Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/23203
Título: Memes imagéticos sobre as eleições de 2014: uma análise de discursos e representação política no Facebook
Autor(es): Brasil, Lívia Maia
Palavras-chave: Memes imagéticos;Facebook;Participação política;Eleições 2014;Debates presidenciais
Data do documento: 22-Fev-2017
Citação: BRASIL, Lívia Maia. Memes imagéticos sobre as eleições de 2014: uma análise de discursos e representação política no Facebook. 2017. 114f. Dissertação (Mestrado em Estudos da Mídia) - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2017.
Resumo: The insistent and repetitive use of visual images on the Internet as its main media language, promotes the circulation of meanings between users and their connections, especially at virtual communication environments. In this new dynamics of cyberculture, we find the meme to be a phenomenon and a language used on this type of medium, an image-based discourse that is capable of replication and resignification through the interactions between users and contents, a phenomenon that holds implications that must be explored. We perceive in the meme, new forms of expression, part of the experience of a new generation with new medias of communication, that brings new possibilities of discussion on diverse subjects. Our study aims to problematize the way in which the discourses spread by the political imagetic meme contributes to the representation of political participation on Facebook. Our analysis focuses on the period that corresponds to the first round of debates in 2014 Presidential Elections in Brazil and understands that the sharing of political memes during this period, corroborated to evidence public opinion about these events. The study relies on the concepts of meme, by Limor Shifman, and of Sociotechnical Network (from the Actor Network Theory-ANT) by Bruno Latour, to understand its meaning in the digital medium. As a methodological procedure of discursive analysis, the studies of the french school (DA) led us to realize that the rhetoric of the memes disqualifies the traditional political discourse, mainly through humor, and constitutes another form of political participation supported also by the dynamics of valorization and social-capital of sociotechnical networks. As main theoretical reference in (DA), we use Dominique Maingueneau and the premise of the exploring interdiscourses, which favors a qualitative and interpretative analysis of the discursive facts in the meme.
metadata.dc.description.resumo: O uso insistente e repetitivo de imagens visuais na internet como principal linguagem midiática promove a circulação de sentidos entre os usuários e suas conexões, principalmente nos ambientes virtuais de comunicação. Nessa nova dinâmica comunicacional inerente à cibercultura, encontramos o meme, fenômeno e linguagem deste meio, um discurso imagético passível de replicação e ressignificação através das interações entre usuários e conteúdos, conFigurando-se como um fenômeno que guarda implicações que devem ser exploradas. Percebemos no meme, novas formas de manifestação que fazem parte das experiências de uma nova geração com novos suportes comunicacionais e que trazem novas possibilidades de discussão sobre diversificados temas, nosso estudo busca então problematizar a forma como os discursos propagados pelos memes imagéticos políticos, contribuem para a formação da representação da participação política no Facebook. Nossa análise tem foco no período que corresponde aos debates com os candidatos a presidente no primeiro turno das Eleições Presidenciais de 2014 no Brasil e compreende que o compartilhamento de memes políticos durante esse período, corroborou para evidenciar a opinião pública acerca desses eventos. Nos apoiamos no conceito de meme de Limor Shifman e de Rede Sociotécnica de Bruno Latour, para compreender o seu significado no seu meio de circulação na mídia digital. Através da análise discursiva francesa (AD), a pesquisa nos levou a perceber que a retórica do meme, desqualifica o discurso político tradicional por meio do humor e conFigura uma outra forma de participação política, sustentada também pelas dinâmicas de valorização e capital social das redes sociotécnicas. Temos como principal referencial teórico na AD, Dominique Maingueneau e a premissa da exploração dos interdiscursos que favorece uma análise qualitativa e interpretativa dos fatos discursivos no meme.
URI: http://hdl.handle.net/123456789/23203
Aparece nas coleções:PPGEM - Mestrado em Estudos da Mídia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
LiviaMaiaBrasil_DISSERT.pdf3,92 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.