fields, seeking for integration of disciplines through activities and varied practical experience. The courses connect research and curriculum integration, but the incentives in most courses are meager. The competencies discourse is present, although it has not clarity about how to implement it. The courses compare curricular emphases with areas of psychology, which makes the term controversial, revealing a dichotomous understanding between generalist and specialist training. Thus, the predominance of a conteudism related to a professional training have generated a separation between theory and practice and obscures the critical conception of generalist training as a human, philosophical, historical and scientific formation.
metadata.dc.description.resumo: Desde a regulamentação como profissão no Brasil, a formação em Psicologia se constrói em torno da ideia de um curso generalista. A mudança de Currículo Mínimo para Diretrizes Curriculares Nacionais (DCN) abrangeu vários debates, a formação generalista permaneceu como um consenso, mas com novos sentidos. O objetivo deste trabalho foi investigar as concepções e estratégias atuais de formação generalista nos cursos de Psicologia da cidade de Natal-RN. Foram analisados os Projetos Pedagógicos de Curso (PPC), matrizes curriculares e entrevistas com os coordenadores dos cursos e docentes que participaram da criação do currículo. A pesquisa contou com quatro cursos participantes, sendo que três forneceram seus PPCs e os quatro participaram por meio de entrevistas. Os dados foram agrupados em categorias criadas a posteriori. Foi constatado um discurso uniforme em torno da defesa de uma formação generalista. Os currículos são conteudistas, mostram uma predominância da área clínica e pouca ênfase no estudo de fundamentos filosóficos e históricos, relacionam formação generalista a um currículo diversificado nas teorias e campos de atuação profissional, buscando uma integração de disciplinas por meio de atividades e experiências práticas. Relacionam pesquisa e integração curricular, mas os incentivos na maioria dos cursos são parcos. O discurso de competências está presente, ainda que se tenha pouca clareza sobre sua concretização. Os cursos comparam ênfases curriculares à áreas da Psicologia, o que torna o termo controverso, revelando uma compreensão dicotômica entre formação generalista e especialista. Assim, a predominância de um conteudismo voltado para a prática profissional tem separado teoria e prática e obscurecido uma concepção crítica de formação como formação humana, filosófica, histórica e científica.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/22362
Aparece nas coleções:PPGPSI - Mestrado em Psicologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
SarahRuthFerreiraFernandes_DISSERT.pdf1,07 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.