Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/23478
Título: Interações intraespecíficas de Rhizophora mangle L. e caracterização abiótica em área de carcinicultura
Autor(es): Franco, Jeanne Raquel de Andrade
Palavras-chave: Competição;Crescimento;Densidade-dependência;Facilitação;Self-thinning;Variáveis abióticas
Data do documento: 14-Fev-2017
Citação: FRANCO, Jeanne Raquel de Andrade. Interações intraespecíficas de Rhizophora mangle L. e caracterização abiótica em área de carcinicultura. 2017. 57f. Dissertação (Mestrado em Ciências Florestais) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2017.
Resumo: Mangroves are ecosystems coastal and estuarine belonging to warm and temperate climates and wet tropics, mangroves are dominated by woody species, provide important ecosystem goods and services and have socioeconomic value. Mangroves are sensitive to disturbances and are constantly being degraded due to shrimp farming and to urban development. Interactions between plant individuals may result in competition and facilitation by interfering on the plant growth, pattern of distribution and plant survival, besides modifying physical-chemical characteristics of the environment. Abiotic and biotic variables interact allowing the analysis of the adaptation of the species in different environmental conditions and also about the intensity of degradation. The main objective of the study was to identify the main limiting factors on the growth and survival of Rhizophora mangle L. (Rhizophoraceae) plants in two environments dominated by this specie and located in the shrimp farming area, one with trees and closed canopy, and another open with young and sub-shrub plants. Two monitoring were carried out with selection of plots and plants in each environment, totaling 90 individuals, to quantify the growth over time by means of measures of height, number of branches and diameter at 30 cm. For the abiotic variables, measurements of soil temperature and pH, luminosity, salinity, wind velocity, air temperature and soil penetrability were taken in the plots of each open and closed environment for 12 months. Adult individuals of R. mangle were competitors interfering in the growth of young plants of the same species through the limitation of light and of the stress coming from the accumulation of sediments. In the open environment, with young plants presenting the same age and distributed in an aggregated way, facilitation occurred with reduction of stressful conditions due to the higher incidence of solar radiation and temperature of this environment, and also competition through high density of plants. Due to these positive and negative interactions acting simultaneously, the final effect of density dependence on plant growth of the open environment was neutral. However, mean temperatures of 30°C, soil pH values between 5.5 and 6.5 and salinity with about 35 ppm were factors that benefited the growth of the plants over time in open environment through photosynthesis, of physiological adaptations and possible better assimilation of soil nutrients. These results helped to understand the environmental characteristics that facilitate and interfere the recovery of areas degraded by shrimp farming.
metadata.dc.description.resumo: Manguezais são ecossistemas costeiros e estuarinos que pertencem a climas quentes e temperados ou tropicais úmidos, são dominados por espécies lenhosas, fornecem importantes bens e serviços ecossistêmicos e possuem valor socioeconômico. Os manguezais são sensíveis a distúrbios e estão em constante processo de degradação devido à carcinicultura e ao desenvolvimento urbano. Interações entre indivíduos vegetais podem resultar em competição e facilitação interferindo no crescimento, no padrão de distribuição e na sobrevivência das plantas, além de modificar características físico-químicas do ambiente. Variáveis abióticas e bióticas interagem permitindo análise da adaptação das espécies em diferentes condições ambientais, podendo também inferir sobre a intensidade de degradação. O objetivo geral do estudo foi identificar os principais fatores limitantes no crescimento e na sobrevivência de plantas de Rhizophora mangle L. (Rhizophoraceae) em dois ambientes dominados pela espécie e localizados em área de carcinicultura, sendo um com presença de árvores e copa fechada, e outro aberto com plantas jovens e subarbustivas. Foram realizados dois monitoramentos com seleção de parcelas e plantas em cada ambiente, totalizando 90 indivíduos, para quantificar o crescimento ao longo do tempo através de medidas da altura, número de ramos e diâmetro a 30 cm do solo. Para as variáveis abióticas foram feitas medidas da temperatura e pH do solo, luminosidade, salinidade, velocidade do vento, temperatura do ar e penetrabilidade do solo nas parcelas de cada ambiente aberto e fechado por 12 meses. Indivíduos adultos de R. mangle foram competidores interferindo no crescimento de plantas jovens da mesma espécie através da limitação de luz e do estresse advindo do acúmulo de sedimentos. Em ambiente aberto, com plantas jovens apresentando mesma idade e distribuídas de forma agregada, ocorreu facilitação com redução de condições estressantes devido à maior incidência de radiação solar e temperatura desse ambiente, e também competição através de alta densidade de plantas. Devido a essas interações positivas e negativas agindo simultaneamente, o efeito final da densidade-dependência no crescimento de plantas do ambiente aberto foi neutro. Além disso, temperaturas médias de 30°C, pH do solo com valores entre 5,5 e 6,5 e salinidade com cerca de 35 ppm foram fatores que beneficiaram o crescimento das plantas ao longo do tempo em ambiente aberto através da fotossíntese, de adaptações fisiológicas e possível melhor assimilação de nutrientes do solo. Esses resultados ajudaram a entender as características ambientais que facilitam e interferem na recuperação de áreas degradadas pela carcinicultura.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/23478
Aparece nas coleções:PPGCF - Mestrado em Ciências Florestais

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
JeanneRaquelDeAndradeFranco_DISSERT.pdf3,59 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.