Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/22834
Title: Memórias de infância e leituras: letramentos e autobiografia no projeto de escrita literária de Bartolomeu Campos Queirós
Authors: Rocha, Michelle Patrícia Paulista da
Keywords: Bartolomeu Campos Queirós;Letramento;Memórias;Autobiografia;Autonarrativa;Afetividade
Issue Date: 2-Feb-2015
Citation: ROCHA, Michelle Patrícia Paulista da. Memórias de infância e leituras: letramentos e autobiografia no projeto de escrita literária de Bartolomeu Campos Queirós. 2015. 80f. Dissertação (Mestrado em Estudos da Linguagem) - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2015.
Abstract: This thesis aims at studying Bartolomeu Campos Queiros work, especially his narratives that deal with a childhood that might be his own, that is, Indez; Por parte de pai; and Ler, escrever e fazer conta de cabeça, which account for meaningful facts that can be related to the author’s infancy – told by means of his own viewpoint. The “trilogy”, as we call them, brings childhood as a time both of happiness and of life full of doubts, fears and unquietness. We start from the reading of this trilogy in order to prove the self-narrating features in Queiros’ writing, which appear in the three titles here referred to. Based on the theoretical grounds by Lejeune (1975), Brandão (2008), Amorim (2012), Izquierdo (2004), Paulino (2010), among others, we could identify, in Queiros’ books, traces of a writing style that is both memory-bound and targeted at recovering memories, thereby leading us to an autobiographical pact that delivers the three books a savor of autobiographical writing. Once we identify the memorable and autobiographical perspectives in the above-mentioned trilogy, we move on and appraise the role of time/weather – as kronos and climate phenomenon – as something feasible to be “read”, and the importance it imposes on the narratives. Concomitantly with these issues we will address the subject of literacy, attempting to describe how this process happened in Bartolomeu’s life and giving emphasis to its multiple details. We intended to distinguish the traits resulting from this trajectory as the author’s literary production, which is a consequence of the experiences he lived, above all in the company of his grandfather Joaquim, portrayed in Por parte de pai, as well as from the poetic awareness and vocation. Some of those experiences will be depicted in Ler, escrever e fazer conta de cabeça. It is also within our scope to reflect on the protagonist’s reading and writing acquiring process as well as the paths leading him to a literacy and familial literacy process, to which Joaquim Queiros, the boy’s paternal grandfather, has contributed a great deal as a pedagogical supporter (AMORIM 2012) in the formation of Indez protagonist – Antonio.
Portuguese Abstract: O presente trabalho tem como objetivo estudar a obra de Bartolomeu Campos Queirós, especialmente as narrativas que tratam de uma infância que pode ser a do escritor Bartolomeu, a saber: Indez; Por parte de pai; e Ler, escrever e fazer conta de cabeça, as quais relatam fatos significativos que, de igual maneira, podem ser da vida do autor — sob a ótica dele próprio. A “trilogia”, como escolhemos chamar, expõe a infância como um tempo de alegria, mas também como uma fase da vida intensamente permeada de dúvidas, temores e inquietações. Partimos da leitura da “trilogia” para comprovarmos o caráter autonarrativo da escrita queirosiana, exemplificada nos três títulos referidos. Ancorados nos pressupostos teóricos de Lejeune (1975), Brandão (2008), Amorim (2012), Izquierdo (2004), Paulino (2010) et al., encontramos, na obra de Queirós, vestígios de uma escrita memorialística, mas que cumpre uma rota particular de recuperação de lembranças, deixando à vista um pacto autobiográfico, que dá ao conjunto dos três livros vieses de escrita autobiográfica. Identificada a perspectiva memorialista e autobiográfica do conjunto das três narrativas mencionadas, consideramos ainda o papel do tempo — ora como kronos, ora como fator meteorológico, climático —, possível de ser “lido”, e da relevância que ocupa nas narrativas. Paralelamente às questões de memória, abordaremos ainda a temática do letramento, procurando chegar a uma descrição de como se deu tal processo em Bartolomeu, destacando as muitas particularidades neste percurso. Pretendemos identificar marcas em sua literatura decorrentes desse trajeto, como sendo a produção literária do autor fruto de experiências vividas, sobretudo no convívio junto ao avô Joaquim, retratado em Por parte de pai, bem como de sua sensibilidade e vocação poética. Algumas dessas experiências encontram lugar em Ler, escrever e fazer conta de cabeça. Observamos o percurso de alfabetização do menino das histórias, bem como os caminhos que conduzem aos processos de letramentos literário e familiar, destacando a figura fundamental do avô paterno Joaquim Queirós, como um dos principais atores pedagógicos (AMORIM 2012) na formação do menino Antônio, protagonista de Indez.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/22834
Appears in Collections:PPGEL - Mestrado em Estudos da Linguagem

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MichellePatriciaPaulistaDaRocha_DISSERT..pdf1,07 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.