Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/22559
Título: Síntese de Cu-MOFs via método eletroquímico: caracterização e aplicação na adsorção de azul de metileno
Autor(es): Monteiro, Arthur Felipe de Farias
Palavras-chave: Rede metalorgânica;Síntese eletroquímica;Cu-BDC;Adsorção;Azul de metileno
Data do documento: 15-Abr-2016
Citação: MONTEIRO, Arthur Felipe de Farias. Síntese de Cu-MOFs via método eletroquímico: caracterização e aplicação na adsorção de azul de metileno. 2016. 106f. Dissertação (Mestrado em Química) - Centro de Ciências Exatas e da Terra, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2016.
Resumo: The metal organic frameworks (MOF's) are hybrid materials, generally crystalline, consisting of metallic atoms or metallic clusters, coordinated to polyfunctional organic ligands, generally observing the presence of pores/channels in nanometer dimensions. Their structures shows low density due to the porosity, have high surface area and a high pore volume, which lead to the prominent place of scientific-technological area, applicable in various fields as catalysis, adsorption, separation, gases storage, drug delivery, etc. Cu-MOFs were synthesized by the electrochemical method, using the 1,3-H2BDC and 1,4-H2BDC linkers in different H2O/DMF solvent proportions. The influence of electrochemical variables of process, such as voltage and electric current, and their influence on the final structure of the material was examined. The materials were obtained within one hour, showing that this method is kinetically advantageous for the preparation of the copper network. The product of the synthesis of Cu (1,4-BDC) network is composed of two lamellar (layered) and microporous crystalline structures. The formation of different structures are directly relate to the electrical current condition imposed on the synthesis. The two structures differ mainly by the displacement between subsequent layers, 60° and 120°, respectively. The displacement of the layers resulted in structures with different channels volumes, where the structure with 60° of displacement presents channels with greater volume, what may be applicable in adsorption. This structure, called Cu(1,4-BDC)2, was applied for the blue methylene adsorption, where the study of the influence of pH, temperature and concentration was performed. It revealed that for pH values between 5.0 and 6.0 there is an increased amount of the adsorbed dye. Different conditions were tested, such as concentrations between 25 and 250 mg/L and temperatures between 293.15 and 313.15 K. Varying concentrations of the dye solution, the kinetic factors, thermodynamic and equilibrium for adsorption, were evaluated. It was find that the kinetic model of pseudo-second order is the most compatible with the process. For the thermodynamic factors, it was find that the process is exothermic, spontaneous and has the highest efficiency at 293.15 K. Two models were tested for adsorption isotherm, the Langmuir and Freundlich, and the most compatible with the data was the Langmuir model, theoretically predicting a maximum adsorption capacity of 76.63 μmol/g, and for the optimized conditions (14 hours), the capacity obtained experimentally was 75.91 μmol/g, (99.06% theoretical). Reuse tests of the material were carried out and it was found that the material can reach the reuse efficiencies higher than 60% for up to four adsorption/desorption recycles.
metadata.dc.description.resumo: As Redes Metalorgânicas (Metal Organic Frameworks – MOF’s) são materiais híbridos, geralmente cristalinos, constituídos por átomos ou clusters metálicos, coordenados à ligantes orgânicos polifuncionais, geralmente, observando-se a presença de poros/canais de dimensões nanométricas. Suas estruturas são de baixa densidade em função da porosidade, e apresentam alta área superficial, bem como um grande volume de poro, o que às levam a lugar de destaque do ponto vista científico-tecnológico, sendo aplicáveis na catálise, adsorção, separação, estocagem de gases, entrega de fármacos, etc. Cu-MOF’s foram sintetizadas via método eletroquímico a partir de dois ligantes distintos, 1,3-H2BDC e 1,4-H2BDC. Os parâmetros sintéticos empregados, tais como, meio reacional (razão H2O/DMF), diferença de potencial e corrente elétrica, foram avaliados e sua influência sobre a estrutura cristalina determinada. Os materiais foram obtidos em uma hora, sugerindo que esta é uma rota cineticamente vantajosa para a obtenção de redes metalorgânicas de cobre. O produto da síntese da rede Cu(1,4-BDC) é composto de duas estruturas cristalinas lamelares (em camadas) e microporosas. A cristalização destas diferentes estruturas está diretamente relacionada ao valor de corrente elétrica empregada. As duas estruturas se diferenciam basicamente pelo deslocamento entre camadas consecutivas, 60° e 120°, respectivamente. O deslocamento das camadas resultou em estruturas com diferentes volumes de canais, sendo a estrutura com deslocamento de 60° a que apresenta canais com maior volume, mais indicado para a adsorção. Essa estrutura, denominada Cu(1,4-BDC) 2, foi aplicada na adsorção de azul de metileno, sendo avaliadas as influências de pH, temperatura e concentração. Observou-se que valores de pH entre 5,0 e 6,0 promovem uma melhor adsorção. Diferentes condições foram testadas, tais como concentrações entre 25 e 250 mg/L e temperaturas entre 293,15 e 313,15 K. Adicionalmente, também foram avaliados fatores cinéticos, termodinâmicos e de equilíbrio para a adsorção. Constatou-se que o modelo cinético de pseudo-segunda ordem é o mais compatível com o processo. Para os fatores termodinâmicos, verificou-se que o processo é exotérmico, espontâneo e com maior eficiência à uma temperatura de 293,15 K. Foram testados dois modelos de isotermas, o de Langmuir e o de Freundlich, sendo o modelo de Langmuir o que apresentou maior compatibilidade, prognosticando uma capacidade adsortiva máxima teórica de 76,63 μmol/g, sendo que para as condições otimizadas (14 horas), a capacidade experimentalmente obtida foi de 75,91 μmol/g, (99,06% do valor teórico). Foram realizados ensaios de reuso do material, onde foi constatada uma eficiência superior à 60% para até quatro ciclos de adsorção/dessorção.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/22559
Aparece nas coleções:PPGQ - Mestrado em Química

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ArthurFelipeDeFariasMonteiro_DISSERT.pdf6,21 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.