Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/23376
Title: “O sertão é um mundo”- uma aproximação fenomenológica dos modos de ser-no-mundo de sertanejos do semiárido nordestino
Authors: Escórcio, Maíra Leite
Keywords: Semiárido nordestino;Água;Narrativas;Heidegger;Pesquisa fenomenológica
Issue Date: 28-Nov-2016
Citation: ESCÓRCIO, Maíra Leite. “O sertão é um mundo”- uma aproximação fenomenológica dos modos de ser-no-mundo de sertanejos do semiárido nordestino. 2016. 182f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2016.
Portuguese Abstract: O Semiárido Brasileiro é caracterizado pela irregularidade das chuvas, grande evaporação da água, clima quente e bioma da caatinga, ocupando 86% da região nordeste. Existem concepções sobre o sertão, seja na literatura, mídia ou cinema, como local de seca e escassez. Contudo, existem também estudos destacando a diversidade cultural, a religiosidade e a criatividade sertaneja. Esta pesquisa objetivou compreender a experiência do sertanejo no horizonte da irregularidade da oferta da água. É uma pesquisa qualitativa de inspiração fenomenológico-existencial, amparada na hermenêutica heideggeriana. O ser humano (Dasein) é entendido como único ente que possui seu ser em questão e sempre é ser-no-mundo. O local da pesquisa é o Sítio Galinhas, em Icó (CE), escolha dada por conveniência, e a coleta de dados foi realizada em duas viagens de campo, além de observações e entrevistas. Foram utilizadas quatro entrevistas, com três participantes homens e duas mulheres para a contrução do texto interpretativo. As gravações transcritas e confrontadas com as observações e afetações da pesquisadora em diário de campo foram compreendidas a partir da hermenêutica heideggeriana, resultando em texto narrativo. A interpretação das entrevistas teve como eixo a entrevista do fundador do sítio Galinhas, sendo acrescida das narrativas dos outros quatro entrevistados. A partir de suas falas, foi possível identificar que as vidas desses sertanejos são marcadas pela seca. Alguns passaram a economizar água em decorrência da experiência de falta e do apelo viabilizado pela angústia, a força motriz dessa nova possibilidade de relação com a água. Políticas públicas no semiárido passaram por transformações e desvelam o espírito de nossa época, a “Era da Técnica”. Os sertanejos mais velhos habitam sua terra natal no modo da proximidade e da familiaridade, enquanto que o jovem revela um estranhamento para com a região. A religiosidade se abriu como horizonte de significância dos sertanejos, inundando mundo.
Abstract: Brazilian semiarid (Sertão) is know for low and irregular rainfall, high rates of water evaporation, hot climate and a caatinga biosphere reserve taking 86% of the Northeast area of the country. The perspective on what is called Sertão found in literature, the media and the movies reinforces the characteristics of a dry earth and scarcity. However, there are studies arguably showing the cultural diversity, religiosity and creativity of the Sertão. The present research focuses on understanding the experience of man and women of the Sertão (sertanejos) considering the irregularity of water resources. This is a qualitative research theoretically driven by a phenomenologic-existencial aprroach, specially supported by heideggerian hermeneutics. The human being (Dasein) is understood as the only to put his own being into matter and is always being-in-the-word. The location for the present research was the grange Galinhas, in the city of Icó, state of Ceará, Brazil. The choice was given by concenience and the data recollection was performed during two field trips, besides regular notes and interviews. The present text brings 4 of those interviews performed with 3 men and 2 women. They structure the analytical chapters. The recordings of the interviews were transcribed and contrasted with the observations and affectation of the researcher herself, reported in a field diary to be considered under the light of a heideggerian hermeneutic and thus resulted in a comprehensible narrative. The interpretation of the inerviews worked as a guideline and the interview with the founder of the grange Galinhas was then added along the narrative. Considering the speech brought by the interviwees, it was possible to identify that the lives of those man and women of the Sertão are marked by drought. Some of them started saving water from the experience of its lack and based on anxiety, forcing new possibilities of establishing a relationship with water. Public policies for the semiarid have changed during the past years and they reveal the spirit of our time, the “Technological age”. Older people of the Sertão inhabit their homeland in the mode of proximity and familiarity, while younger people refer to estrangement. Religiosity emerged as a meaningfull perspective for the people, floding the word.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/23376
Appears in Collections:PPGPSI - Mestrado em Psicologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MairaLeiteEscorcio_DISSERT.pdf2,6 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.