Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/23229
Título: Viabilidade e vigor de sementes de Acacia mangium willd. em função da temperatura de armazenamento
Autor(es): Pádua, Guilherme Vinicius Gonçalves de
Palavras-chave: Deterioração;Longevidade;Qualidade fisiológica
Data do documento: 16-Fev-2017
Citação: PÁDUA, Guilherme Vinicius Gonçalves de. Viabilidade e vigor de sementes de Acacia mangium willd. em função da temperatura de armazenamento. 2017. 50f. Dissertação (Mestrado em Ciências Florestais) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2017.
Resumo: The primary challenge of seed storage is the maintenance of the physiological quality obtained from harvest to sowing. The main environmental factors that affect seed quality during this period are the temperature and the relative humidity of the air. The objective of this research was to evaluate the physiological and biochemical changes in Acacia mangium seeds at different storage temperatures. For this purpose, the seeds were stored in semipermeable polyethylene bags under three conditions: freezer (T = -20 ± 3 °C, RH = 49 ± 15%), domestic refrigerator (T = 6 ± 3 °C, RH = 55 ± 14%) and room (T = 27 ± 4 ºC, RH = 56 ± 13%), with evaluations performed in the periods of 0 (control - initial quality before storage), 3, 6, 9, 12 and 15 months. For each evaluation period, the water content and the following tests were determined: germination (%), first germination count (%), germination speed index (IVG), seedling dry mass (mg), emergence (Μmol of AST g-1 MS), non-reducing sugars (μmol of ANR g-1 MS), total free amino acids (μmol of AALT g-1 MS) , Starch (mg g-1 glucose from seed) and soluble proteins (mg of PS g-1 MS). The experimental design was completely randomized, organized in a subdivided plots scheme, the main plot being temperature (three levels) and subplots, storage periods (six levels). Four replicates of 100 seeds were used for the physiological variables and five replicates of 15 seeds (± 200 mg) for the biochemical variables.A. mangium seeds remain the physiological quality for 12 months when stored in a freezer, domestic refrigerator and heated room. For all the conditions tested, the decrease of the starch, AST and ANR contents throughout the storage is not clearly observed. Throughout the storage, there was an increase in the contents of PS and AALT in the seeds from the three temperatures tested. It was not possible to explain the physiological changes between the three storage conditions by carbohydrate reserve degradation mechanisms.
metadata.dc.description.resumo: O desafio primordial do armazenamento de sementes é a manutenção da qualidade fisiológica obtida desde a colheita até a semeadura. Os principais fatores ambientais que afetam a qualidade das sementes durante este período são a temperatura e a umidade relativa do ar. O objetivo dessa pesquisa foi avaliar as alterações fisiológicas e bioquímicas em sementes de Acacia mangium em diferentes temperaturas de armazenamento. Para este fim, as sementes foram armazenadas em sacos de polietileno semipermeáveis sob três condições: freezer (T = -20 ± 3 ºC; UR = 49 ± 15%), refrigerador doméstico (T = 6 ± 3 ºC; UR = 55 ± 14%) e sala climatizada (T = 27 ± 4 ºC; UR = 56 ± 13%), com avaliações realizadas nos períodos de 0 (controle – qualidade inicial antes do armazenamento), 3, 6, 9, 12 e 15 meses. Para cada período de avaliação foi realizada a determinação do teor de água e os seguintes testes: germinação (%), primeira contagem de germinação (%), índice de velocidade de germinação (IVG), massa seca (mg) de plântulas, emergência (%), índice de velocidade de emergência (IVE), açúcares solúveis totais (μmol de AST g-1 MS), açúcares não redutores (μmol de ANR g-1 MS), aminoácidos livres totais (μmol de AALT g-1 MS), amido (mg de glicose g-1 de semente) e proteínas solúveis (mg de PS g-1 MS). O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente casualizado, organizado em esquema de parcelas subdivididas, sendo a parcela principal a temperatura (três níveis) e as subparcelas, os períodos de armazenamento (seis níveis). Foram utilizadas quatro repetições de 100 sementes para as variáveis fisiológicas e cinco repetições de 15 sementes (± 200 mg) para as variáveis bioquímicas. As sementes de A. mangium conservam a qualidade fisiológica por 12 meses quando armazenadas em freezer, refrigerador doméstico e sala climatizada. Para todas as condições testadas não se observa claramente a diminuição do conteúdo de amido, AST e ANR ao longo do armazenamento. Ao longo do armazenamento, houve acréscimo nos conteúdos de PS e AALT nas sementes oriundas das três temperaturas testadas. Não foi possível explicar mudanças fisiológicas entre as três condições de armazenamento por mecanismos de degradação de reserva de carboidratos.
URI: http://hdl.handle.net/123456789/23229
Aparece nas coleções:PPGCF - Mestrado em Ciências Florestais

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
GuilhermeViniciusGoncalvesDePadua_DISSERT.pdf822 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.