Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/22847
Título: Resposta biológica de células pulpares sobre superfícies de titânio modificadas por plasma
Autor(es): Coelho, Keylla Dayanne
Palavras-chave: Titânio;Nitretação a plasma;Descarga por gaiola catódica;Células pulpares primárias;Adesão;Proliferação e produção de fosfatase alcalina
Data do documento: 18-Nov-2014
Referência: COELHO, Keylla Dayanne. Resposta biológica de células pulpares sobre superfícies de titânio modificadas por plasma. 2014. 81f. Dissertação (Mestrado em Ciências da Saúde) - Centro de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2014.
Resumo: Nesse trabalho multidisciplinar, englobado principalmente pelos conhecimentos de ciências dos materiais e ciências biológicas foi investigada a adesão, proliferação e diferenciação de células primárias da polpa dentária coronária e radicular sobre superfícies de titânio nitretadas a plasma. A caracterização físico-química da superfície de TiN (nitreto de titânio) foi realizada por Difratômetria de Raios-X (DRX), Microscopia de Força Atômica (AFM) e ensaios de Molhabilidade por determinação do ângulo de contato estático. Os ensaios de adesão, proliferação, diferenciação e produção de fibras colágenas foram avaliados pelos métodos de Cristal Violeta, MTT (brometo de 3-[4,5-dimetil-tiazol-2-il]-2,5-difeniltetrazólio), Fosfatase Alcalina e Picrocirius Red. Os resultados dos ensaios de viabilidade e proliferação evidenciaram uma adaptação superior das células da polpa coronária quando comparadas as células da polpa radicular. Além disso, a superfície nitretada por gaiola catódica favorece a produção de fosfatase alcalina pelas células pulpares coronária e radicular, antecipando esse período quando comparados com o controle negativo. Por fim, a deposição das fibras colágenas associada à produção de fosfatase alcalina na superfície de titânio polido e nitretado a plasma nos permite inferir que houve uma diferenciação das células em células osteoblásticas.
URI: http://hdl.handle.net/123456789/22847
Aparece nas coleções:PPGCSA - Mestrado em Ciências da Saúde

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
RespostaBiológicaCélulas_Coelho_2014.pdf2,73 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.