Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/22632
Title: Quadrilha Junina Babaçu: processos folkcomunicacionais, identidade e representações culturais
Authors: Silva, Juliana Hermenegildo da
Keywords: Mídia;Práticas sociais;Folkcomunicação;Identidade cultural;Quadrilhas juninas
Issue Date: 24-Feb-2017
Citation: SILVA, Juliana Hermenegildo da. Quadrilha Junina Babaçu: processos folkcomunicacionais, identidade e representações culturais. 2017. 97f. Dissertação (Mestrado em Estudos da Mídia) - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2017.
Abstract: Throughout the last century the media have advanced in different social spheres, flourishing diverse phenomena. The insertion of popular cultural manifestations in the media field brings to the fore antagonisms between tradition and modernity and the construction of our identity representations. In this study the relationship of media visibility with our cultural and regional identity is problematized. In general, the objective is to analyze the representations of the popular culture of the Northeast when it is placed as a media, economic and tourist product. Specifically, we demonstrate the social and communicative practices that are manifested in the Juninas gangs when they are introduced to the television scene. With the use of the ethnographic method we seek to show that these processes are mechanisms for the construction of the cultural identity of the Northeast region. In this sense, we question the appropriation of the popular manifestations by the media, analyzing how the Junino groups remain within a scenario increasingly restricted to consumption and spectacle. Based on authors such as Marques de Melo, Benjamin, Lima, Chianca and Albuquerque Junior, we approach the scene of popular festivals in the Northeast and their constant reconfigurations in urban and media spaces.
Portuguese Abstract: Ao longo de todo o século passado os meios de comunicação avançaram nas diferentes esferas sociais, florescendo fenômenos diversos. A inserção das manifestações culturais populares no campo midiático traz à tona antagonismos entre tradição e modernidade e a construção de nossas representações identitárias. Neste estudo problematiza-se a relação da visibilidade midiática com nossa identidade cultural e regional. Objetiva-se, de modo geral, analisar as representações da cultura popular nordestina ao ser colocado como produto midiático, econômico e turístico. Especificamente, demonstramos as práticas sociais e comunicativas que se manifestam nas quadrilhas juninas ao serem introduzidas no cenário televisivo. Com a utilização do método etnográfico buscamos evidenciar que tais processos são mecanismos para a construção da identidade cultural da região Nordeste. Nesse sentido questionamos a apropriação das manifestações populares pela mídia, analisando como os grupos juninos se mantém dentro de um cenário cada vez mais restrito ao consumo e ao espetáculo. Embasados em autores como Marques de Melo, Benjamin, Lima, Chianca e Albuquerque Junior abordamos o cenário das festas populares do Nordeste e suas constantes reconfigurações nos espaços urbanos e de mídia.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/22632
Appears in Collections:PPGEM - Mestrado em Estudos da Mídia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
JulianaHermenegildoDaSilva_DISSERT.pdf5,51 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.