Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/22789
Título: A dimensão ideológica do jornalismo e o outro generalizado: formação acadêmica e mercado de trabalho na construção profissional do estudante de jornalismo da UFRN
Autor(es): Silva, Cleber Femina da
Palavras-chave: Jornalismo;Estudantes;Formação Profissional;Ideologia Jornalística;Outro Generalizado;UFRN
Data do documento: 31-Ago-2015
Citação: SILVA, Cleber Femina da. A dimensão ideológica do jornalismo e o outro generalizado: formação acadêmica e mercado de trabalho na construção profissional do estudante de jornalismo da UFRN. 2015. 82f. Dissertação (Mestrado em Estudos da Mídia) - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2015.
Resumo: Há mais de 50 anos o Curso de Comunicação Social - Habilitação em Jornalismo, da UFRN, tem atraído a aqueles que desejam ingressar nessa profissão, seduzidos por uma imagem do jornalismo repleta de valores democráticos, mitos, símbolos e representações presentes no cotidiano social. Uma pesquisa realizada em 2012 (MAIA; FEMINA, 2012) mostrou, no entanto, que os valores profissionais desses estudantes caminham para uma associação entre jornalismo, entretenimento e comunicação organizacional, refletindo uma confusão entre os campos jornalístico e informacional (MARCONDES FILHO, 2009). Isto posto, este trabalho se propôs a investigar como a dimensão ideológica do jornalismo é percebida pelos estudantes e como as instâncias de formação acadêmica e do mercado de trabalho participam desse processo. Para tal, buscamos apoio no interacionismo simbólico, perspectiva sociológica que permite uma análise da estrutura social a partir de observações das interações dos seus indivíduos. Autores como Becker (1996), Blumer (1980), Mead (2010), Pereira (2003, 2009 e 2011) e Strauss (1999) nos guiaram nessa incursão. Também discutimos a formação da dimensão ideológica do jornalismo com autores como Bourdieu (1997), Fidalgo (2005), Marcondes Filho (2009), Neveu (2006) e Traquina (2005 e 2013). Utilizamos a metodologia do grupo focal para realizar nossa investigação junto aos estudantes de Jornalismo. Ao final, os dados apontam que a dimensão ideológica desta profissão atua na formação identitária como outro generalizado (MEAD, 2010), embora com um amplo espectro de representações pelos quais o self do estudante pode caminhar e permitir estabelecê-lo como sujeito.
metadata.dc.description.resumo: Há mais de 50 anos o Curso de Comunicação Social - Habilitação em Jornalismo, da UFRN, tem atraído a aqueles que desejam ingressar nessa profissão, seduzidos por uma imagem do jornalismo repleta de valores democráticos, mitos, símbolos e representações presentes no cotidiano social. Uma pesquisa realizada em 2012 (MAIA; FEMINA, 2012) mostrou, no entanto, que os valores profissionais desses estudantes caminham para uma associação entre jornalismo, entretenimento e comunicação organizacional, refletindo uma confusão entre os campos jornalístico e informacional (MARCONDES FILHO, 2009). Isto posto, este trabalho se propôs a investigar como a dimensão ideológica do jornalismo é percebida pelos estudantes e como as instâncias de formação acadêmica e do mercado de trabalho participam desse processo. Para tal, buscamos apoio no interacionismo simbólico, perspectiva sociológica que permite uma análise da estrutura social a partir de observações das interações dos seus indivíduos. Autores como Becker (1996), Blumer (1980), Mead (2010), Pereira (2003, 2009 e 2011) e Strauss (1999) nos guiaram nessa incursão. Também discutimos a formação da dimensão ideológica do jornalismo com autores como Bourdieu (1997), Fidalgo (2005), Marcondes Filho (2009), Neveu (2006) e Traquina (2005 e 2013). Utilizamos a metodologia do grupo focal para realizar nossa investigação junto aos estudantes de Jornalismo. Ao final, os dados apontam que a dimensão ideológica desta profissão atua na formação identitária como outro generalizado (MEAD, 2010), embora com um amplo espectro de representações pelos quais o self do estudante pode caminhar e permitir estabelecê-lo como sujeito.
URI: http://hdl.handle.net/123456789/22789
Aparece nas coleções:PPGEM - Mestrado em Estudos da Mídia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
CleberFeminaDaSilva_DISSERT.pdf2,07 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.