Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/22572
Título: Revisão de tarifa do sistema elétrico brasileiro com a aplicação do modelo de redes da análise envoltória de dados
Autor(es): Marques, Adriana Cavalcante
Palavras-chave: Análise envoltória de dados;Setor elétrico brasileiro;Tarifas;Eficiência;Ajustes de tarifas
Data do documento: 27-Jun-2016
Citação: MARQUES, Adriana Cavalcante. Revisão de tarifa do sistema elétrico brasileiro com a aplicação do modelo de redes da análise envoltória de dados. 2016. 132f. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Produção) - Centro de Tecnologia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2016.
Resumo: The Brazilian electricity sector has shown different changes, since unbundling of companies to the creation of the regulatory agency (Aneel - National Electric Energy Agency), responsible for the economic regulation of the transmission and distribution segments. However, Aneel applies charging policies separately between the segments that make up the electrical system, not considering the relationship in the supply chain. In this context, this paper aims to propose a new model of the Brazilian electric system efficiency analysis in order to make the best-adjusted tariff review with the system reality. The segments of the industry (generation, transmission and distribution) were founded through a set of recurring variables in the literature to portray the processes carried out in the electrical system at the national and international levels. The conceptual model includes initially 12 variables divided into three dimensions: cost, productivity and quality. The sample includes 94 companies, consisting of in 16 generation companies, 28 electricity transmission companies and 50 distribution companies. The Decision Making Units (DMU) were considered the paths from generation to distribution, so that the sample contains 362 DMUs in total. In conducting the research analysis, a model was developed to evaluate the electrical system using the data envelopment analysis (DEA) to quantitatively identify the network efficiency level. To be able to represent the complexity of the electrical system, a unique grouping model was proposed and analyzed by Network DEA's model (NDEA) in three stages, each one simulating a particular segment of the industry, in order to identify the impacts between the processes and the causes of inefficiency. These stages of the network were evaluated to verify the performance of the companies in each segment and validate the model of constant returns to scale, through the classic models CCR compared to the NDRS used by Aneel. From this comparison between the classic models, the use of constant returns to scale model for sector analysis was validated. The results of the NDEA model point to the adequacy of the proposed method by performing the electrical system aggregate analysis, by presenting more discriminatory results than classic models. Furthermore, none of the paths have efficient companies in all of its three stages. However, it was possible to identify which links those companies should focus their investments to achieve better performance and which networks are its benchmarks, contributing to the decision-making and the efficient planning of companies. Finally, we identified the exogenous factors that influence efficiency, such as geography and size, thereby making possible to obtain a more appropriate tariffing regarding the reality of the sector, benefiting consumers, companies and the government.
metadata.dc.description.resumo: O setor elétrico brasileiro tem apresentado diferentes mudanças, desde a desverticalização das empresas até a criação do órgão regulador (Aneel - Agência Nacional de Energia Elétrica) responsável pela regulação econômica dos segmentos de transmissão e distribuição. Contudo, a Aneel aplica as políticas de tarifação separadamente entre os segmentos que compõem o sistema elétrico, não considerando as relações existentes na cadeia de suprimentos. O presente trabalho tem como objetivo propor um novo modelo de análise de eficiência do sistema elétrico brasileiro a fim de tornar a revisão tarifária melhor ajustada para a realidade do cenário atual. Os segmentos do setor (geração, transmissão e distribuição) foram fundamentados por meio de um conjunto de variáveis recorrentes na literatura para retratar os processos realizados no sistema elétrico, no âmbito nacional e internacional. A partir disso, o modelo conceitual considera 12 variáveis distribuídas em três dimensões: custo, produtividade e qualidade. A amostra contempla 94 empresas, dentre as quais segmentam: 16 empresas de geração, 28 empresas transmissoras de energia e 50 empresas distribuidoras. As Unidades Tomadoras de Decisão (Decision Making Units - DMU) foram classificadas como os caminhos com as diferentes empresas da geração até a distribuição de energia, de forma que a amostra totalizou em 362 DMUs. Na condução da pesquisa, elaborou-se um modelo para avaliação do sistema elétrico com a utilização da Análise Envoltória de Dados (DEA – Data Envelopment Analysis), com o propósito de identificar quantitativamente o nível de eficiência da rede. De modo a poder representar a complexidade do sistema elétrico, o modelo proposto utiliza o DEA em redes (Network Data Envelopment Analysis – NDEA) com três estágios, cada um simulando os segmentos do setor, para identificar os impactos entre os processos e as causas de ineficiência. Esses estágios da rede foram avaliados para verificar a performance das empresas em cada segmento e validar o modelo de retornos constantes de escala, por meio dos modelos clássicos CCR em comparação com o NDRS, utilizado pela Aneel. A partir dessa comparação entre os modelos clássicos, validou-se o uso do modelo de retornos constantes de escala para as análises do setor. Os resultados do modelo NDEA apontam para a adequação do método proposto realizando a análise agregada do sistema elétrico, ao apresentar resultados mais discriminatórios que os modelos clássicos. Obteve-se que nenhum caminho da rede observado possui as três empresas constituintes eficientes em sua totalidade. Contudo, foi possível identificar em quais ligações as empresas devem focar seus investimentos para alcançar melhores desempenhos e quais redes ter como benchmarks, contribuindo para a tomada de decisão gerencial e o planejamento eficiente das empresas. Por fim, identificou-se os fatores exógenos que influenciam na eficiência, como a região geográfica e porte, sendo possível então, obter diagnósticos para uma tarifação mais adequada à realidade do setor, beneficiando tanto os consumidores, quanto as empresas e o governo.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/22572
Aparece nas coleções:PPGEP - Mestrado em Engenharia de Produção

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
AdrianaCavalcanteMarques_DISSERT.pdf6,16 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.