Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/22576
Título: Influência do leito de inertes em reator tubular para produção de biodiesel a partir de óleo de soja e etanol supercrítico
Título(s) alternativo(s): Influence of inert in a tubular reactor for biodiesl production from soybean oil and supercritical ethanol
Autor(es): Rebouças, Érica Guedes
Palavras-chave: Biodiesel;Etanol;Supercrítico;Tubular;Leito de inertes
Data do documento: 16-Dez-2016
Citação: REBOUÇAS, Érica Guedes. Influência do leito de inertes em reator tubular para produção de biodiesel a partir de óleo de soja e etanol supercrítico. 2016. 85f. Dissertação (Mestrado em Engenharia Química) - Centro de Tecnologia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2016.
Resumo: From the limitations of energy sources, mostly oil derivatives, biodiesel, traditionally produced comes with well-established routes of production such as the transesterification, using conventional heating and homogeneous catalysis. In the search for new technologies in the production of biodiesel, the methods that use alcohol in supercritical conditions have been widely investigated. The importance of continuous operation has taken to some studies of biodiesel production in supercritical method using tubular reactors. The following project has aims to investigate the use of inert (glass) in a tubular bed reactor for the production of biodiesel from soybean oil with pressurized. The effects of the temperature (300, 350 and 400°C), the volumetric flow rate of the reagents (0,5 and 1 mL/min), bed porosity (0.42, 0.38 and 0.32) under the conditions of 15 MPa and molar ratio oil: ethanol 1:40 on the esters conversion of the reaction were analyzed. In addition, the effect of the oil: ethanol molar ratio was analyzed, and for this, experimental runs were conducted at 350°C, 15 MPa and porosity of 0.38 at flow rates of 0.3; 0.5; and 1 mL/min, in different molar ratios (1:10 - 1:70). In general, the results indicated a positive effect of temperature on the ester content, due to the higher solubility of the oil in the alcohol under these conditions. Another interesting result was the combined effect of flow rate and porosity on residence time, maximizing the mass transfer and the miscibility between the phases, allowing the advance of the reaction at low times. The best result (98.99%) were achieved after 8 min of reaction under the conditions of 400°C, 15 MPa, molar ratio soybean oil: ethanol 1:40, flow rate of 0.5 mL/min, and porosity of 0.32.
metadata.dc.description.resumo: A partir das limitações nas fontes de energia, principalmente aos derivados de petróleo, surge o biodiesel que é produzido por rotas tradicionais e consolidadas, como a transesterificação, empregando aquecimento convencional e catálise homogênea. Na busca por novas tecnologias de produção de biodiesel, os processos utilizando álcool em condições supercríticas têm sido amplamente investigados. E a importância de uma operação contínua tem levado a alguns estudos de produção de biodiesel em meio supercrítico utilizando reatores tubulares. O presente trabalho tem o objetivo de investigar o emprego de leito de inertes (vidro) em um reator tubular para produção de biodiesel a partir de óleo de soja com etanol pressurizado. A partir de um planejamento experimental, foram analisados os efeitos da temperatura (300, 350 e 400°C), da vazão volumétrica de alimentação dos reagentes (0,5 e 1 mL/min) e da porosidade do leito (0,42, 0,38 e 0,32) nas condições de 15 MPa e razão molar óleo:etanol 1:40 sobre o teor em ésteres. Além disso, foi analisado o efeito da razão molar óleo:etanol, e para isso foram conduzidas corridas experimentais a 350°C, 15 MPa e porosidade de 0,38 nas vazões de 0,3; 0,5; e 1 mL/min, em diferentes razões molares (1:10 – 1:70). Em geral, os resultados indicaram um efeito positivo da temperatura sobre o teor em ésteres, devido a maior solubilidade do óleo no álcool, nestas condições. Outro resultado interessante, foi o efeito combinado da vazão e da porosidade sobre tempo de residência, maximizando a transferência de massa e a miscibilidade entre as fases, possibilitando o avanço da reação em baixos tempos. O melhor resultado em teor de ésteres (98,99%) foi alcançado após 5,44 min de reação, nas condições de 400°C, 15MPa, razão molar óleo de soja:etanol 1:40, vazão de alimentação de 0,5 mL/min, e porosidade de 0,32.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/22576
Aparece nas coleções:PPGEQ - Mestrado em Engenharia Química

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
EricaGuedesReboucas_DISSERT.pdf1,54 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.