Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/22532
Título: Antinomias do doador de sangue fidelizado: representações sociais polêmicas e transversais de um conceito em construção
Título(s) alternativo(s): Antinomies of the loyal blood donor: controversial and transversal social representations of a concept in construction
Autor(es): Costa, João Evangelista da
Palavras-chave: Serviço de hemoterapia;Doadores de sangue;Anemia;Formação de conceito;Enfermagem
Data do documento: 12-Dez-2016
Citação: COSTA, João Evangelista da. Antinomias do doador de sangue fidelizado: representações sociais polêmicas e transversais de um conceito em construção. 2016. 100f. Tese (Doutorado em Enfermagem na Atenção à Saúde) - Centro de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2016.
Resumo: Introduction: The blood donor is an individual who attends a hemotherapy service and donates blood after approval in clinical screening. World Health Organization data Health and the Ministry of Health of Brazil show a lack of altruistic and loyal blood donors. The complexity surrounding a blood donation includes temporary disabilities, with emphasis on anemia; Increasing the maximum age for a blood donation from 67 to 69 years and the social representations of loyal donors - considering that the Theory of Social Representations is about transforming something unknown into something known and family. General objective: To analyze the social representations of blood donors for the first time in a hemotherapy service. Specific Objectives: To understand the concept of "loyal blood donor" from the perspective of Walker and Avant; Characterize the sociodemographic profile of first-time blood donors; To describe anemia as the primary cause of temporary disability for blood donation; Discuss the blood donation of elderly people in private hemotherapy service. Methods: Descriptive exploratory study, quantitative-qualitative approach, using tools from the theory of Social Representations, characterized as mixed methods. The survey was conducted in the Hematology Service Hemovida Ltda, a private institution located in Natal, State of Rio Grande do Norte, Brazil. Data were collected from July to December 2015. Three instruments were used to collect the data: a review of the area literature for concept analysis; Registration worksheet for collecting secondary data in electronic medical records; Questionnaire with voice recording of the participants to collect the primary data from guiding questions. It was based on the understanding that these instruments are complementary to each other, allowing the triangulation of the information necessary to carry out the study. The data collected by the questionnaire were submitted to ALCESTE and thematic analysis in light of the social representations and the central core theory. Results: They were discussed in four Article: Article I – “Loyal blood donor: a conceptual analysis”, which demonstrates the lack of a consensual concept about what is a "loyal blood donor" or metrics to measure and extend it in a consistent, universal, equitable and integral manner; Article II – “Anemia as a temporary unfitness factor for blood donation”, in which a quantitative cross-sectional study with data collected in the Clinical Triage module of the Hemote Plus® software is carried out. The results demonstrate that anemia is the most prevalent cause of disability, impairing the health of Population and blood stocks in hemotherapy services; Article III – “Elderly blood donor: necessary and current contribution”, refers to a cross-sectional, descriptive study performed with 86 elderly people, who donated to meet the need of a patient. It was found that the low number of elderly donors is due to the disinformation regarding the current limit of the maximum age for donation and comorbidities; Article IV – “Social Representation of the Loyal Blood Donor: a controversial or transverse concept under construction”, this is an exploratory-descriptive study, with quantitative, qualitative and representational data, with 121 individuals who attended for the first time to donate blood in a hemotherapy service. The sociodemographic and interview data were submitted to the software ALCESTE (Analyse Lexicale par Contexte d'un Ensemble de Segment de Texte) and analyzed in the light of Social Representation Theory and Central Core Theory complemented by the Bardin content analysis. The null hypothesis has been refuted and the alternative accepted: there are social representations of the loyal blood donor of the controversial type. Conclusions: Conclusions: It is concluded that the format of quantitative and qualitative collection and analysis in a concomitant way, inserted in the mixed methods, in light of the social representations postulated from hypotheses the data analysis, open space for Multidisciplinarity. This is particularly true when the concept of loyal blood donor is a controversial or transverse concept under construction that refers to controversial social representations.
metadata.dc.description.resumo: Introdução: O doador de sangue é um indivíduo que comparece um serviço de hemoterapia e doa sangue após aprovação na triagem clínica. Dados da Organização Mundial da Saúde e do Ministério da Saúde do Brasil mostram uma insuficiência de doadores de sangue altruístas e fidelizados. A complexidade que envolve uma doação de sangue incluí as inaptidões temporárias, destacando-se a anemia; a ampliação da idade máxima para uma doação de sangue de 67 para 69 anos e as representações sociais dos doadores fidelizados – considerando que a Teoria das Representações Sociais diz respeito a transformar algo desconhecido em algo conhecido e familiar. Objetivo Geral: Analisar as representações sociais de doadores de sangue de primeira vez em um serviço de hemoterapia. Objetivos Específicos: Compreender o conceito “doador de sangue fidelizado” na perspectiva de Walker e Avant; caracterizar o perfil sociodemográfico dos doadores de sangue de primeira vez; descrever a anemia como a principal de inaptidão provisória para doação de sangue; discutir a doação de sangue de pessoas idosas em serviço de hemoterapia privado. Métodos: Estudo exploratório descritivo, de abordagem quanti-qualitativo, utilizando ferramentas da teoria das Representações Sociais, caracterizado como métodos mistos. A pesquisa foi realizada no Serviço de Hemoterapia Hemovida Ltda, uma instituição privada localizada em Natal, Estado do Rio Grande do Norte, Brasil. Os dados foram coletados no período julho a dezembro de 2015. Três instrumentos de coleta de dados foram utilizados: revisão da literatura da área para a análise de conceito; planilha de registro para coleta dos dados secundários em prontuário eletrônico; questionário com gravação de voz dos participantes para coleta dos dados primários a partir de questões norteadoras. Partiu-se do entendimento que estes instrumentos são complementares entre si, permitindo a triangulação das informações necessárias para realização do estudo. Os dados coletados pelo questionário foram submetidos ao ALCESTE e análise temática à luz das representações sociais e da teoria do núcleo central. Resultados: discutiu-se, em função dos objetivos, a partir de quatro artigos: Artigo I – “Doador de sangue fidelizado: uma análise conceitual”, em que se comprova a inexistência de um conceito consensual sobre o que é um “doador de sangue fidelizado”, ou métricas para medi-lo e ampliá-lo de maneira consistente, universal, equânime e integral; Artigo II – “Anemia como fator de inaptidão provisória para doação de sangue”, no qual se tem um estudo transversal quantitativo com dados coletados no módulo Triagem Clínica do software Hemote Plus®, cujos resultados demonstram que a anemia é a causa mais prevalente de inaptidão, prejudicando a saúde da população e os estoques de sangue nos serviços de hemoterapia; Artigo III – “Doador idoso de sangue: contribuição necessária e atual”, diz respeito a um estudo transversal, descritivo, realizado com 86 idosos, os quais doaram para atender à necessidade de um paciente. Constatou-se que o baixo número dos doadores idosos devem-se muito à desinformação quanto ao limite atual da idade máxima para doação e comorbidades; Artigo IV – “Representação Social do Doador de Sangue Fidelizado: conceito polêmico ou transversal em construção”, trata-se de estudo exploratório-descritivo, com dados quantitativos, qualitativos e representacionais, com 121 indivíduos que compareceram pela primeira vez para doar sangue em um serviço de hemoterapia. Os dados sociodemográficos e das entrevistas foram submetidos ao software ALCESTE (Analyse Lexicale par Contexte d'un Ensemble de Segment de Texte) e analisados à luz da Teoria das Representações Sociais e da Teoria do Núcleo Central complementada pela análise de conteúdo de Bardin. A hipótese nula foi refutada e a alternativa aceita: há representações sociais do doador de sangue fidelizado do tipo polêmicas. Conclusões: conclui-se que o formato de coleta e análise, quanti e qualitativa, de maneira concomitante, inseridos nos métodos mistos, à luz das representações sociais postuladas a partir de hipóteses a análise dos dados, abrem espaço para a multidisciplinaridade. Isso ocorre, em particular, quando o conceito de doador de sangue fidelizado de primeira vez se configura como um conceito polêmico ou transversal em construção que remete as representações sociais polêmicas.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/22532
Aparece nas coleções:PPGE - Doutorado em Enfermagem

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
JoaoEvangelistaDaCosta_TESE.pdf2,91 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.