Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/22430
Title: Análise dos fatores de risco do diagnóstico de enfermagem risco de infecção em pacientes com câncer hospitalizados
Authors: Araújo, Aryele Rayana Antunes de
Keywords: Neoplasias;Câncer;Diagnóstico de enfermagem;Fator de risco;Enfermagem
Issue Date: 25-Nov-2016
Citation: ARAÚJO, Aryele Rayana Antunes de. Análise dos fatores de risco do diagnóstico de enfermagem risco de infecção em pacientes com câncer hospitalizados. 2016. 80f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) - Centro de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2016.
Portuguese Abstract: As Infecções Relacionadas à Assistência à Saúde representam uma grave problemática de saúde mundial. Relativo especificamente aos pacientes com câncer hospitalizados, estes possuem fatores relacionados à doença, ao tratamento e à internação que favorecem o desenvolvimento desses eventos. Assim, objetivou-se identificar os fatores de risco do Diagnóstico de Enfermagem Risco de Infecção em pacientes com câncer hospitalizados notificados com Infecção Relacionada à Assistência de Saúde e acordo com a NANDA-I. Trata-se de um estudo documental quantitativo desenvolvido em um hospital referência em oncologia para pacientes do Sistema Único de Saúde no estado do Rio Grande do Norte. Foram analisados os prontuários de pacientes com idade igual ou superior a 18 anos, de ambos os sexos, entre os anos de 2013 e 2014, os quais apresentaram infecção associada à assistência de saúde durante o período de internação. A amostra totalizou 105 prontuários. A coleta de dados se deu entre os meses de novembro de 2015 a abril de 2016 por meio de um instrumento composto por variáveis sociodemográficas e de saúde e os fatores de risco para infecção. Foram realizadas análises exploratórias amostrais por meio de distribuições de frequências e medidas descritivas. As diferenças entre as proporções foram verificadas mediante aplicação dos Testes Qui-quadrado de Pearson e o Teste Exato de Fisher e a Regressão Múltipla foi avaliada por meio do teste T de Student, todos com nível de significância de 5% (p valor ≤ 0,05). O estudo foi aprovado nos Comitês de Ética em Pesquisa da Universidade Federal do Rio Grande do Norte e da Liga Norte-rio-grandense contra o Câncer, nº do CAAE 48374815.3.3001.5293. Quanto à caracterização da amostra, verificou-se maioria de adultos (54,3%), com média de idade de 58,9 (±14,7), do sexo feminino (57,1%), com companheiro (51,4%), trabalhavam (34,3%), provenientes do interior do estado do Rio Grande do Norte (59,0%). Em relação às características clínicas, 64,8% dos pacientes estavam internados por uma clínica cirúrgica. As manifestações clínicas mais relatadas nos prontuários foram febre (43,8%), dor (33,3%) e constipação (26,7%). Os sítios de infecção mais presentes foram infecção do sítio cirúrgico (50,5%), infecção do trato urinário (21,0%), e infecção de corrente sanguínea (19,0%). Referente aos fatores de risco do diagnóstico de enfermagem risco de infecção, os mais prevalentes foram, respectivamente, procedimento invasivo (100,0%), pele rompida (93,3%) e peristaltismo inadequado (63,8%). Observou-se uma associação estatisticamente significante entre os fatores de risco pele rompida característica cirúrgica do paciente; e hemoglobinemia aos pacientes de condição não-cirúrgica com p-valor ≤ 0,05. Além disso, foi significativa a relação entre o tempo de internação e pertencentes a uma clínica não-cirúrgica e que realizaram cirurgia prévia.
Abstract: The infections regarding health care represents a serious problematic of global health. Especially when it involves patients with cancer that are hospitalized, they have factors pertaining the disease, treatment and hospitalization that boosts the development of these events. Therefore, the purpose was to analyze the risk factors of the Nursing’s infection risk diagnostic on patients with cancer that are hospitalized and with an infection related to health care and according to the North American Nursing Diagnosis-International. It is about a documentary and quantitative study developed inside a hospital that is reference on the field of oncology for patients of the Single Health System (SUS) in the state of Rio Grande do Norte. The handbooks of patients with age equal or above 18 years, of both gender, between the years of 2013 and 2014, which had showed infection associated with the health care during their hospitalization period were analyzed. Sample was composed with 105 handbooks. The data gathering happened between November of 2015, to April of 2016, using an instrument composed by sociodemographic and health variables and the risk factors for infection. Sample exploratory analysis were made using frequency distributions and descriptive measures. The differences between the proportions were verified upon the applications of the Chi – Square test and Fisher’s Exact test and the Multiple regression was evaluated using Student’s T test, all of them with significance level of 5% (p value ≤ 0,05). The study was approved on the committees of Ethics in Research of Universidade Federal do Rio Grande do Norte and the Norte Riograndense League against cancer, nº of CAAE 48374815.3.3001.5293. Regarding the sample’s characterization, it was verified a majority of adults (54.3%), with average age of 58.9 (±14.7), female (57.1%), with a companion (51.4%), that used to work (34.3%), coming from the state’s countryside (59.0%). Regarding clinical characterization, 64.8% of the patients were hospitalized by a surgical clinic. The most reported clinical manifestations on the handbooks were fever (43.8%), pain (33.3%) and constipation (26.7%). Referring the risk factors of the Nursing’s infection risk diagnostic, the most prevailing were, respectively, invasive procedure (100.0%), disrupted skin (93.3%) and inadequate peristalsis (63.8%). One observes a statistically significant association between risk factors, disrupted skin, a patient’s surgical characteristic, and the presence of free hemoglobin on the blood on patients with a non – surgical condition, with p-value ≤ 0.05. Furthermore, the hospitalization’s time evaluation and the patient being a woman was significant, belonging to a non – surgical clinic and that made a previous surgery.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/22430
Appears in Collections:PPGE - Mestrado em Enfermagem

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
AryeleRayanaAntunesDeAraujo_DISSERT.pdf1.35 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.