Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/23143
Título: Hackear a tecnologia: um estudo sobre a teoria crítica da tecnologia de Andrew Feenberg
Autor(es): Araújo Filho, Paulo Veríssimo de
Palavras-chave: Tecnologia;Feenberg;Teoria crítica;Democratização
Data do documento: 19-Dez-2016
Citação: ARAÚJO FILHO, Paulo Veríssimo de. Hackear a tecnologia: um estudo sobre a teoria crítica da tecnologia de Andrew Feenberg. 2016. 96f. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2016.
Resumo: This dissertation intends to offer a study of Andrew Feenberg's Critical Theory of Technology, reflecting on the plausibility of realising his project of cultural and political transformation. Feenberg aims to re-signify the instrumentalization of technology and to restore a democratic political space for its development under the control of human intentionality, and according to a holistic conception of the two-dimensional essence of technology. He starts from the assumption that the current model of technological development widens inequalities while serving the social domination by those who control it, in addition to generalizing environmental and humanitarian crises. Feenberg understands capitalism as a technically structured rational system and intends to show the potential of modern technological development as an instrument of alternative intervention capable of transforming the technologically mediated relations in industrialized societies. It is this revolutionary potential that, in this work, we interpret as an effort to hack technology. Feenberg's hacking goals are to break the barriers of control and the technocratic assertion of hegemonic capitalism, to decipher the standard of technoscientific rationality and its associated technical code and to subvert the conception and current use of technology, pointing to a development that integrates its instrumental and social dimensions.
metadata.dc.description.resumo: Este trabalho pretende oferecer um estudo da Teoria Crítica da Tecnologia de Andrew Feenberg, refletindo sobre a plausibilidade de realização de seu projeto de transformação cultural e política que ressignifica a instrumentalização da tecnologia e restitui-lhe um espaço político democrático para seu desenvolvimento sob controle da intencionalidade humana e segundo uma concepção holística da essência bidimensional da tecnologia. Partimos do pressuposto de que o atual modelo de desenvolvimento tecnológico amplia desigualdades, enquanto serve à dominação social dos que detém seu controle, além de generalizar crises ambientais ou humanitárias, por exemplo, no interior dos sistemas racionais tecnicamente estruturados como o capitalismo. A intenção de Andrew Feenberg é oferecer ao desenvolvimento tecnológico moderno uma intervenção alternativa capaz de transformar as relações tecnicamente mediadas nas sociedades industrializadas que, neste trabalho, interpretamos como esforço em hackear a tecnologia: romper as barreiras do controle e da afirmação tecnocrática do capitalismo hegemônico, decifrar o padrão da racionalidade tecnocientífica e seu código técnico associado e subverter a concepção e o uso corrente da tecnologia apontando para um desenvolvimento que integre suas dimensões instrumental e social.
URI: http://hdl.handle.net/123456789/23143
Aparece nas coleções:PPGFIL - Mestrado em Filosofia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
PauloVerissimoDeAraujoFilho_DISSERT.pdf718,83 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.