Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/22694
Title: No encontro da vida cotidiana, novas descobertas em bairro e vida de bairro
Authors: Oliveira, Márcia Silva de
Keywords: Bairro;Vida cotidiana;Vida social urbana;Nova Descoberta;Henri Lefebvre
Issue Date: 12-Dec-2016
Citation: OLIVEIRA, Márcia Silva de. No encontro da vida cotidiana, novas descobertas em bairro e vida de bairro. 2016. 348f. Tese (Doutorado em Arquitetura e Urbanismo) - Centro de Tecnologia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2016.
Portuguese Abstract: A presente tese trata da dinâmica socioespacial que construiu historicamente o bairro de Nova Descoberta, na cidade do Natal/RN, a partir da segunda metade do século XX. Para isso, aborda a relação entre a construção do Bairro e da Vida de Bairro e ampara-se no embasamento teórico-metodológico elaborado pelo filósofo e sociólogo francês Henri Lefebvre, quando propõe uma leitura da vida social urbana que se descortina no bairro enquanto fragmento privilegiado ou núcleo de vida social somente compreendido na relação com a cidade. Parte do seguinte questionamento: como incluir o espaço diferencial, pensado por Henri Lefebvre, na análise do bairro e da vida de bairro a partir do estudo da realidade de Nova Descoberta? E levanta como hipótese a afirmação de que a existência e a realidade do bairro de Nova Descoberta são determinadas e somente explicadas pelo movimento simultâneo e contraditório do seu espaço concebido, percebido e vivido. Para isso, constrói uma análise do bairro de Nova Descoberta como espaço diferencial, produzido na convergência e na simultaneidade de diferentes lógicas e dimensões que se descortinam na produção do seu espaço e fundamenta-se nos estudos do citado autor francês acerca do bairro, da vida cotidiana e da vida social urbana, bem como do seu método dialético regressivo-progressivo, que propõe análises espaço-temporais de confrontação entre a vida moderna, o passado e o possível, se afirmando como uma pesquisa qualitativa, amparada na realização de entrevistas, observações in loco, tomada de imagens, consultas em órgãos públicos e em antigos registros do campo empírico. Percorrendo trilhas de investigação que ajudaram a entender a formação do bairro na cidade, mostramos o processo de consolidação dos núcleos iniciais de ocupação, Nova Descoberta e Morro Branco, e nos deparamos com a construção de um bairro institucionalizado, mas também percebido e vivido a partir das tramas e redes do vivido que sustentam a memória individual e coletiva, a noção de pertencimento e a identidade consolidada do espaço de vida do morador na cidade. Nesse contexto, as novas descobertas realizadas confirmaram nossa hipótese de que Nova Descoberta, enquanto bairro oficial da cidade, somente pode ser compreendida em sua totalidade como espacialidade concreta, como unidade institucionalizada e como núcleo de vida social, ou seja, como produto da dinâmica simultânea e contraditória de produção do seu espaço concebido, percebido e vivido, que permitiu sua leitura como espaço diferencial. Constatação que nos permitiu afirmar que o atual bairro institucionalizado de Nova Descoberta, apresenta duas referências socioespaciais diferenciadas, Nova Descoberta e Morro Branco, que apontam para a convivência, por vezes conflituosa, entre o bairro oficial e o bairro cotidiano, onde um não nega o outro, mas a ele se soma como parte de uma mesma realidade. Enfim, o trabalho destaca a possibilidade de habitar o bairro como resgate e reafirmação da vida social urbana, contribuindo para estudos posteriores acerca da relação bairro-cidade, vida cotidiana-vida social urbana, na cidade atual.
Abstract: The present thesis considers the social-spatial dynamics that historically constructed the neighborhood of Nova Descoberta in Natal, Brazil, from the second half of the twentieth century. To make it possible, the thesis addresses the relation between the neighborhood construction and the neighborhood´s life, and supports itself in the theoretical-methodologic basement created by the french philosopher and sociologist, Henri Lefebvre, that proposes a vison of an urban social life that uncover into the neighborhood as a privileged fragment of a social life core, only understood in its city relationship. The thesis starts from the following question: how to include the differential space, thought by Henri Lefebvre, into the analysis of the neighborhood and neighborhood´s life from the study of the Nova Descoberta reality? And it raises as hypothesis, the claim that the existence and the reality of Nova Descoberta district is determined and only explained by the simultaneous and contradictory movement of its conceived, perceived and lived space. The thesis constructs an analysis of Nova Descoberta as a differential space, produced by the convergence and simultaneity of different logical and dimensions that uncover into its space production and bases itself in the study of the quoted writer about the neighborhood, the everyday life and the urban social life, as well as his regressive-progressive dialectical method that proposes spatial-temporal analysis of the confrontation between the modern life, the past and the possible, affirming itself as a qualitative research, based in interviews, in loco observations, images capturing, public agencies consulting and in old empirical scope registers. Walking through research tracks that helped us to understand the formation of the district in the city, we show the process of consolidation of the initial cores of occupation of Nova Descoberta and Morro Branco, and we face the construction of an institutionalized perceived and lived neighborhood from the networks of living that support the individual and collective memory, the notion of belonging and the residents’ consolidated identity of the living space in the city. In this context, the new discoveries realized confirmed our hypothesis that Nova Descoberta as an official part of the city can only be understood in its totality, as a concrete spatiality, as institutionalized unity and as the core of social life. In other words, as a product of simultaneous and contradictory dynamics of production of its conceived, realized and lived space that allowed the perception of the neighborhood as a differential space. This finding, allowed us to affirm that the current institutionalized district of Nova Descoberta presents two different social-spatial references: Nova Descoberta and Morro Branco, that points to a coexistence, sometimes conflicting, between the official and the everyday neighborhood, where one does not negate the other, but adds itself to each other as part of the same reality. Finally, the paper highlights the possibility of inhabiting the neighborhood as redemption and reaffirmation of urban social life, contributing to further studies on the relations between neighborhood and town, daily life and urban social life into the city currently.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/22694
Appears in Collections:PPGAU - Doutorado em Arquitetura e Urbanismo

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
EncontroVidaCotidiana_Oliveira_2016.pdf131,94 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.