Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/22802
Título: Oralidade e letramento: o debate em sala de aula
Autor(es): Nascimento, Carlos Bezerra do
Palavras-chave: Palavras- chave: oralidade;letramento;intervenção;gênero debate.
Data do documento: 17-Ago-2015
Citação: NASCIMENTO, Carlos Bezerra do. Oralidade e letramento: o debate em sala de aula. 2015. 85f. Dissertação (Mestrado Profissional em Letras - Profletras/NAT) - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2015.
Resumo: A presente dissertação apresenta uma proposta de intervenção pedagógica no ensino de Língua Portuguesa no tocante à Oralidade e ao Letramento, por meio do gênero discursivo oral debate, numa turma de 9º ano do Ensino Fundamental II de uma escola da rede pública municipal da zona norte de Natal/ RN. Objetivamos, assim, ressignificar a prática pedagógica no ensino de Língua Portuguesa a partir do caráter interacional da Oralidade e do Letramento. O nosso aporte teórico parte dos estudos do letramento (STREET, 1995; SOARES, 2004; KLEIMAN, 2005; OLIVEIRA, 2010), no que diz respeito à oralidade (ROJO, 2001; MARCUSCHI,2005) e de gêneros discursivos/ gêneros orais (ROJO, 2001; DOLZ & SCHNEUWLY, 2004), bem como as diretrizes presentes nos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN’s, 1997). Metodologicamente, este estudo etnográfico (CANÇADO, 1994) consistiu em uma sequência didática para o gênero debate, organizada em quatro momentos distintos: atividades prévias, atividades de planejamento, o debate em sala e a conclusão. Resultados preliminares permitiram observar que: (i) as práticas de letramento dos alunos para a realização do debate ocorreram por meio do processo de aprendizagem colaborativa; (ii) as operações linguísticas mais ativadas pelas equipes no processo de interação verbal foram: a negociação de opiniões, a tomada de turno e a validação das ações.
metadata.dc.description.resumo: A presente dissertação apresenta uma proposta de intervenção pedagógica no ensino de Língua Portuguesa no tocante à Oralidade e ao Letramento, por meio do gênero discursivo oral debate, numa turma de 9º ano do Ensino Fundamental II de uma escola da rede pública municipal da zona norte de Natal/ RN. Objetivamos, assim, ressignificar a prática pedagógica no ensino de Língua Portuguesa a partir do caráter interacional da Oralidade e do Letramento. O nosso aporte teórico parte dos estudos do letramento (STREET, 1995; SOARES, 2004; KLEIMAN, 2005; OLIVEIRA, 2010), no que diz respeito à oralidade (ROJO, 2001; MARCUSCHI,2005) e de gêneros discursivos/ gêneros orais (ROJO, 2001; DOLZ & SCHNEUWLY, 2004), bem como as diretrizes presentes nos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN’s, 1997). Metodologicamente, este estudo etnográfico (CANÇADO, 1994) consistiu em uma sequência didática para o gênero debate, organizada em quatro momentos distintos: atividades prévias, atividades de planejamento, o debate em sala e a conclusão. Resultados preliminares permitiram observar que: (i) as práticas de letramento dos alunos para a realização do debate ocorreram por meio do processo de aprendizagem colaborativa; (ii) as operações linguísticas mais ativadas pelas equipes no processo de interação verbal foram: a negociação de opiniões, a tomada de turno e a validação das ações.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/22802
Aparece nas coleções:PROFLETRAS - NATAL - Mestrado Profissional em Letras

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
CarlosBezerraDoNascimento_DISSERT.pdf2,52 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.