Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/23427
Title: Diversidade de enterobacteriaceae e doenças de veiculação hídrica: percepção ambiental e ações de divulgação científica em região semiárida do RN - Brasil
Authors: Pinheiro, Lidiane Gomes
Keywords: Semiárido;Enterobactérias;Doenças de veiculação hídrica;Educação em saúde
Issue Date: 17-Feb-2017
Citation: PINHEIRO, Lidiane Gomes. Diversidade de enterobacteriaceae e doenças de veiculação hídrica: percepção ambiental e ações de divulgação científica em região semiárida do RN - Brasil. 2017. 107f. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento e Meio Ambiente) - Centro de Biociências, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2017.
Portuguese Abstract: O semiárido brasileiro, situado em sua maior parte na região Nordeste, representa um território vulnerável e em decorrência das características morfoclimáticas, a população enfrenta problemas relacionados à qualidade e disponibilidade hídricas por vários meses ao longo do ano. A construção de reservatórios representa uma infraestrutura que surgiu como alternativa para suprir a carência hídrica. Porém, são relatados graves problemas de qualidade, os quais interferem diretamente na vida da população. O presente estudo tem como objetivo identificar a diversidade de Enterobacteriaceae em reservatório utilizado para abastecimento público no semiárido do Rio Grande do Norte; identificar a percepção de professores e agentes de saúde sobre a qualidade da água dos açudes e doenças de veiculação hídrica; caracterizar a ocorrência de doenças diarreicas de veiculação hídrica na região; além de desenvolver ações de educação em saúde. A coleta de amostras de água foi realizada no reservatório Armando Ribeiro Gonçalves. Em escolas e postos de saúde da região foram aplicados questionários com professores e agentes de saúde para investigar suas concepções a respeito da qualidade da água, doenças de veiculação hídrica e analisar também as atividades desenvolvidas pelos mesmos. O levantamento de dados a respeito das doenças diarreicas de veiculação hídrica na região entre os anos de 2005 e 2015 foi feito por meio do banco de dados DATASUS. Ações educativas foram realizadas com agentes de saúde e professores da região. Foram identificados 14 gêneros e 27 espécies de Enterobacteriaceae, dentre os quais, importantes representantes patogênicos responsáveis por provocar doenças infecciosas. O estudo de percepção revelou que os profissionais reconhecem a importância dos reservatórios, porém muitos não têm conhecimento sobre os organismos presentes em suas águas; parte dos profissionais não possui conhecimento a respeito das doenças de veiculação hídrica, enterobactérias e patogenicidade das bactérias; quanto às atividades desempenhadas, a maioria afirma desenvolver ações para minimizar os problemas relacionados à contaminação das águas, bem como atividades de vigilância das doenças de veiculação hídrica. Números consideráveis de casos de doenças diarreicas foram verificados nos municípios estudados, o que representa um fator preocupante. As ações de educação em saúde desenvolvidas permitiram a discussão a respeito da problemática hídrica do semiárido, promovendo a sensibilização dos envolvidos. Destaca-se a importância do monitoramento de microrganismos presentes nas águas de reservatórios utilizados para abastecimento público, bem como sua relação com a ocorrência de enfermidades e a troca de experiências entre a universidade e a comunidade, de forma sensibilizar a população local.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/23427
Appears in Collections:PRODEMA - Mestrado em Desenvolvimento e Meio Ambiente

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
LidianeGomesPinheiro_DISSERT.pdf3.18 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.