Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/22454
Título: Montagem e encenação performativa: pode ser que seja Caio Fernando Abreu
Autor(es): Fagundes, Felipe Cabral de Araújo
Palavras-chave: Encenação performativa;Processo de criação;Montagem;Caio Fernando Abreu
Data do documento: 31-Mai-2016
Citação: FAGUNDES, Felipe Cabral de Araújo. Montagem e encenação performativa: pode ser que seja Caio Fernando Abreu. 2016. 52155f. Dissertação (Mestrado em Artes Cênicas) - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2016.
Resumo: In this practice and theoretical research I approach the concept of performative theater by Josette Feral (2008) from the creation of play "Pode ser que seja..." based on the text "Pode ser que seja só o leiteiro lá fora" (1974) by brazilian writer Caio Fernando Abreu (1948-1996). I seeking to combine the concepts proposed by the authors Jean Baudrillard (1990) and Jean-François Lyotard (2013) a comparative study on the creation of procedures, based on the directors Renato Cohen (2006), Tadeusz Kantor (2008), Antonio Araújo (2011) and Robert Wilson (2011) grounded the discussion proposed by Feral (2015) about the boundaries between theory and practice at theater. In order to discuss the relationship between practice and theory, present in the introduction of this dissertation, the concepts that have worked in the creation process and develop this research on the assembly of a performative theater in one chapter dedicated to describing the process of creation of the "Pode ser que seja...", articulating my voice as a director with the voices of the artists who participated in this project.
metadata.dc.description.resumo: Nesta pesquisa prática-teórica abordo o conceito de teatro performativo de Josette Féral (2008) a partir da criação da encenação “Pode ser que seja...” baseada na obra “Pode ser que seja só o leiteiro lá fora” (1974) do escritor gaúcho Caio Fernando Abreu (1948-1996). Procuro, portanto, aliar os conceitos propostos pelos autores Jean Baudrillard (1990) e Jean-François Lyotard (2013) a um estudo comparativo sobre procedimentos de criação, tomando por base os encenadores Renato Cohen (2006), Tadeusz Kantor (2008), Antônio Araújo (2011) e Robert Wilson (2011) alicerçados pela discussão proposta por Ferál (2015) a respeito dos limites entre a teoria e a prática no fazer teatral. A fim de discutir a relação entre a prática e a teoria, apresento na introdução desta dissertação, os conceitos que foram trabalhados no processo de criação e desenvolvo esta pesquisa sobre a montagem de uma encenação performativa em capítulo único que se dedica a descrever o processo de criação do “Pode ser que seja...”, articulando a minha voz enquanto encenador com as vozes dos artistas que fizeram parte deste projeto.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/22454
Aparece nas coleções:PPGAC - Mestrado em Artes Cênicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
FelipeCabralDeAraujoFagundes_DISSERT.pdf3,33 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.