Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/22740
Title: Rupturas e continuidades do sistema de Produção Agroecológica Integrado e Sustentável-PAIS em Macaíba, RN
Authors: Santos, Raquel Francisco dos
Keywords: Agricultura familiar;Agroecologia;PAIS;Tecnologia social;Sustentabilidade
Issue Date: 31-Mar-2014
Citation: SANTOS, Raquel Francisco dos. Rupturas e continuidades do sistema de Produção Agroecológica Integrado e Sustentável-PAIS em Macaíba, RN. 2014. 95f. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento e Meio Ambiente) - Centro de Biociências, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2014.
Portuguese Abstract: O PAIS é uma tecnologia social criada para desenvolver a agricultura familiar por meio de padrões agroecológicos, integrando em um mesmo sistema a produção de animais, hortaliças, frutas, cereais e adubo orgânico. Agricultores em diversas regiões do país tem recebido unidades do PAIS através da iniciativa do SEBRAE, Fundação banco do Brasil e Ministério da Integração Nacional. Entretanto, existe um impasse que vem sendo observado ao longo do tempo: o fato de haver uma grande disparidade em relação ao desempenho desse sistema entre as unidades implantadas. O presente artigo faz uma análise dos principais fatores que contribuem para o desenvolvimento da tecnologia social PAIS, tendo por base, estudos executados em unidades já implantadas no município de Macaíba, região metropolitana de Natal, RN. Através do método comparativo foi possível observar algumas diferenças e semelhanças entre as situações analisadas, em que, duas delas são comunidades onde houve desistência da produção pelo PAIS e as outras duas são assentamentos em que há uma produção crescente de alimentos através do mesmo sistema. Os resultados da pesquisa demonstram que, os fatores que mais influenciaram na desistência ou permanência dos agricultores na produção com o PAIS foram questões relacionadas a organização comunitária e fatores ligados a suficiência ou insuficiência de água nos períodos de estiagem.
Abstract: O PAIS é uma tecnologia social criada para desenvolver a agricultura familiar por meio de padrões agroecológicos, integrando em um mesmo sistema a produção de animais, hortaliças, frutas, cereais e adubo orgânico. Agricultores em diversas regiões do país tem recebido unidades do PAIS através da iniciativa do SEBRAE, Fundação banco do Brasil e Ministério da Integração Nacional. Entretanto, existe um impasse que vem sendo observado ao longo do tempo: o fato de haver uma grande disparidade em relação ao desempenho desse sistema entre as unidades implantadas. O presente artigo faz uma análise dos principais fatores que contribuem para o desenvolvimento da tecnologia social PAIS, tendo por base, estudos executados em unidades já implantadas no município de Macaíba, região metropolitana de Natal, RN. Através do método comparativo foi possível observar algumas diferenças e semelhanças entre as situações analisadas, em que, duas delas são comunidades onde houve desistência da produção pelo PAIS e as outras duas são assentamentos em que há uma produção crescente de alimentos através do mesmo sistema. Os resultados da pesquisa demonstram que, os fatores que mais influenciaram na desistência ou permanência dos agricultores na produção com o PAIS foram questões relacionadas a organização comunitária e fatores ligados a suficiência ou insuficiência de água nos períodos de estiagem.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/22740
Appears in Collections:PRODEMA - Mestrado em Desenvolvimento e Meio Ambiente

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
RaquelFranciscoDosSantos_DISSERT.pdf2,65 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.