Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/22693
Título: A iniciação em projeto de arquitetura: um estudo com docentes e discentes em três escolas no Brasil e uma em Portugal
Título(s) alternativo(s): Design project initiation: a study with professors and students in three schools in Brazil and one in Portugal
Autor(es): Carvalho, Giuliano Orsi Marques de
Palavras-chave: Formação graduada em Arquitetura e Urbanismo;Ensino de projeto arquitetônico;Aluno iniciante;Experiência ambiental;Percepção ambiental
Data do documento: 30-Ago-2016
Citação: CARVALHO, Giuliano Orsi Marques de. A iniciação em projeto de arquitetura: um estudo com docentes e discentes em três escolas no Brasil e uma em Portugal. 2016. 346f. Tese (Doutorado em Arquitetura e Urbanismo) - Centro de Tecnologia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2016.
Resumo: This thesis researches elements which can subsidize the teaching of design in the first semesters of Architecture and Urbanism (AU) course taking students’ previous knowledge into account and it is understood as starting potential point to education process at this field front to the importance of encouraging background extension from beginner students (BS). Based upon this premise, from questions linked to general teaching and to teaching of AU in particular, there are the following questions: How students’ previous knowledge, acquired throughout their own experiences (meanly spatial), are managed from initial subjects course? What are the most appropriate focuses to do these readings? How can the design teaching takes advantage from these information and incorporates them into the teaching-learning process? According to the extension of these questions, we assume that the exploratory way of this study, taking as work hypothesis that: (i) it is possible to investigate the existing singularities into groups of BS in AU, and they can be seen, meanly, by their perception from their places of living and their drafts/ texts done during this thesis; (ii) the design introductory subjects content nowadays do not behold (or behold just a little) such singularities; (iii) the contact to all this information can favor an adequate approach among students and professors. This way, our main goal is to subsidy the creation of guidelines of introductory subjects to design teaching of architecture at AU courses. As specifics goals: (i) to comprehend how the studying of BS previous knowledge insert themselves into the guidelines of introductory design subjects at Brazilian AU courses; (ii) to comprehend the professors point of view regarding to introductory design subjects; and (iii) to investigate BS previous knowledge from AU courses throughout the comprehension of their origin, living places, repertory and architectural preferences. In this context, this thesis methodologically supports itself into bibliographical review in the field of AU teaching, pedagogy and supplementary subjects such as environmental psychology, philosophy, sociology and history. Two autonomous studying were empirically done. The first one investigated 54 Brazilian AU public courses in order to identify relations among introductory design subjects, the qualification and profile of the professors and their opinion about BS background and the way to consider students’ knowledge into subjects of design initiation. The second one assumed the format of a multiple case study and it was done with BS from four different AU courses, in which the understanding about their living places and some products (drafts and texts) were taken in four different architecture schools: University of Lisbon (UL), Tocantins Federal University (UFT), Rio Grande do Norte Federal University (UFRN) and Juiz de Fora Federal University (UFJF). The data collected show partially the hypotheses and give initial subsidies to the construction of pedagogical guidelines towards to promote a dialogue relation between the repertoire brought by beginner students and the knowledgment students need to master at the beginning of AU course.
metadata.dc.description.resumo: Essa tese investiga elementos que possam subsidiar o ensino de projeto nos primeiros semestres do curso de Arquitetura e Urbanismo (AU), entendendo o conhecimento prévio do alunado iniciante como potencial ponto de partida para o processo educativo nesse campo. Com base na problematização de questões ligadas ao ensino em geral e ao ensino de AU em particular, pergunta-se: Como os conhecimentos prévios dos estudantes iniciantes (EIs), adquiridos por meio de suas experiências (espaciais, principalmente), são trabalhados nas disciplinas iniciais do curso? Quais os enfoques mais apropriados para realizar essas leituras? Como o ensino de projeto pode tirar proveito dessas informações e incorpora-las ao processo de ensino-aprendizagem na área? Dada a amplitude destas questões, assumimos o caráter exploratório do estudo realizado, tomando como hipóteses de trabalho que: (i) os desenhos e textos produzidos pelo EI em AU refletem sua experiência anterior, notadamente seu lugar de procedência/vivência cotidiana, e permitem investigar as singularidades de grupos/turmas; (ii) atualmente as ementas de disciplinas introdutórias de projeto pouco contemplam tais singularidades; (iii) compreender as características/diversidade dos grupos/turmas a partir do conhecimento dos EIs pode funcionar como elemento didático para a formação na área de AU. Portanto, o objetivo principal desta tese é dar subsídios para a construção de diretrizes para disciplinas de introdução ao ensino de projeto de arquitetura em cursos de AU. São objetivos específicos: (i) entender como o estudo do conhecimento precedente dos EIs se insere nas ementas das disciplinas iniciais de projeto de cursos de AU brasileiros; (ii) compreender os olhares dos docentes de disciplinas iniciais de projetação sobre esse conhecimento; e (iii) investigar, a partir de análise de turmas iniciais de três escolas brasileiras e uma portuguesa, possíveis singularidades acerca dos conhecimentos prévios de EIs, por meio da compreensão de sua origem, ambientes de vivência, repertório e preferências arquitetônicas. Além da revisão bibliográfica nos campos do ensino de AU, da pedagogia e disciplinas suplementares, como psicologia ambiental, filosofia, sociologia e história, a tese se apoia na realização de dois estudos empíricos autônomos. O primeiro investigou 54 cursos públicos de AU brasileiros a fim de identificar o tipo de conteúdo trabalhado nas disciplinas de caráter introdutório, as qualificações/perfis e opiniões dos docentes sobre o background dos EIs e a utilização didática dessas informações. O segundo assumiu o formato de estudode- casos-múltiplos que investigou desenhos e textos elaborados pelos EIs em atelier, e foi realizado em quatro diferentes escolas de arquitetura: da Universidade de Lisboa (UL) e das Universidades Federais do Tocantins (UFT), do Rio Grande do Norte (UFRN) e de Juiz de Fora (UFJF). Os resultados obtidos comprovam parcialmente as hipóteses e dão subsídios iniciais para a construção de diretrizes pedagógicas direcionadas à promoção da relação dialógica entre o repertório trazido pelos alunos iniciantes e os conhecimentos que eles precisam dominar no começo do curso de AU.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/22693
Aparece nas coleções:PPGAU - Doutorado em Arquitetura e Urbanismo

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
GiulianoOrsiMarquesDeCarvalho_TESE.pdf21,67 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.