Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/22531
Título: Desenvolvimento de um programa para assistência de enfermagem na prevenção e controle de sobrepeso ou obesidade em adolescentes
Autor(es): Vieira, Caroline Evelin Nascimento Kluczynik
Palavras-chave: Enfermagem;Adolescente;Sobrepeso;Obesidade;Atenção primária à saúde
Data do documento: 16-Dez-2016
Citação: VIEIRA, Caroline Evelin Nascimento Kluczynik. Desenvolvimento de um programa para assistência de enfermagem na prevenção e controle de sobrepeso ou obesidade em adolescentes. 2016. 100f. Tese (Doutorado em Enfermagem na Atenção à Saúde) - Centro de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2016.
Resumo: Obesity is a worldwide public health problem that has increased prevalence among adolescents. In Brazil, the Ministry of Health has designated that the prevention and control of the problem is a function of Primary Health Care. However, no guideline instruments or programs for nursing practice with this population are offered. The objective was to develop a nursing care program for prevention and control of overweight or obesity among adolescents in Primary Health Care. Methodology study conducted in four public schools and four Primary Care Health Units in the city of Natal/RN. The participants were: four nurses, representing the four geographic city zones (north, south, east and west); 114 adolescents; and 40 school teachers. A participative intervention for the prevention and control of overweight and obesity in adolescents was developed, using the six stages of Bartholomew´s Intervention Mapping framework (needs evaluation, construction of objectives for change matrices, definition of theory-based methods and strategies, program development, application planning, implementation, and evaluation). The needs were identified by an integrated review of literature, adolescent and teachers´ focal groups, and semi-structured interviews with the nurses. Data were synthesized using the collective subject discourse method. Forty-one (36%) adolescents were identified with overweight (25/71%) or obesity (16/39%); and the main needs that emerged for discussion were: bullying, nutritional re-education, opportunity for physical exercise, help to establish a school-health service link, and university support to establish nursing interventions. Matrices for performance objectives, determinants, and for change objectives were created, discussed and modified with the nurses; and then selected the theories and methods for the intervention activities. The interventions emerged from the integrative review of nursing interventions with overweight and obese adolescents, and from the NIC intervention “Care for weight reduction (1280)” from the Classification of Nursing Interventions. The result was the development of the “School Health Nursing Program” that was implemented by the planners for testing and evaluation of the practice strategies. This resulted in the reduction of physical exercise time, from 60 to 45 minutes per class hour. Each target group was encouraged to participate in the adoption and continuation of the Program and a bimonthly evaluation plan was constructed. The conclusion is that a participative theory-based intervention that is procedurally mapped, with community link, that maximizes the existing resources, has implications for nursing practice because of its potential to guide need-focused interventions and enhance the prevention and control of obesity in Primary Health Care. The intervention Program developed represents a scientific and technologic contribution to the advancement of nursing knowledge in health promotion theory.
metadata.dc.description.resumo: A obesidade é um problema de saúde pública mundial, com prevalência crescente nos adolescentes. No Brasil, o Ministério da Saúde direciona a prevenção e o controle deste problema para a Atenção Primária à Saúde, sem, no entanto, oferecer instrumentos ou programas de intervenção que norteiem a prática do enfermeiro com essa população específica. Objetivou-se construir um programa para a assistência de enfermagem na Atenção Primária à Saúde direcionada à prevenção e controle de sobrepeso ou obesidade em adolescentes. Estudo metodológico, desenvolvido em quatro escolas estaduais e quatro Unidades Básicas de Saúde do Município de Natal/RN. Participaram quatro enfermeiras, representantes das zonas geográficas do município (norte, sul, leste e oeste), 114 adolescentes, e 40 professores. Elaborou-se a intervenção em forma de programa, com base nas seias etapas do Protocolo para Mapeamento de Intervenção de Bartholomew (avaliação das necessidades, construção de matrizes dos objetivos de mudança, delineamento de métodos baseados em teorias e estratégias práticas, desenvolvimento do programa, planejamento da adoção e implementação, e planejamento da avaliação). As necessidades foram identificadas por meio de revisão da literatura, grupos focais com adolescentes e professores, e entrevistas semiestruturadas com as enfermeiras. Os dados foram sintetizados utilizando o discurso do sujeito coletivo. Realizou-se avaliação dos participantes Um total de 41 (36%) adolescentes foram identificados com sobrepeso (25/71%) ou obesidade (16/39%), e as principais necessidades foram: abordagem ao bullying, reeducação alimentar, disponibilidade de exerícios físicos na escola, auxílio na criação e manutenção de vínculo escola-Unidade de Saúde, e apoio da universidade na implementação das intervenções de enfermagem. A partir das necessidades, criaram-se matrizes dos objetivos de desempenho, dos determinantes e dos objetivos de mudança. Estes foram discutidos e modificados com as enfermeiras. Selecionaram-se teorias e métodos para embasar as ações da intervenção. As estratégias emergiram da revisão integrativa sobre intervenções de enfermagem direcionadas ao adolescente com sobrepeso ou obesidade e da intervenção “Assistência para reduzir o peso (1280)”, contida na Classificação de Intervenções de Enfermagem. Isso resultou na elaboração do “Programa de Enfermagem Saúde na Escola”. Os implementadores e usuários aplicaram, testaram e avaliaram as estratégias práticas, o que resultou na necessidade de redução da hora-aula dos exercícios físicos, de 60 para 45 minutos. Por fim, criou-se um plano de avaliação bimestral do Programa a ser posteriomente implementado. Conclui-se que uma intervenção em forma de programa que contemple a participação da comunidade, criação de vínculo, utilização de teorias, previsão de continuidade da assistência, e maximização dos recursos existentes na comunidade, tem potencial para a melhoria da prática de enfermagem na Atenção Primária à Saúde. Como intervenção para prevenção e controle de sobrepeso ou obesidade em adolescentes, o Programa elaborado guia intervenções direcionadas às necessidades de saúde da população nas escolas públicas e constitui uma tecnologia que contribui para o avanço de conhecimento de enfermagem sobre a implementação da teoria de promoção da saúde.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/22531
Aparece nas coleções:PPGE - Doutorado em Enfermagem

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
CarolineEvelinNascimentoKluczynikVieira_TESE.pdf2,29 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.