Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/22677
Título: A narrativa que nos guia, o discurso que emerge: um estudo cognitivo acerca do processamento semântico em fábulas
Autor(es): Oliveira, Giezi Alves de
Palavras-chave: Esquemas;Frames;Frame discursivo;Fábula;Narrativa;Simulação
Data do documento: 1-Dez-2016
Citação: OLIVEIRA, Giezi Alves de. A narrativa que nos guia, o discurso que emerge: um estudo cognitivo acerca do processamento semântico em fábulas. 2016. 208f. Tese (Doutorado em Estudos da Linguagem) - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2016.
Resumo: This study investigates the meaning construction processes in narratives based on theoretical assumptions of Cognitive Linguistics (CL), which supports the principle that the relationship between language and the world is mediated by cognition. It discusses, therefore, the idea that language is formed on the interaction between the human biological apparatus and cultural experience, basic components in the process of construction of meaning, as studied by Lakoff and Johnson (1999); Johnson (2007), and Damasio (2011). We argue specifically that human communicative interaction arises from the cognitive ability to construct narratives (TURNER, 1996, 2006; LAKOFF, 2008; LAKOFF and NARAYANAN, 2010) and to activate speech frames. These frames arise from the match between conceptual domains, structured by abstract descriptive schemes of space and movement (scheme-I and X-schemes) and communicative frames (dimensions of frames). This work also proposes a constructional analysis model of narrative and discourse, based on the description of the cognitive mechanisms that participate in the process of meaning construction in fabulous narratives. The research is qualitative and the method employed is introspective, which is guided by the views of the researcher (TALMY, 2005), but anchored in the theoretical premises of CL and compared to data collected in corpora. The corpora, in turn, consisted of a set of fables drawn from the works of Aesop (2006), Phaedrus (2001), La Fontaine ([2008?]), Monteiro Lobato (2008) and Sergio Caparrelli, and Marcia Schmaltz (2012). The analyses of these fables pointed to the centrality of frames (FILLMORE, 1977) and to the process of mental simulation (BARSALOU, 1999) in the meaning construction process in narratives. They also suggest that the social cognitive role of speech in social acculturation process (VAN DIJK, 2012) is basically structured in the combination of descriptive schemes and by the confrontation of discursive frames. Therefore, we consider, in this work, that storytelling is one of the most important cognitive mechanisms in the construction process and in the projection of real or fictitious experiences; and that the action of storytelling seems to lead us, as cognitive beings, to simulate attitudes, causes, effects and intentions of the ones involved in the story. We believe that this work can contribute to cognitive studies about the comprehension of texts, speeches and embodied grammar.
metadata.dc.description.resumo: Este estudo investiga os processos de construção de sentido em narrativas com base nos pressupostos da Linguística Cognitiva, cujo aporte teórico defende o postulado de que a relação entre linguagem e mundo é mediada pela cognição. Discute, assim, a concepção de linguagem, formada na interação entre o aparato biológico humano e a experiência sociocultural, componentes basilares no processo de construção de sentido, conforme estudos de Lakoff e Johnson (1999), Johnson (2007) e Damásio (2011). Defende, especificamente, que a interação comunicativa humana emerge da capacidade cognitiva de construir narrativas (TURNER, 1996, 2006; LAKOFF, 2008; LAKOFF e NARAYANAN, 2010) e ativar Frames Discursivos. Esses frames emergem do pareamento entre domínios conceptuais, estruturados por esquemas descritivos abstratos de espaço e movimento (esquemas-I e esquemas-X) e molduras comunicativas (dimensões dos frames). A tese propõe, ainda, um modelo de Análise Construcional da Narrativa, com base na descrição dos mecanismos cognitivos que participam do processo de construção dos significados em narrativas fabulosas. A pesquisa é de natureza qualitativa e a abordagem está pautada na introspecção, cujas análises se baseiam nas concepções do próprio pesquisador (TALMY, 2005), mas ancoradas nas premissas teóricas da LC e confrontadas com os dados coletados nos corpora. Este, por sua vez, foi constituído por um conjunto de fábulas extraídas das obras de Esopo (2006), Fedro (2001), La Fontaine ([2008?]), Monteiro Lobato (2008) e Sérgio Caparrelli e Márcia Schmaltz (2012). As análises dessas fábulas apontaram para a centralidade dos frames (FILLMORE, 1977) e do processo de simulação mental (BARSALOU, 1999a) na construção do sentido em narrativas. Tais análises sugeriram ainda que a influência dos discursos no processo de aculturação social (VAN DIJK, 2012) é estruturada, basicamente, pela combinação de esquemas descritivos e pela confrontação de Frames Discursivos. Por conseguinte, consideramos, neste trabalho, que contar histórias constitui um dos mecanismos cognitivos mais importantes no processo de construção e projeção de experiências reais ou fictícias e que o ato de narrar parece nos conduzir, enquanto seres cognoscentes, a simular atitudes, causas, consequências dos agentes envolvidos na história. Pensamos que este trabalho possa contribuir para os estudos cognitivistas acerca da compreensão de textos, dos discursos e da Gramática de Construções Corporificada.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/22677
Aparece nas coleções:PPGEL - Doutorado em Estudos da Linguagem

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
GieziAlvesDeOliveira_TESE.pdf2,82 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.