Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/23004
Title: Estratégias de controle postural em indivíduos com lesão medular
Other Titles: Postural control strategies in individuals with spinal cord injury
Authors: Silva, Racquel Guimarães da
Keywords: Controle postural;Equilíbrio sentado;Lesionados da medula espinhal;Eletromiografia
Issue Date: 14-Aug-2015
Citation: SILVA, Racquel Guimarães da. Estratégias de controle postural em indivíduos com lesão medular. 2015. 64f. Dissertação (Mestrado em Educação Física) - Centro de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2015.
Portuguese Abstract: Introdução: O controle de equilíbrio envolve a ação conjunta do sistema sensorial e motor, coordenados pelo Sistema Nervoso Central. Os usuários de cadeiras de rodas interagem com o ambiente a partir de uma posição sentada, diferente dos indivíduos andantes, o que lhes exige estratégias de controle postural diferentes destes. Essa diferença mostra a necessidade de informações mais detalhadas acerca do equilíbrio de usuários de cadeiras de rodas, principalmente dos lesionados da medula espinhal, a fim de compreender a ação do sistema de controle postural e contribuir na realização das atividades de vida diária e tarefas esportivas desses indivíduos. Objetivo: Analisar o funcionamento do controle postural em lesionados da medula espinhal sentados em diferentes superfícies. Métodos: 19 sujeitos (10 saudáveis e nove lesionados da medula) foram submetidos a avaliações do equilíbrio sentado sobre uma plataforma de força, em três condições: sentados em uma cadeira de rodas, em um banco de madeira e sobre a superfície da própria plataforma em posição de buda. Durante os testes, através de eletromiografia de superfície, foram acompanhadas as atividades musculares do peitoral maior, serrátil anterior, reto abdominal, trapézio superior, trapézio inferior, eretor epinhal à altura de L1 e T9 e grande dorsal. Resultados: Houve diferenças significativas entre os grupos principalmente na condição cadeira. As variáveis no domínio de tempo mostraram maior magnitude de oscilação do centro de pressão nos lesionados da medula do que nos indivíduos saudáveis. As variáveis de frequência mostraram maiores porcentagens nas faixas de frequência mais baixas no grupo de lesionados, indicando maior utilização dos sistemas sensoriais (visual e vestibular) como principal estratégia de controle postural por parte desses indivíduos. Além disso, também foi observada maior ativação muscular dos músculos serrátil anterior e grande dorsal nos lesionados da medula na condição cadeira e menor ativação do eretor epinhal L1 na condição banco. Conclusão: Os achados do presente estudo sugerem que os indivíduos com lesão medular utilizam estratégias de controle postural diferentes dos indivíduos andantes, utilizando os sistemas sensoriais e outras sinergias musculares para compensar os prejuízos dos outros sistemas e músculos envolvidos no controle postural.
Abstract: Introduction: The balance control involves the joint action of sensory and motor systems, coordinated by the Central Nervous System. The wheelchair users interact with the environment from a sitting position, different from walking individuals, which requires them different postural control strategies these. This difference shows the need for more detailed information about the balance of wheelchair users, especially of injured spinal cord in order to understand the action of the postural control system and contribute to the performance of activities of daily living and sports tasks these individuals. Objective: To analyze the functioning of postural control in injured spinal cord sitting on different surfaces. Methods: 19 subjects (10 healthy and nine injured spinal cord) underwent balance assessments sitting on a force platform on three conditions: sitting in a wheelchair, on a wooden bench and on the surface of the platform itself in Buddha position. During testing, by surface electromyography, they were accompanied muscle activity of the pectoralis major, serratus anterior, rectus abdominis, upper trapezius, lower trapezius, erector spinal the height of L1 and T9 and latissimus dorsi. Results: There were significant differences between the groups mainly in the wheelchair condition. Time variables showed major displacement of the center of pressure in cord injury individuals than in healthy individuals. Frequency variables showed higher percentages in the lower frequency bands in the injured group, indicating greater use of sensory systems (visual and vestibular) as the main postural control strategy on the part of these individuals. In addition, there was a greater muscle activation of the serratus anterior and latissimus dorsi muscles in the injured spinal cord in the wheelchair condition and lower activation spinal erector L1 in bank condition. Conclusion: The findings of this study suggest that individuals with spinal cord injury use different postural control strategies in relation walking individuals, using sensory systems and other muscle synergies to compensate losses of other systems and muscles involved in postural control.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/23004
Appears in Collections:PPGEF - Mestrado em Educação Física

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
RacquelGuimaraesDaSilva_DISSERT.pdf2,12 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.