Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/23453
Title: A paisagem nordestina no filme "O Céu de Suely": uma análise de espacialidades no cinema contemporâneo
Authors: Batista, Manoel Meirelles Amorim
Keywords: Paisagem;Nordeste;Cinema contemporâneo;Cinema nordestino
Issue Date: 20-Feb-2017
Citation: BATISTA, Manoel Meirelles Amorim. A paisagem nordestina no filme "O Céu de Suely": uma análise de espacialidades no cinema contemporâneo. 2017. 139f. Dissertação (Mestrado em Estudos da Mídia) - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2017.
Portuguese Abstract: A presente pesquisa se propõe a analisar a paisagem nordestina construída no filme “O Céu de Suely”, dirigido por Karin Aïnouz em 2006. Considerando que a paisagem é uma construção do olhar humano em direção a uma dada região espacial, e que esse olhar organiza e seleciona os dados da realidade a partir das referências prévias subjetivadas e do imaginário de cada observador, exploramos a representação da paisagem nesse filme por meio da análise fílmica preconizada por Jacques Aumont (2004), acrescida de uma abordagem plurimetodológica que agrega concepções da paisagem atinentes a diversos campos das humanidades como arte, geografia, história e literatura. Primeiramente, a construção da paisagem nordestina foi examinada em sua correlação com outros filmes do cinema contemporâneo e de períodos anteriores do cinema nacional. Em seguida foram investigados diferentes aspectos da paisagem no filme escolhido para ser objeto empírico desta pesquisa, como sua produção, roteiro, equipe técnica, orçamento e locações, bem como averiguamos como se formou o olhar do diretor em relação a essas espacialidades, por meio do levantamento de dados profissionais e biográficos, que ajudaram a entender suas referências prévias subjetivas. Com esse aporte teórico, a análise em específico do filme foi direcionada por três chaves de leitura selecionadas, sendo elas o céu, o sertão e a mulher. Tais chaves potencializaram as reflexões sobre a paisagem referenciadas por pontos de adensamento simbólico e marcadores espaciais, sendo examinadas as funções e peculiaridades que a paisagem assume nessa narrativa, tendo funcionalidades além da mera descrição espacial, apontando fortes evidências de que ela pode impulsionar a narrativa, refletir estados subjetivos dos personagens, ou até funcionar como antagonista em certos momentos. Em “O Céu de Suely” a paisagem constitui exemplo das novas tendências no cinema nordestino, as quais trazem para o foco as transformações, a diversidade e atualizações que ocorrem nessas espacialidades, e permitem assim, a incorporação de elementos urbanos, globalizados, transculturais a essas construções espaciais.
Abstract: The following research intends to propose an analysis of Northeastern landscape built in the movie “Suely in the Sky”, directed by Karin Ainouz in 2006. Considering that a landscape is built by the human eye directing of a certain spatial region and that that look organizes and selects subjective previews and the imaginary of each viewer, it was explored a landscape representation in the movie via a film analysis penned by Jacques Aumont (in 2004), expanded by a plethora of methodological lines which adds landscapes concepts linked to several fields of humanities such as Arts, Geography, History and Literature. Firstly, the construction of the northeastern landscape was examed in its correlation to other movies from Contemporary Cinema and previous periods of National Cinema. Secondly, different aspects of the referred movie were investigated, since it was chose as the research empirical object, such as its production, screenplay, crew, budget and locations; it was also examined how the director’s style originated from those spatialities, elaborating a research through his career and biography – that enabled a full understanding of his preliminary references. With this theoretical input, the movie’s specific analysis was driven by three selected themes: the sky, the sertão and the woman. These themes boosted the discussions about landscape, deepened by its symbolism and spatial markers, thus, examined its functions and peculiarities which are elaborated towards landscape in this piece of work. An analysis supported beyond mere spatial description, leading to strong evidence for the narrative’s appeal, communicating the character’s personal states or even functioning as an antagonist in certain moments. In “Suely in the Sky”, the landscape itself constitutes an example for the new tendencies of Northeastern Cinema, linked to its transformation, diversity e actualization characteristics that occurs in such spacialities, also enabling the embodiment of urban, global and transculturals elements to those spatial constructs.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/23453
Appears in Collections:PPGEM - Mestrado em Estudos da Mídia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ManoelMeirellesAmorimBatista_DISSERT.pdf3.64 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.